Capitã Nova [Crítica do Filme]

Capitã Nova é um filme de ficção científica juvenil, isso quer dizer que é para família toda, mas poderia ter sido um pouco mais profundo sem subestimar o público. Ainda assim, foi bom assistir.

O filme começa com Nova (Anniek Pheifer) em sua espaçonave em direção a um buraco de minhoca na companhia de um robô com inteligência artificial, que embora não possua humor, mostra muita personalidade. Não sabemos a missão da Capitã, mas ao voltar no tempo seu corpo também volta e ela aterrissa na Terra em 2025 com 12 anos de idade. Nova (agora Kika van de Vijver) é encontrada por Nas (Marouane Meftah) que passa a ajudar a menina e o seu robô, mesmo sem saber direito o que aconteceu. Eles são ajudados por um casal bem generoso também, enquanto as autoridades investigam o curioso Ovni. 

Na nave eles descobrem digitais da mesma pessoa, a garota Nova que no seu tempo atual não tem ideia do que está acontecendo. O interessante é que a responsável pela investigação, Claire (a excelente Hannah van Lunteren),  não descarta as diversas possibilidades e aceita todas com muita facilidade. Durante o longa, a aventura de Nas e Nova nos prende a atenção por conta da missão e se eles vão ou não conseguir mudar o destino da Terra.

Kika van de Vijver  é uma ótima atriz mirim, seu personagem é uma piloto, militar, focada na missão, mas que constrói uma boa parceria com Nas e isso já é o suficiente para seu futuro ser alterado. E Marouane Meftah também se destaca na trama. Na parte científica, tudo é bem explicado, embora problemas climáticos já sejam óbvios no gênero. É previsível, mas não deixa de ser uma boa mensagem.

Com personagens cheios de carisma, de fácil empatia, Capitã Nova agrada por ser um filme redondinho. Simples, mas sem carecer de muitas explicações, previsível sem deixar de ser interessante.  

FICHA TÉCNICA

Título: Capitã Nova
Título Original: Captain Nova
Direção: Maurice Trouwborst
Data de lançamento: 1 de abril de 2022
Netflix

Michele Lima

2 thoughts on “Capitã Nova [Crítica do Filme]

  • 4 de abril de 2022 em 16:39
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu confesso que não sou muito fã do gênero. Sempre fico confusa lendo, assistindo então acabo até dormindo ou acho que dormi porque tem sempre algumas coisas que não entendo e acho que perdi alguma parte hehe.

    Prefácio

    Resposta
  • 6 de abril de 2022 em 11:21
    Permalink

    Interessante! Fiquei com vontade de assistir!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.