Paralisia [Crítica do Filme]

É sempre mais difícil falar de filme ruim do que de filme bom! E eu geralmente tenho uma enorme paciência para os roteiros fajutos que a Netflix apresenta em seus serviços! Até por isso que eu embarquei em Paralisia e fiquei instigada pela história. Infelizmente, mesmo tentando relevar, o final conseguiu estragar minhas expectativas que já estavam baixas. 

A competente atriz Famke Janssen é Katherine, uma atriz em decadência que sofreu um acidente e está paralisada, consegue com muito custo apenas piscar o olho. Ela está aos cuidados de Nicky (Anna Friel), uma enfermeira bastante curiosa e perspicaz que logo percebe que algo está errado com aquele acidente. Lina (Rose Williams) é filha adotiva de Katherine que vai narrar o seu passado com a mãe e sua família.

Lina chegou muito jovem na casa de Katherine, logo após a atriz perder o marido e a herança ficar toda para seu enteado Jamie (Finn Cole). A relação entre todos é bastante tensa e Lina tenta ser o porto seguro deles. Os anos passam e Lina se casa com Jamie, o que desagrada demais sua mãe adotiva que começa a ter uma postura mais agressiva e sarcástica. Como a história é basicamente contada por Lina, o que percebemos é que ela se tornou uma mulher presa na mansão, com um marido abusivo e uma mãe tóxica. Assim, Lina se envolve com o médico da família, Dr. Robert (Alex Hassell).

Eu torci para a história não ser previsível e no final ter uma reviravolta incrível, mas não foi o que aconteceu. O roteiro entrega tudo ao longo do caminho, sem se preocupar muito com o suspense ou tentar surpreender o espectador. Para piorar a situação, as cenas finais são cheias de furos! Apesar da reta final ser cheia de tensão (ao menos isso), as falhas são tantas e as atitudes dos personagens tão questionáveis que o filme se perde. Material para fazer melhor tinham, mas não conseguiram. 

Lina até se mostra um tanto complexa e carente de amor, o que talvez explique algumas questões, mas não é o suficiente para convencer no final. E é preciso ressaltar que tanto Rose Williams quanto Famke Janssen se esforçam em seus papéis, mesmo com a preguiça do roteiro e direção com o final. 

Enfim, é verdade que a Netflix já entregou filmes muito pior, mas pelo elenco a gente sempre espera um pouco mais. Inverossímeis

FICHA TÉCNICA

Título: Paralisia
Título Original: Locked In
Direção: Nour Wazzi
Data de lançamento: 1 de novembro de 2023
Netflix

Michele Lima

One thought on “Paralisia [Crítica do Filme]

  • 7 de novembro de 2023 em 10:21
    Permalink

    Esse filme eu passo com toda força.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!