Bruxa de Blair [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Bruxa de Blair. Filme estreia dia 15/09/2016.
Para falarmos desse novo Bruxa de Blair, é preciso voltarmos um pouco no tempo e lembrarmos que o The Blair Witch Project, em 1999, causou alvoroço por tentar, de forma bastante sagaz e convincente, fazer-nos acreditar que o material encontrado na floresta Black Hills, de Burkittsville, Maryland, era oficial e, consequentemente, de vítimas reais. Vítimas essas que seriam três estudantes de cinema produzindo um documentário sobre a história da Bruxa de Blair: ou Elly Kedward, uma bruxa enforcada nas redondezas no século 18. 
Muitos prêmios recebidos e críticas cada vez mais construtivas foram dadas. Isso até que a sequência, A Bruxa de Blair 2 (Book of Shadows), fosse lançado no final de 2000. Nesse segundo filme, vimos como a exploração de Burkittsville por fãs, devido ao sucesso do primeiro filme, acaba não indo muito longe, já que bruxarias e assombrações tomam conta do ‘projeto turístico’. A crítica caiu de pau em cima e muita gente nem chegou a saber que o primeiro filme teve uma sequência. Tudo isso nos leva a 2016. Dezesseis anos depois, a história mais aterrorizante do cinema ‘found footage’ (que teve início nos 80, com o clássico Canibal Holocausto, de Ruggero Deodato) volta a assombrar os grandes fãs de um estilo que, infelizmente, foi o protagonista de muitas histórias ruins e produções piores ainda. Muitos desistiram de filmes dessa categoria. E se for para ver um ‘found footage’, que seja muito bom. Talvez então esse novo Bruxa de Blair seja um desses que venha a calhar. 
O que temos logo no início é o irmão de Heather Donahue (a mesma do primeiro filme) mostrando a amigos um vídeo no Youtube cujo usuário clama ter encontrado o material na mesma floresta de Burkittsville. James Donahue (James Allen McCune) convida então mais três amigos (entre eles, a documentarista Lisa Arlington, interpretada por Callie Hernandez) para que saiam em busca de sua irmã, que ele acredita ter visto por alguns poucos segundos no tal vídeo. E a natureza do estado de Maryland fica até bonita vista de cima, porque é claro que temos um drone para ajudar na compreensão da dimensão e clausura da floresta.
Ao chegarem na cidadezinha, os quatro amigos terão a adição de Lane (Wes Robinson, interpretando o usuário do Youtube que postou o tal vídeo) e de sua namorada, Talia (Valorie Curry), meio que fazendo papéis de guias. No entanto, eu diria que na verdade eles foram introduzidos na história para levantarem uma questão importante: o que a floresta de Black Hills guarda quando o assunto é tempo e espaço?! A partir daqui, tudo o que um fã do filme de 1999 poderia esperar, terá. Até mesmo uma sequência um tanto agoniante para claustrofóbicos. E está claro que a ideia de repetir a fórmula que deu certo será atacada por muitos, mas é na verdade muito válido que isso tenha sido feito. As tecnologias são outras e isso com certeza é um plus a qualquer história de suspense. 
Talvez as pequenas, mas significantes, novas incursões que esse filme traz, faça com que ele vá um pouco além do que vimos no primeiro capítulo dessa história de assustar contada pelo povo de Burkittsville. Ir ao cinema para ficar tenso na cadeira e morrer de medo do que nem mesmo vemos junto a cada uma das personagens é, a meu ver, um feito e tanto para um filme de suspense/terror psicológico hoje em dia. Porém, a grande verdade é que desde lá do primeiro filme eu descobri que a última coisa que eu quero fazer na vida é passar a noite acampado numa floresta. Thank you, but no. 

Trailer:



Dados do Filme:
Título: Bruxa de Blair
Título Original: Blair Witch
Diretor: Adam Wingard
Ano 2016



4.0/5.0

Cristiano Santos

50 thoughts on “Bruxa de Blair [Resenha do Filme]

    • 15 de setembro de 2016 em 03:20
      Permalink

      Heehehe, junta coragem e assista, Suzana. Vale a pena 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 09:45
    Permalink

    o primeiro como técnica e fenômeno tenha valor, mesmo sendo um filme arrastado e chato. eu particularmente não gosto. beijos, pedrita

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:37
      Permalink

      Opa! Valeu, Pedrita, pelo comentário e opinião sincera 😉

      Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:38
      Permalink

      Oi Fran! Esse é o novo, o das antigas é o de 99 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 11:46
    Permalink

    Eu amo terror/suspense, desde que eles me assustem e me deixem doidinha. Mas infelizmente não consigo gostar da Bruxa de Blair, não consigo acreditar, não consigo sentir medo… Nada. :/

