Ligeiramente Seduzidos [Resenha Literária]

Mais um vez, mais um romance de época na minha lista de leituras! Engraçado que ao contrário do que muita gente pensa, nem todos são iguais. Ah, não são mesmo!
O quarto livro da série Os Bedwyns, de Mary Balogh, nos mostra Morgan, a irmã caçula da família e seu romance com Gervase Ashford, o conde de Rosthorn, um homem marcado pelo rancor em relação ao irmão da protagonista, o já conhecido temível Wulfric Bedwyn. Parece ser bem simples e igual aos demais, mas não é.
Morgan é jovem com dezoito anos, mas insiste em não ser uma cabeça de vento, fútil e supérflua. A protagonista quer saber da guerra, quer viver uma aventura, não quer se iludir com romances tolos e está na casa de uma amiga em Bruxelas, longe dos olhos do irmão mais velho. E assim, num baile, Gervase conhece Morgan e decide usá-la como objeto de vingança e atingir Wulfric, claro que no meio do caminho as coisas mudam e aos poucos Gervase acaba se apaixonando.

Morgan não se rende tão facilmente e nem se apaixona à primeira vista. Pelo contrário, Morgan acredita que Gervase é exatamente tão entediante como todos os outros e percebe claramente que o conde é um libertino. No entanto, com a pressão do Capitão Gordon em demonstrar que Morgan pertence a ele e com a vontade que a protagonista tem de quebrar as regras da sociedade, ela acaba cedendo aos poucos aos encantos de Gervase. 
Com a ameaça de Napoleão nenhum lugar é exatamente seguro, muito menos em Bruxelas e por isso que Alleyne, um dos irmãos de Morgan, que também está no lugar, quer que a irmã saia de lá, mas Morgan resiste, porque acredita ser covardia deixar os soldados, mostrando toda sua humanidade, coragem e também solidariedade, já que ao contrários de muitos, Mogan fica para ajudar com os feridos. A guerra passa ser uma ameaça constante no livro o que é um ponto super positivo porque pincela todo o romance com seu toque trágico e urgente.

Mary Balogh, assim como no primeiro livro da série, Ligeiramente Casados, consegue envolver um simples romance em tramas paralelas que nos prende e nos envolve e que em nada tem a ver com a suposta superficialidade de um romance de época. A trama é cativante, nos deixa ansiosos, porque por mais que o leitor saiba do final feliz do amor entre os protagonistas, o mesmo não se pode dizer do enredo que rodeia a história principal. A guerra é trágica e junto com ela vem as tragédia da efemeridade da vida e Mary, apesar de dar um tom mais leve ao livro, não nos deixa de mostrar a dor da morte.
E é justamente nisso que Ligeiramente Seduzidos se diferencia de uma narrativa simples de um romance, a autora sabe desenvolver não só os personagens como também escreve uma história doce com momentos de drama. Sem contar que é interessantíssimo observar a sociedade que vive em uma constante ameaça de guerra, se agarrar ao supérfluo em uma necessidade caricata de mostrar que a vida segue, que tudo está normal, mantendo o otimismo, mesmo quando existe uma invasão há poucos quilômetros de uma baile.

Se a guerra e seus dramas não te cativarem, ainda temos um romance com personagens inteligentíssimos, ácidos, com mágoas profundas. É clara a evolução de Gervase em seu envolvendo com Morgan e toda sua dor por ter sido injustiçado no passado! Gervase pode parecer um mero libertino, mas tem mais honra que muito oficial do exército.
E é sempre, sempre bom ver Wulfric, meu personagem preferido e que espero ansiosamente por um livro só dele!

Dados do Livro:
Título: Ligeiramente Seduzidos (série Os Bedwyns, volume 4)
Título Original: Slightly Scandalous
Autor: Mary Balogh
Editora Arqueiro

23 thoughts on “Ligeiramente Seduzidos [Resenha Literária]

  • 23 de maio de 2016 em 20:28
    Permalink

    Oi, Michele! Uma das coisas que acho mais legais nos romances de época é que neles as mulheres geralmente são fortes, bem diferente do que vemos em muito livros NA passados nos dias de hoje. Gostei de ter uma guerra como pano de fundo, certamente isso deu um toque especial nos acontecimentos.

    Beijos, Entre Aspas

    Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 20:36
    Permalink

    Oi, Michele.
    Eu nunca li um romance de época e confesso que tenho receio de não gostar desse tipo de leitura. Apesar disso, eu gostei da sua opinião a respeito de "Ligeiramente Seduzidos".
    Gosto de tramas cativantes e envolventes, por esse motivo daria uma chance para a série.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 20:56
    Permalink

    Que capas lindaaaaaas!
    Não ouvi falar desse livro, mas vou procurar ler!
    Adorei a resenha!
    Beijosss

    Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 22:06
    Permalink

    Oi, Michele, tudo bem?

    Ahhh, vc tem razão, os romances de época não são mesmo nada iguais! Quando eu leio isso em algum blog dá vontade de falar assim "ei, vem cá, vamos conversar"! hahahaha
    Eu tenho Ligeiramente Casados, mas ainda não li. Não conheço a escrita da Mary, mas estou muito ansiosa para conhecer, pois as meninas que foram no encontro de romances de época da arqueiro falaram muito bem dos livros dela.
    Nunca li nenhum romance histórico onde uma guerra poderia acontecer a qualquer momento, deve ser bem legal e será uma nova experiência para mim!

