Rocketman [Resenha do Filme]

Apesar de ser lançado ainda na onda de Bohemian Rhapsody, Rocketman é bem diferente. É aquele tipo clássico de musical que as pessoas cantam, dançam e representam o tempo todo e ainda de uma maneira mais fantasiosa, com alguns momentos mais surrealistas.
O longa acompanha o início da carreira de Elton John (Taron Egerton), focando principalmente no seu momento mais sombrio, durante o vício em drogas e o alcoolismo, e o filme já começa com uma cena inicial bem impactante, com Elton em sua primeira reunião na reabilitação. Á medida que o protagonista vai revivendo seu passado, vamos entendendo como ele chegou no fundo do poço, afastando algumas pessoas no processo.
Elton John nasceu Reginald Kenneth Dwight e sempre foi bastante carente, uma vez que nem seu pai e nem sua mãe demonstravam amor e carinho. Pelo contrário, seu pai se sentia amarrado a esposa devido ao filho e o tratava bastante mal. Já Sheila nunca foi uma mãe amável. Já criança Elton mostrou um talento excepcional no piano e seguiu na carreira musical, saiu do estilo clássico e foi para rock, inspirado por Elvis Presley. Ainda jovem, descobriu que Reginald Dwight não era um figura que se destacasse e adotou o nome Elton John, um homem que realmente chamava atenção.
A vida musical de Elton mudou radicalmente quando conheceu Bernie Taupin, os dois formaram um grande dupla, Bernie nas letras Elton no piano, juntos conquistaram o mundo com suas músicas e apesar de terem brigado de fato uma única vez, acabaram se afastando quando Elton se apaixona por John Reid (Richard Madden) e ao se decepcionar entra numa fase de autodestruição, com muitas drogas e álcool.
John Reid é retratado como uma figura intragável, que conquista a confiança de Elton para conseguir dinheiro e ao ter seus objetivos descartou facilmente o cantor. A ausência de amor na vida afeta bastante o cantor, Elton não se sentia amado por ninguém e realmente pouco ligava para a própria vida.
O longa aborda de maneira bem aberta os vícios do cantor e seus relacionamentos, a dificuldade de assumir ser gay para a mãe e o complicado relacionamento com os pais. Também temos muitos momentos da genialidade de Elton, seu talento com o piano e sua incrível parceria com Bernie, que sempre foi um grande e importante amigo.
As músicas são muito bem executadas e coreografadas e são usadas em momentos de transição da vida de Elton e também de reflexão, com as algumas cenas mais surrealistas e que se encaixam muito bem na trama. E Taron Egerton absorve por completo o papel, os trejeitos, a parte física e musical, uma excelente atuação.
Minha única ressalva ao longa é o final, termina quando Elton ainda está jovem e ficou a sensação de poderiam ter avançado um pouco mais na história do cantor. No entanto, não prejudica a experiência, vale a muito a pena.
Trailer
FICHA TÉCNICA
Título: Rocketman
Título Original: Rocketman
Diretor: Dexter Fletcher
Data de lançamento: 30 de maio de 2019
Nota: 5/5

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima

7 thoughts on “Rocketman [Resenha do Filme]

  • 29 de maio de 2019 em 21:11
    Permalink

    Amei sua resenha, ainda não conhecia essa história, mas adoro assistir filmes que contam a história das pessoas. Esse deve ser lindo!

    https://www.kailagarcia.com

    Resposta
  • 30 de maio de 2019 em 01:30
    Permalink

    Oi Mi! Eu estou muito feliz com esses filmes sobre grandes artistas e este é um que não vou deixar de conferir, sou fã do cantor. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
  • 30 de maio de 2019 em 15:09
    Permalink

    Oi Mi!
    Eu assisti o filme e posso te dizer que eu amei! E concordo plenamente com suas palavras. E também achei a atuação de Taron perfeita.
    Beijos
    Ari

    Resposta
  • 30 de maio de 2019 em 18:01
    Permalink

    Mi, amo o Taron e o Elton John, então já imagino que vou gostar muito!
    Estou dooooooooida para assistir.
    Vi muita gente falando que ao mostrar o abuso de álcool, drogas e a homossexualidade, se torna muito mais real do que o filme do Queen, que foi mais conservador nesse aspecto. Você teve essa impressão?

    Beijoooos

    Teca Machado
    http://www.casosacasoselivros.com

    Resposta
  • 2 de junho de 2019 em 02:31
    Permalink

    Estou contando os dias para finalmente assistir esse filme. Como uma grande fã de Elton John, tenho certeza que vou adorar XD

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.