Com carinho, Kitty [Crítica da Série]

Com carinho, Kitty

Os fãs de Para todos os garotos que eu amei conheceram a simpática Kitty há alguns anos. Cupido e responsável por bagunçar parcialmente a vida da irmã, Lara Jean (Lana Condor), a personagem roubou a cena várias vezes nos filmes! Agora ela ganha uma série só pra ela.

Kitty (Anna Cathcart) resolve estudar na Coreia do Sul, na escola internacional Kiss, lugar onde sua mãe também estudou. Em busca de se reconectar com a falecida mãe e ficar perto do namorado Dae (Choi Min-young), ela chega de surpresa ao lugar e ganha uma surpresa maior ainda: seu namorado tem uma namorada!

Logo de início sabemos que a relação de Yuri (Gia Kim) e Dae é uma farsa. Yuri precisa de um namorado de mentira para esconder de sua mãe seu relacionamento com Juliana (Regan Aliyah), que foi afastada da escola, e Dae precisa de dinheiro para se manter. E com isso Kitty fica sem entender nada por um bom tempo.

Paralelamente ao drama amoroso, Kitty descobre algumas coisas de sua mãe, que era amiga da mãe de Yuri, hoje atual diretora da escola. E essa parte da história guarda um bom plot twist. Outro plot bem revelador é sobre os sentimentos da Kitty que não são por Dae. Bem como os sentimentos de Min Ho (Sang Heon Lee), um dos melhores amigos de Dae, pela Kitty.

A série tem um toque bem forte de dorama e a dorameira que vive em mim amou. No entanto, o roteiro se mostra bem preguiçoso em alguns momentos, com muita conveniência exagerada. Por exemplo, Kitty encontrar o hospital onde supostamente sua mãe esteve, conseguindo informações médicas de uma rapidez invejável a qualquer investigação séria, sem contar a quantidade de vezes que a protagonista cai nos primeiros episódios. Algumas situações na série foram bastante forçadas, mas ao contrário do que alguns possam achar, não achei o mesmo dos sentimentos de Kitty.

Dae é um personagem que ficou desinteressante ao longo dos episódios, enquanto Yuri e Min ho se tornam bem mais interessantes! E a série vai se tornando quase uma quadrilha amorosa, onde um gosta do outro que gosto do outro e assim vai.

Com Carinho, Kitty é uma produção gostosa de assistir. Tem suas falhas por um roteiro cheio de preguiça, mas os personagens são ótimos, carismáticos e diversos! Os episódios curtos e divertidos facilitam demais também! Espero que tenha uma segunda temporada. 

Michele Lima

One thought on “Com carinho, Kitty [Crítica da Série]

  • 23 de maio de 2023 em 12:59
    Permalink

    Confesso que a série não me interessou muito, mas adorei sua resenha. Bem detalhada.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!