Armadilha Explosiva [Crítica do Filme]

Armadilha Explosiva é um filme francês dirigido por Vanya Peirani-Vignes e o suspense é garantido!

Sonia (Nora Arnezeder) é uma especialista em desarmar bombas, mas o que ela menos espera é estar em um carro que pode explodir a qualquer momento!

Em um estacionamento em Paris, Sonia fica presa em seu carro, junto com seu filho Thomas (Marius Blivet) e Zoé, filha de seu namorado Fred (Pierre Kiwitt), que ficou do lado de fora, sem poder fazer nada. Uma mina antitanque foi instalada em seu carro e pra conseguir sair dessa situação ela tem ajuda dos colegas de trabalho Igor (Radivoje Bukvic) e Camille (Sara Mortensen)!

O longa começa realmente tenso, numa contagem regressiva da bomba em 30 minutos, o que faz esses minutos iniciais muito bons, mas depois o restante de quase um hora o filme se arrasta um pouco e apesar do suspense e do bom drama com uma família dentro de um carro com uma bomba, a tensão acaba se dissipando em alguns momentos.  No entanto, além de outra surpresa dentro do veículo, o filme se destaque bastante por ser rico em detalhes técnicos, passando uma boa veracidade. 

Acredito que talvez a grande falha é que apesar do elo familiar entre Sonia e as crianças e da tensão de Fred do lado de fora, o roteiro peca em não nos apresentar antes os personagens e com isso, a ligação com eles não seja tão forte. Sonia é uma boa protagonista, inteligente, corajosa, mas realmente fiquei mais angustiada pelas coitadas das crianças e só. 

O filme traz questões políticas, Ucrânia, vingança, elementos até que bem interessantes na narrativa e que são usados para a explicação da bomba, mas o roteiro se arrasta no meio do filme, mesmo com a boa direção de Vanya Peirani-Vignes.

Armadilha Explosiva, produzido pela mesma equipe do cineasta Luc Besson (O Quinto Elemento e Lucy), agrada na primeira meia hora pela tensão da contagem regressiva e depois pelo desenvolvimento do drama das pessoas dentro do carro e os motivos para alguém ter feito isso com eles. Mesmo com problemas de ritmo, é um filme com uma boa trama. 

Trailer

FICHA TÉCNICA

Título: Armadilha Explosiva
Titulo Original: Blast | Déflagrations
Direção: Vanya Peirani-Vignes
Data de lançamento: 16 de junho de 2022
A2 Filmes

Michele Lima

2 thoughts on “Armadilha Explosiva [Crítica do Filme]

  • 16 de junho de 2022 em 10:48
    Permalink

    Olá, Michele.
    Que pena que o filme pecou na empatia. É dificil um filme manter essa tensão o tempo todo, tem que ter um algo a mais para prender quem está assistindo. Mas ainda assim é um filme que eu assistiria.

    Prefácio

    Resposta
  • 22 de junho de 2022 em 12:00
    Permalink

    Parece prender a atenção do telespectador. Apesar de não ser o meu gênero preferido, tenho vontade de assistí-lo!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.