    Beijo
    – Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 22:35
    Permalink

    Oi Michele! Meu Deus que capas lindas! haha fiquei apaixonada por essa história, os personagens parecem ser muito bem construídos e cativantes ! Parabéns pela resenha.
    beijos

    Jéssica Patrício – pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 22:35
    Permalink

    Oi Michele! Meu Deus que capas lindas! haha fiquei apaixonada por essa história, os personagens parecem ser muito bem construídos e cativantes ! Parabéns pela resenha.
    beijos

    Jéssica Patrício – pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 00:49
    Permalink

    Oie Michele =)

    Terminei esse livro ontem e gostei bastante da história. O no final é que a Morgan começou a me dar nos nervos rs…, mas é normal esse tipo de "drama" em livros do estilo.

    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 08:24
    Permalink

    Oi Michele,
    Ainda não li histórico dessa autora, quando começo de uma aparece outra.
    Mas, achei o dela atrativo também e gostei das capas. Espero gostar da série dela.

    tenha uma ótima terça.
    Nana – Obsession Valley

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 11:22
    Permalink

    Oi, Mi!
    Essa série está na lista de milhões de séries que quero ler hahhahah
    Realmente, eu acho meio sem noção a guerra troando perto do povo e eles preocupados com bailes? Tipo.. comassim, povo? Eu nunca entendi isso…
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 15:31
    Permalink

    Olá!
    Ainda não tive oportunidade de ler nenhum romance de época, mas com certeza, começaria por essa série. A sinopse é muito agradável e as capas… ficariam lindas na minha estante, hahah.
    Adorei a sua resenha!! Arrasou 😀

    Beijão
    Leitora Cretina

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 19:02
    Permalink

    Já ouvi falar horrores dessa série de tão boa, mas não tive oportunidade de ler ainda. Não sou muito fã de romances de épocas, mas gostei muito desse. Sua resenha ficou ótima, aliás!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    Resposta
  • 24 de maio de 2016 em 19:41
    Permalink

    Oi
    que bom que gostou de ler esse livro, estou gostando muito de ler livros desse gênero, quero ler muitos outros e esse parece ser uma boa série, gostei da resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    Resposta
  • 25 de maio de 2016 em 00:22
    Permalink

    Primeiramente quero dizer que adorei a resenha, você conseguiu sintetizar tudo o que era importante sem fazer uma resenha cansativa, eu tentei quando fiz a minha, mas não consegui falar a metade do que você falou. E sou apaixonada pelo Wulfric e também espero ansiosamente pelo livro só dele.
    Abraços,
    Gisela
    Ler para Divertir
    Participe do Sorteio dos 3 livros da Trilogia FUNÇÃO CEO de Tatiana Amaral

    Resposta
  • 25 de maio de 2016 em 02:13
    Permalink

    Oi, Michele!
    Ganhei esse livro no Encontro de Romances de época da Arqueiro aqui na minha cidade, e já quero muito começar a lê-lo! Eles são lindos, e as histórias parecem ser maravilhosas, fiquei curiosa para conhecer o Wulfric! rs
    Nem todos os romances de época são iguais, concordo com você!Esse parece ser diferente, curiosa demais para conhecer os personagens <3

    Beijos,
    Elidiane – Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    Resposta
  • 25 de maio de 2016 em 13:03
    Permalink

    Oi Michele, tudo bem?
    Não sei porque não consigo gostar da capa desses livros, a verdade é que não gosto muito de pessoas nas capas rs.
    Parei no segundo livro, preciso voltar com a leitura.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    Resposta
  • 25 de maio de 2016 em 15:31
    Permalink

    Olá, Michele.
    Não curto muito esse tipo de romance, mas deve ser interessante observar o comportamento da sociedade diante da iminência de uma guerra. Ademais, a protagonista parece ser bem forte e interessante.

    Desbravador de Mundos – Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    Resposta
  • 26 de maio de 2016 em 02:17
    Permalink

    Oi Mi!
    Estou com esses livros na minha estante e já li o Ligeiramente casados e nem precisa dizer que amei e ainda mais sendo viciada e apaixonada por romances de época. Vejo que essa série O Bedwyns reserva mutas emoções e vou aproveitar esse feriado para me entregar nessas leituras.
    Gosto muito de ler suas resenhas e senti no que escreve o quanto gostou do que leu.
    Beijinhos

    Resposta
  • 26 de maio de 2016 em 13:40
    Permalink

    Wulf tbm é meu personagem preferido e mal posso esperar pra ler o livro dele (tenho certeza que será o último). No primeiro livro eu detestei ele, mas nos outros comecei a gostar muito.
    Não sei se vc tbm pensa como eu, mas tenho quase certeza de que aquele cavaleiro solitário no fim do livro é Alleyne de volta. <3
    Beijos.. Seguindo.
    http://curaleitura.blogspot.com.br

    Resposta
  • 26 de maio de 2016 em 19:57
    Permalink

    Olá, Michele.
    Mesmo os enredos do gênero sendo basicamente os mesmos, cada autor dá o seu toque diferente a sua obra. E mesmo que fossem sempre iguais ainda assim leria eles. hehe. Esse ultimo livro eu ainda não comprei, mas vou comprar logo. Mesmo não tendo lido os outros ainda que estão lá na estante hehe. E gostei de saber que tem esse diferencial da guerra.

    Blog Prefácio

    Resposta
  • 2 de junho de 2016 em 11:58
    Permalink

    Oi Michele,

    To esperando esse livro chegar de cortesia e to louca para ler. Tenho adorado os livros dessa autora, eles começam ou terminam diferentes dos livros históricos que estou acostumada. Tomara que eu goste. =)

    Bjs, @dnisin
    http://www.sejacult.com.br

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.