Wandinha [Crítica da Série]

Eu já estou, há muito tempo, cansada de séries adolescentes, mas esta não é uma série sobre qualquer adolescente, estamos falando de Wandinha Addams! Que assim como eu parece não ter muita paciência para temas adolescentes! Uma garota sarcástica, sádica, inteligente, fria, debochada, não suporta a mediocridade ao seu redor, entre outras características maravilhosas!

Wandinha (Jenna Ortega) começa a série numa escola com pessoas padrões (e aqui existe uma definição muito clara que divide o mundo entre os padrões e excluídos – vampiros, lobisomens, sereias, etc). No entanto, seu irmão sofre bullying e a protagonista se vinga numa cena maravilhosa com direito a Édith Piaf de trilha sonora. Expulsa da escola, Wandinha acaba no antigo colégio dos seus pais, Nunca Mais, onde só tem excluídos, além disso, é obrigada a fazer terapia.

Claro que Wandinha tenta fugir da escola, mas desiste quando se depara com uma onda de assassinatos cruéis, com um monstro rondando a floresta e uma imagem que tudo indica que ela será responsável por algo muito ministro na escola. Assim, à medida que o protagonista avança nas investigações, sabemos também um pouco do passado da família Addams e alguns segredos dos personagens.

Os coadjuvantes nessa história são muito bons e todos acabam sendo suspeitos de ser o monstro que está matando nas redondezas. Temos dois garotos interessados na Wandinha, o filho do xerife, Tayler (Hunter Doohan) e Xavier (Percy Hynes White), ex-namorado de Bianca (Joy Sunday), grande rival de Wandinha na escola. Temos a colega de quarto da protagonista, Enid (Emma Myers), simpática e o oposto de Wandinha, a misteriosa diretora, Larissa Weems (Gwendoline Christie), que parece ter rancor de Mortícia (Catherine Zeta-Jones) e a única professora padrões da escola, Marilyn, também um tanto misteriosa, interpretada por Christina Ricci, a nossa antiga e querida Wandinha dos filmes. E vale destacar também a Mãozinha, um ótimo alívio cômico várias vezes.

Wandinha é uma história cheia de mistérios e o plot principal é bem instigante, embora caia em alguns clichês. Com oito episódios de longa duração a série não cansa e tem uma ambientação muito boa, tudo ao toque de Tim Burton.

Jenna Ortega está maravilhosa como Wandinha Addams! Sensacional a cena dela dançando! E vale ressaltar a evolução da personagem que precisa se adaptar ao novo ambiente e inclusive ter amigos, sem perder a sua essência macabra e mórbida.

Sem dúvidas é uma das melhores produções recentes da Netflix, vale muito a pena conferir. 

Michele Lima

One thought on “Wandinha [Crítica da Série]

  • 9 de janeiro de 2023 em 16:44
    Permalink

    Todo mundo está falando bem dessa série. Quero muito assistir!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!