O Menu [Crítica do Filme]

Sem dúvida a presença de Anya Taylor-Joy e Ralph Fiennes chama a atenção no filme O Menu, mas a premissa estranha também. Sabemos que toda a história se passa em um jantar, mas o que exatamente vai acontecer em cada prato é uma surpresa!

Logo de cara a gente percebe algo estranho no ar, um grupo pequeno vai até uma ilha degustar de um jantar de um chefe de cozinha renomado. Ele e sua equipe trabalham e moram no lugar, usufruindo da natureza local e da gastronomia. Um dos casais por exemplo já foi outras vezes lá e todos estão bem animados com o menu de degustação, principalmente Tyler (Nicholas Hoult) que se mostra extremamente obcecado com a comida. Margot (Anya Taylor-Joy) é sua acompanhante. No grupo também temos uma crítica de culinária, um ator famoso em decadência e sua empresária, um casal mais velho e 3 homens ricos que trabalham para o investidor do restaurante.

Os funcionários são completamente subordinados ao chefe e Slowik (Ralph Fiennes) a cada apresentação do prato se torna mais e mais macabro. Tyler adora tudo,  considerando o chefe um verdadeiro Deus, mas Margot começa a desconfiar bastante. Até que as intenções do Chef Slowik ficam bem claras e todos entram em desespero. Cada um tem um motivo para ter sido escolhido para aquele jantar, exceto Margot que foi de última hora com Tyler e não estava nos planos daquela noite.

Os motivos para a escolha de cada grupo é revelado por Slowik, mas parece tudo muito superficial, em partes entendo que seja para elucidar a loucura do Chef, mas ainda assim a falta de profundidade afeta bastante o roteiro, principalmente por conta do final. Os personagens vão de assustados para parcialmente conformados e tudo termina sem as devidas explicações. Só fica evidente que Slowik e sua equipe enlouqueceram e tratam todos os absurdos com muita naturalidade. Características que parecem também tomar conta dos clientes na cena final. Apenas Margot realmente parece uma pessoa bem astuta e perspicaz.

Os diálogos são bem interessantes e as interações de Slowik e Margot são ótimas! O suspense é bem satisfatório na trama e apenas da comida ser um dos pontos importante na história, acaba ficam bem em segundo plano, exceto por um determinado hambúrguer, que realmente deu água na boca. 

Enfim, O menu me agradou pelo mistérios e suspense, mas peca no fim com resolução fajuta., infelizmente.

FICHA TÉCNICA

Título: O Menu
Título Original: The Menu
Direção: Mark Mylod
Data de lançamento: 1 de dezembro de 2022
Searchlight Pictures
Disponível no Star +

Michele Lima

One thought on “O Menu [Crítica do Filme]

  • 1 de fevereiro de 2023 em 15:13
    Permalink

    É uma premissa bem diferente e criativa esse filme. Gostei muito da resenha!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!