Gen V [Crítica da Série]

Gen V entregou tudo e mais um pouco! Confesso que estava ressabiada por ser uma trama de jovens adultos e fiquei com medo do roteiro ficar muito focado em uma trama adolescente, mas foi surpreendida com uma história que consegue mesclar as questões pessoais de cada personagem com seus poderes. 

O spin off de The Boys começa com cenas chocantes e assim segue ao longo dos 8 episódios! E acredito que os roteiristas desse universo, desenvolvido por Eric Kripke, devem odiar o órgão sexual masculino de tantas cenas problemáticas que aparecem! O que serve claramente para nos impactar!

Na trama, vamos acompanhar a jovem Marie (Jaz Sinclair) que ao entrar na Universidade Godolkin de super-heróis descobre que as coisas por lá não são como ela pensava! A protagonista tem a habilidade de controlar e transformar o sangue em uma arma! E ao se envolver num caso muito estranho, ela alcança o Top 10 da faculdade enquanto fica envolvida em um mistério. Além da protagonista, conhecemos Andre (Chance Perdomo) que tem poderes magnéticos, o mais interessado em descobrir os segredos do lugar! Emma Meyer (Lizze Broadway) é conhecida como Little Cricket (ou Grilinha na tradução), uma jovem que consegue ficar pequena e como ela faz isso é um bom plot na trama. Cate Dunlap (Maddie Phillips) é uma das mais poderosas da série, ao tocar em alguém ela faz com que a pessoa a obedeça! Já Jordan Li (London Thor / Derek Luh) é um dos personagens mais interessantes, consegue mudar entre as formas masculina e feminina, o homem é indestrutível, enquanto a mulher é ágil e pode lançar rajadas de energia. Ainda vamos conhecer Sam (Asa Germann), com sua super força e que não consegue distinguir bem o real do imaginário. 


Grilinha e Sam tem uma relação ótima de acompanhar! Também gostei da Marie e Jordan, já que é algo desenvolvido aos poucos, mas há que se dizer que a protagonista em muitos momentos perde espaço na trama e faz com que os demais personagens ganhem mais força. Também é possível dizer que o envolvimento de Andre e Cate foi muito rápido, o que é explicado no episódio 6, aliás, episódio que conta com a participação rápida de Jensen Ackles como Soldier Boy. O personagem é usado para explicar algumas coisas, o que me pareceu uma certa preguiça do roteiro, mas nada que prejudique o todo. Na verdade o episódio 6 talvez seja o mais interessante da série. 

O ator brasileiro Marco Pigossi, como Dr. Cardosa,  tem uma certa relevância na série, o que me deixa bem contente. Claudia Doumit como Victoria Neuman também participa e ganha bastante destaque na reta final, fazendo a ligação direta com The Boys. Sem contar a surpresa nos minutos finais! Ou seja, pra quem for assistir a quarta temporada da série, vai precisar assistir Gen V!

De modo geral, a série entrega uma boa trama, com boas cenas de ação, sem ser maçante no quesito de plot adolescente! O universo de The Boys se mostra bem rico e bem explorado!

Michele Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!