    Beijos,
    Sara | Lendo com Amor
    http://www.lendocomamor.blogspot.com.br

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:38
      Permalink

      Hehehe, sei bem o que quer dizer, Sara. Mas é isso, cada um, cada um. Valeu pelo comentário 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 12:27
    Permalink

    Oi, Cristiano! Tudo bem? Nossa, não sabia que esse novo "A Bruxa de Blair" já tinha sido lançado. Eu nunca vi o primeiro, mas por ser fã de cinema sempre ouvir falar nele e sei de toda a sua fama. Muito bom saber que esse novo filme faz jus ao primeiro e é bem bacana. Adorei a resenha! 🙂

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:40
      Permalink

      Opa! Tudo bem, Tony? Pois é, já está nos cinemas.
      Obrigado! Fico feliz que tenha curtido a resenha. E tente ir assistir!
      Valeu!

      Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:40
      Permalink

      Hehehehe, tá certo, Monique!

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 12:27
    Permalink

    Eu assisti ontem na pré-estreia e infelizmente, pra mim foi uma decepção como os dois filmes anteriores, devo admitir que amo o gênero terror e esse filma não foi o esperado.
    Art of life and books

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:51
      Permalink

      Tá certo. Mas se você não havia gostado do primeiro, realmente não tem porque gostar desse. Mas pelo menos você conferiu os três, hehe 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 14:02
    Permalink

    Olá, eu amo filmes de terror, principalmente se envolverem suspense psicológico junto! Fiquei feliz pelo filme ter agradado, pois estou com muita vontade de vê-lo! Espero gostar tanto quanto você.

    beijos,

    Jéssica – pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:53
      Permalink

      Olá Jessica! Vou torcer pra que você curta então 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 14:07
    Permalink

    Olá Cristiano,
    Fiquei sabendo desse lançamento e já estou bem animada para assistir, mas não tenho a coragem de ver no cinema rsrsrs, não é para mim ver filmes de terror em tela grande demais, já sou assustada por natureza.

    Abraços!
    Amanhecer Literário

    Resposta
    • 17 de setembro de 2016 em 23:55
      Permalink

      Ahhh que bom! Tomara que você curta, Leisiane.
      Depois volte e conte o que achou 😉

      Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:00
      Permalink

      Hehehe, entendo.
      Mas tem muito filme bom por aí pra você que não curte terror, certo 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 18:36
    Permalink

    Puxa, eu tenho muita curiosidade com essa história desde o primeiro filme, mas ainda não tive coragem de assistir nenhum dos dois (ou três). Vou ver se consigo assistir sem som hahaha Ótima resenha!Abraço! 🙂

    Red Behavior

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:01
      Permalink

      Olá Maria Eduarda! Assista assim! Aproveita agora!
      E obrigado pelo comentário 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 19:35
    Permalink

    Olá, Cristiano.
    Só fiquei sabendo desse filme ontem. Eu não assisti o primeiro filme e confesso que não gosto de filmes que ficam mostrando imagens pela câmera. Assisti Quarentena e achei horrível. E se esse for assim vou passar longe hehe.

    Blog Prefácio

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:03
      Permalink

      Hahahaha! Tá certo, Sil!
      Eu adoro Quarentena! Então faça isso mesmo, passe longe! Hehehehe
      Obrigado por mais um comentário 😉

      Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:04
      Permalink

      Hehehe, sei bem como é, Nessa. Mas eu gosto de sentir isso aí que você falou 😉

      Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:06
      Permalink

      Hahahaha! Tomara, Michael!
      Obrigado pelo 'amei'! Valeu!

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 21:17
    Permalink

    Olá, Cristiano.
    Para um 4 ter vindo de você, o filme tem que ser bom mesmo.

    Não me importo do filme repetir a mesma fórmula do primeiro. Como você bem disse, são outras tecnologias, logo, o filme acaba ganhando novas características também. rs

    Acho que darei uma chance para a obra.

    Desbravador de Mundos – Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:11
      Permalink

      Olá meu amigo Desbravador! Pois é, esse 4 é por tudo o que o primeiro filme representou, sabe? E pelo pouco a mais que esse novo filme trouxe. Ah, eu gostei. Mas tem crítica acabando com o filme. Enfim.
      Assista e tire suas conclusões 😉
      Abraço!

