Estante Trash: Mente Macabra

Com exatos 60 anos de idade e com a carreira em decadência, o ator alemão Klaus Kinski (pai da Nastassja) topou fazer este filme de terror trash sem saber que o mesmo seria a inspiração máxima da futura e bem sucedida franquia Jogos Mortais.

Com uma expressão sádica adequada para o psicótico protagonista, Kinski foi a escolha ideal para o papel. Ele interpreta o sádico Dr. Karl Gunther, o proprietário de um prédio que só aluga apartamentos para belas moças. Ele tem o habito de as espionar através dos dutos de ventilação e eventualmente as mata com requintes de crueldade.

O baixo orçamento que não pode proporcionar um melhor acabamento nos cenários e iluminação, só contribuiu para atmosfera pesada, realçando o clima de horror constante. O ritmo arrastado e a monotonia também são um ponto a favor, combinando com a feição envelhecida e assustadora de Klaus Kinski, sabiamente escalado.

Apesar de ter sido feito em 1986, Mente Macabra parece um filme dos anos 70, com tudo que isso possa ter de bom ou ruim. Hoje os estúdios investem muito em filmes do gênero, mas antes disso poucos conseguiram um orçamento decente. A diferença entre Halloween (1978) e Alien (1979) são alguns milhões de dólares, o que leva a crer que Jogos Mortais teve esse privilégio.

*disponível completo no YouTube

FICHA TÉCNICA

Título: Mente Macabra
Título Original: Crawlspace
Direção: David Schmoeller
Data de lançamento: 1986

Italo Morelli Jr. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.