Meu Cunhado è um Vampiro [Crítica do Filme]

Mais um filme do Leandro Hassum na Netflix! Eu esperava algo bem natalino, já que ainda não superei “Tudo bem no Natal que vem”, mas me entregaram uma comédia bem ao estilo Sessão da Tarde com vampiros! E gostei mesmo assim.

Fernandinho é um ex-jogador de futebol que agora grava seus programas com dois amigos e tem um auxiliar técnico chamado Ameba (Caio Mendonça). O protagonista tem uma filha mais velha do seu primeiro casamento, Carol (Mel Maia) e mora com a atual esposa, Vanessa (Monique Alfradique), e sua filha mais nova. Em uma noite seu cunhado que não aparecia há anos, chega na sua casa para ficar em tempo indeterminado.

Fernandinho não gosta do cunhado que realmente é folgado, mas aos poucos vai notando coisas estranhas nele e descobre que Greg (Romulo Arantes Neto) é um vampiro! No começo o protagonista só queria expulsar o cunhado da casa e proteger a família, o que decepciona bastante sua filha Carol. No entanto, depois que alguns conhecidos também se tornarem vampiros, Fernandinho entende que precisa salvar o mundo!

O longa tem todo o humor característico de Hassum, mas tem um roteiro interessante porque mostra a aproximação do protagonista com sua filha mais velha que é uma jovem gótica! Fernandinho é um personagem que não aguenta mais a comida saudável da esposa e é um homem bem medroso, mas encara seus medos para tentar conter o cunhado!

O filme é dirigido por Alê McHaddo, mesma diretora de Amor sem Medida e o roteiro inconfundível de Paulo Cursino (Até que a morte nos separe). A história é bem simples, cheia de clichês e laços familiares, mas que em alguns momentos surpreende com algumas piadas. A química dos atores se reflete bem, principalmente na relação de Fernandinho, Carol e Ameba, um trio com personalidades bem diferentes. Também achei perspicaz as referência com o futebol, tem algumas muito boas com o Vasco! Vale ressaltar que, apesar dos efeitos especiais não serem dos melhores, a produção é boa!

Despretensioso, Meu cunhado é uma Vampiro não fica devendo em nada a filmes americanos do mesmo estilo. Não é nada profundo ou original e nem se propõe a ser! É um filme que mistura comédia com elementos sobrenaturais com situações improváveis! Indicado para a família em uma tarde preguiçosa. E ainda, quem sabem pode ter uma continuação!

FICHA TÉCNICA

Título: Meu Cunhado è um Vampiro
Direção: Ale McHaddo
Data de Lançamento: 24 de dezembro de 2023
Netflix

Michele Lima

2 thoughts on “Meu Cunhado è um Vampiro [Crítica do Filme]

  • 31 de dezembro de 2023 em 13:18
    Permalink

    OI MI! Achei mesmo que é um filme com cara de família, para passar o tempo de maneira divertida. Não conhecia, mas acho que deve ser bem bacana. Feliz 2024!!!
    Bjos!!
    Moonlight Books

    Resposta
  • 2 de janeiro de 2024 em 10:04
    Permalink

    O povo não tem mais o que inventar, não é mesmo?!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!