Diários de uma Apotecária [Crítica]

Agora que o Crunchyroll funciona nas televisões eu comecei a voltar a ver mais animes! E o primeiro dessa leva foi o Diários de uma Apotecária! Que anime maravilhoso, dá pra entender o motivo de tantos comentários positivos!

Diários de uma apotecária é inspirado na light novel homônima de Natsu Hyuga e Touko Shino, onde acompanhamos a protagonista Maomao, uma jovem que entende tudo de venenos e é ótima em desvendar mistérios, sobrevivendo no palácio Imperial.

Maomao vivia no Distrito dos Prazeres, um bairro de entretenimento adulto, com seu pai adotivo que é médico. É com ele que a protagonista aprende tudo que sabe! Ela tem uma relação bem familiar com uma das casas de cortesã mais famosa do lugar e depois entendemos melhor o motivo. No entanto, Maomao é vendida para o palácio e começa a trabalhar por lá. Mesmo fazendo de tudo pra não chamar atenção, Jinshi percebe que a protagonista é esperta o bastante para resolver o caso da morte dos filhos do rei. 

Depois disso, Maomao é promovida a criada de uma concubina importante. Aos poucos a dinâmica do palácio é explicada na série e a protagonista mesmo sem querer acaba envolvida em várias tramas da corte. 

Maomao tem uma simplicidade marcante, esperta e perspicaz, sabe bem seu lugar no palácio, mas ainda assim encanta Jinshi, o suposto eunuco, que tem um cargo alto no palácio. É ele que está sempre colocando a protagonista diante de casos misteriosos. Apaixonado por Maomao, Jinshi também guarda bons segredos. 


O anime pode ser dividido em dois arcos e o primeiro chama mais atenção do que o segundo. Quando Maomao passa a ser criada de Jinshi as coisas esfriam um pouco, mas ainda assim o enredo nos intriga não só com casos novos, mas também com questões pessoais da protagonista. 

O anime é repleto de mistérios e Maomao os resolve bem ao estilo Sherlock Holmes, pra quem curte histórias de investigação é um prato cheio! Além disso, com cenários ótimos, a história é sensível e divertida, Maomao é sarcástica e engraçada e sua relação com Jinshi é um dos pontos altos do anime.

Diários de uma apotecária clama por uma segunda que chegará em 2025. Vale lembrar que o mangá está em publicação pela Panini no Brasil.

Michele Lima

2 thoughts on “Diários de uma Apotecária [Crítica]

  • 5 de maio de 2024 em 12:31
    Permalink

    Oi Mi! Amei demais esse anime e a protagonista é daquelas que fica difícil não admirar. Eu espero ansiosa pela próxima temporada e pela evolução da relação dela com o JInshi. Bjos!!
    Moonlight Books

    Resposta
  • 6 de maio de 2024 em 13:16
    Permalink

    Parece ser um bom divertimento. Obrigado por trazer a resenha. Bem escrita por você.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+