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 22:05
    Permalink

    Não gostamos e também não temos coragem de assistir esse filme!!

    beijos

    onlyinspirations.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:13
      Permalink

      Hehehe, tá certo.
      Assistam então filmes que gostem e tenham coragem de assistir 😉

      Resposta
  • 15 de setembro de 2016 em 22:33
    Permalink

    Oi, Cristiano!
    Não tenho a mínima vontade de ver esse filme. Não curto filmes do tipo found footage. Até achei o trailer interessante, mas não gastaria meu money para ver no cinema.
    Fico feliz que tenha curtido. Creio que, para os fãs, seja um bom filme mesmo.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento…"
    http://www.leandro-de-lira.blogspot.com

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:14
      Permalink

      Oi Leandro! Tá certo, entendi.
      Também fiquei feliz da vida de ter curtido! Hehehe
      abraço e volte sempre!

      Resposta
  • 16 de setembro de 2016 em 00:29
    Permalink

    Oie Cristiano =)

    Bruxa de Blair é muito nostálgico para mim rs… Lembro que quando eu estava no primeiro ano de Ensino Médio só se falava nesse filme e eu mesmo morrendo de medo assisti. Confesso que não entendi nada do primeiro e não curti muito o segundo. Não sei se hoje esse seria um tipo de filme que me atrairia, mas talvez pelos bons tempos é capaz de eu dar uma chance.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:16
      Permalink

      Oi Ane! Adorei o comentário, cheio de memórias! Hehehe
      Junte uns amigos e vá sim ao cinema o/
      Valeu!

      Resposta
  • 16 de setembro de 2016 em 01:07
    Permalink

    Oi
    curti a resenha, mas nem sou de assistir filmes desse gênero só que li em um site falando que ele nem chega a dar medo. Eu sou muito medrosa para esse tipo de filme.

    momentocrivelli.blogspot.com

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:18
      Permalink

      Olá Denise!
      Então, na verdade o terror do filme é psicológico, você vai ter medo se embarcar na história, e não porque vai ver coisas, sabe? Mas, acho que tem gente que vai realmente falar muito mal, mas serão aqueles que não eram muito fãs do primeiro – o que NÃO É meu caso 😉
      Valeu!

      Resposta
  • 16 de setembro de 2016 em 01:45
    Permalink

    Oi, Cristiano

    Eu assisti (ou tentei assistir) ao primeiro há uns dois anos mais ou menos e te confesso que não curti, tanto que nem terminei o filme. Achei cansativo e nada assustador. Esse negócio de câmera balançando, imagens desfocadas, tremidas, não é comigo não. Rs

    Beijo
    – Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:19
      Permalink

      Hehehe, tá certo, Tamires. Então, passe longe!
      Hahahaha!
      Valeu pelo comentário!

      Resposta
  • 16 de setembro de 2016 em 16:29
    Permalink

    Oláá!!
    Estou LOUCAAA para ver esse filme. Amo terror, suspense e qualquer coisa que dê susto, medo e variantes.. hehe
    Eu assisti ao primeiro e adorei. Mas sou uma dessas pessoas que nunca ficou sabendo que teve continuação. Ainda bem que veio esse para me assustar!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:20
      Permalink

      Hehehe, tomara que você curta bastante, Tamara.
      Mas ter gostado do primeiro já é meio caminho andado pra gostar desse 😉

      Resposta
  • 17 de setembro de 2016 em 18:19
    Permalink

    Eu amo as resenhas dos filmes do blog <3
    Eu ainda não assistir por falta de tempo e porque estou doente, mas estoou louca para assistir o filme.
    Bjs!

    Refúgio da Ju

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:27
      Permalink

      Olá Juliana!
      Puxa, que bacana que curte as resenhas!
      Um <3 pra você também!
      Valeu!

      Resposta
  • 17 de setembro de 2016 em 23:38
    Permalink

    Bom, eu com certeza não vou querer passar uma noite no meio de uma floresta, hehe.
    Não lembro muito dos dois primeiros filmes, portanto gostaria de assistir este lançamento e imagino que vá gostar pois, adoro tramas de terror.

    Bj, Van – Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 18 de setembro de 2016 em 00:28
      Permalink

      Hehe, tá certo. Recomendado, Vanessa.
      E acampar no meio de uma floresta, nem pensar!
      Hehehe
      Valeu!

      Resposta
  • 18 de setembro de 2016 em 13:49
    Permalink

    Oi Cristiano!
    Eu não vi o primeiro filme porque não curto esses filmes que ficam tremendo a câmera, fico com tontura…
    Realmente, não dá pra acampar no meio da floresta de jeito nenhum! Esse povo não aprende?!

    Obs: Tem sorteio novo no blog!

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

    Resposta
    • 19 de setembro de 2016 em 03:41
      Permalink

      Hehehehe, não é Sora?! Povo vai, some, desaparece, e lá vai mais uma cambada cheios de muita coragem acampar na mesma floresta!!! Ai ai ai…
      Valeu pelo comentário 😉

      Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:57
      Permalink

      Vai lá, Anna! Coragem! Vai sim pro cinema o/

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.