Estante Trash: Shakma


Shakma é lembrado até hoje como o filme do babuíno assassino que ficou em primeiro lugar no Ibope da TV Bandeirantes numa tarde qualquer dos anos 90 e incomodou a toda poderosa Rede Globo. Outras emissoras, inclusive a própria Globo, passaram a exibir filmes de terror pra disputar a liderança no horário. Grande Shakma.

A história, mesmo batida, funciona: um grupo de estudantes de medicina reunidos para um jogo de RPG é atacado por um babuíno extremamente agressivo, que foi usado em uma experiência laboratorial. A droga usada é capaz de reduzir a agressividade em humanos, porém no babuíno obteve o efeito contrário e ele passa a perseguir um a um dos estudantes.

Não é todo dia que se vê um slasher movie com um babuíno no lugar do psicopata. Apesar da inspiração direta em Os Pássaros (1963) e Tubarão (1975), Shakma está mais para Halloween (1978) e Sexta-Feira 13 (1980), só que num ambiente claustrofóbico.


Dirigido pela dupla Hugh Parks e Tom Logan, Shakma dura até um pouco mais do que deveria, mas o resultado é muito bom, levando-se em consideração o fiapo de história. Não foi usado CGI, o que vemos em cena são efeitos práticos utilizando o próprio animal – algo que hoje causaria muita polêmica e o cancelamento do filme, todo elenco e equipe. A produção barata não o permite ser de outra categoria a não ser o terror trash, mesmo com a mensagem séria sobre a revolta da natureza contra os seres humanos.

Ao término da projeção, uma dúvida permanece: quem é o vilão da história, Shakma ou a Indústria Farmacêutica?

*disponível completo no YouTube

FICHA TÉCNICA

Título: Shakma
Direção: Tom Logan, Hugh Parks
Data de lançamento: 1990

Italo Morelli Jr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.