Arremessando Alto [Crítica do Filme]

Mais um filme do Adam Sandler na Netflix e agora com a maravilhosa Queen Latifah! Diferente de outros filmes do ator, Arremessando Alto é um leve drama sobre um jovem lutando para conseguir uma vaga na NBA.

Stanley (Adam Sandler) vive de país em país trabalhando como olheiro para o 76ers, ele é muito bom no que faz, mas seu sonho é trabalhar na área técnica. Quando o dono do time finalmente o dá espaço para ser assistente técnico, ele morre e o filho assume o comando. Não demora muito para o boçal do Vince (Ben Foster) tirar o emprego de Stanley e o colocar de novo como olheiro.

Na expectativa de ser seu último trabalho neste cargo, Stanley está na Espanha em busca de novos jogadores quando descobre Bo Crus (Juancho Hernangómez que é jogador profissional)  jogando na rua e fazendo um verdadeiro espetáculo em quadra. Stanley tem certeza de que Cruz será um jogador incrível e o convence a ir para os Estados Unidos com ele. No entanto, Vince não se convence e não aceita o garoto, deixando o protagonista pagando pela estadia do jovem sozinho.

Stanley não desiste de Bo Cruz, realmente acredita no seu potencial e o treina para ficar melhor e conseguir uma vaga na NBA.

A história envolvendo dificuldade no esporte não é nada original e o longa chega a ser previsível em alguns momentos. Entretanto, o roteiro e direção conseguem trabalhar bem os clichês. Tem uma pitada de humor e ainda conseguem construir uma relação muito boa entre Stanley e Cruz, do tipo que faz qualquer um torcer por eles. Queen Latifah embora seja uma coadjuvante de luxo, sua personagem tem carisma ao ser uma parceira incrível ao apoiar os sonhos do marido.

Stanley é um personagem que tem uma boa carga dramática, com um passado cheio de remorsos, tudo explorado superficialmente, mas Adam Sandler se destaca no drama. Já Bo Cruz é um personagem introspectivo, emotivo a ponto de se perder na quadra com qualquer provocação, mas extremamente talentoso. Juancho Hernangómez também se sai bem e se mostrou bastante carismático. 


O longa tem a típica mensagem de superação e mostra que no esporte não basta só ter talento, é preciso dedicação e concentração. É um filme leve, com boas atuações e bons personagens. Indicado até para quem não curte basquete.

Trailer

FICHA TÉCNICA

Título: Arremessando Alto
Título Original: Hustle
Direção: Jeremiah Zagar
Data de lançamento no Brasil: 8 de junho de 2022
Netflix

Michele Lima

One thought on “Arremessando Alto [Crítica do Filme]

  • 22 de junho de 2022 em 11:56
    Permalink

    Parece que Adam encarna um papel bem diferente do que estou acostumado a assistir dele.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.