O Urso [Crítica da série]

O Urso (The Bear), disponível no Star+, foi uma grata surpresa. Confesso que não estava tão animada para a série, mas me empolguei já no primeiro episódio! Tensão atrás de tensão e incrivelmente tudo desenvolvido em média de 30 minutos por episódio!

Carmen (Jeremy Allen White) é um cozinheiro renomado que herda do falecido irmão uma lanchonete à beira da falência! Como se não bastasse as dificuldades financeiras, ele também encontra resistência nos funcionários para mudar as coisas na cozinha, principalmente por parte de Richard (Ebon Moss-Bachrach), chamado de “Primo” por Carmen. 

Carmen e sua irmã Sugar (Abby Elliott) sofrem com o luto, mas o protagonista não consegue enfrentar bem os sentimentos. É bem visível que ele está sob pressão e é teimoso sobre a venda do lugar. Ele não tinha ideia do que o irmão Mike estava fazendo com a própria vida e com o restaurante. Carmen passa por várias fases do luto, mesmo que isso não seja dito explicitamente, mas dá pra perceber que algum momento além da depressão ele sente raiva do suicídio de Mike.

A lanchonete The Beef passa por vários problemas e me impressiona como Richard é um personagem muitas vezes intragável, mas cheio de camadas. Ele é insuportável, mas também sente falta do amigo Mike e tem uma enorme resistência em mudar as coisas e também medo de não ser mais importante. Tina (Liza Colón-Zayas), uma das cozinheiras do local, também não aceita muito bem as coisas, ainda mais quando Carmen contrata o brilhante Sidney (Ayo Edebiri) que passa a comandar a cozinha também.


Sidney vai aos poucos sendo uma personagem extremamente importante na série, ganhando um plot bem interessante. E vale destacar também Marcus (Lionel Boyce), que passa a se interessar mais em ser confeiteiro, é o primeiro a aceitar todas as mudanças.

Em poucos minutos de episódios muita coisa acontece, a tensão e pressão no trabalho da cozinha é palpável, o que faz com que os atores e a direção ganhem um grande destaque na qualidade do trabalho que fazem. Jeremy Allen White está excepcional em várias cenas.

O Urso pode parecer uma série sobre cozinha, mas vai muito além disso, o luto, traumas,  as relações de trabalho, ambições pessoais, são bem tratadas na série que se mostra uma excelente produção. Curta, tensa, nada entediante, O Urso ainda tem fôlego para mais. Aguardo ansiosamente a segunda temporada.

Michele Lima

One thought on “O Urso [Crítica da série]

  • 9 de janeiro de 2023 em 16:16
    Permalink

    É outra que quero muito assistir também. Uma das grandes surpresas de 2022.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!