TAB: Transtorno Afetivo Bipolar [Resenha Literária]

Mesmo que você não sofra de Bipolaridade ou transtornos de humor, dificilmente ficará indiferente a narrativa de Kay Redfield Jamison, psiquiatra e também paciente quando o assunto é Transtorno Afetivo Bipolar. É uma escrita tão fácil, leve e ao mesmo tempo crua sobre uma doença que acomete milhões de pessoas.

A autora faz um relato da sua vida, começando pela infância e adolescência e vida adulta e nos mostra como a doença afetou tanto as relações pessoais dela como a profissional. Kay tinha momentos incríveis, como se pudesse dominar o mundo com a sua capacidade intelectual extraordinária, mas depois passava por momentos de depressão suicida. As manias a faziam se comportar de modo extravagante, gastando muito e chamando a atenção por onde passava, mas mesmo estudando psiquiatria ela não conseguia se enxergar com o olhar do outro, além de sofrer muito com a medicação.


O lítio tem um papel extremamente importante na vida de Kay, mas até se adaptar com o remédio ela sofreu muito, principalmente porque a medicação alterava sua disposição para leitura e a autora não se sentia como se fosse ela mesma, odiava o que o lítio fazia com ela. E como todo paciente (e eu me enquadro demais nisso), achava que na fase boa poderia ficar sem o remédio, montava vários argumentos para convencer o seu médico, mas (ao contrário de mim), ela nunca conseguia. Kay passou por um ótimo profissional que não se convencia facilmente, sabia que Kay precisa e muito de ajuda. Só que certas coisas nenhum médico consegue fazer por nós, que é ter disciplina para se ajudar. 

Kay teve uma ótima ajuda profissional e encontrou um amigo que praticamente a vigiava quando a depressão a atingia demasiadamente, e acreditem, não é muito fácil manter as relações pessoais com transtornos de humor. Kay também fala bastante da sua vida acadêmica, como a livre docência lhe deu forças para continuar como psiquiatra e ajudar outras pessoas como ela. E também conta um pouco sobre sua vida amorosa, o que me agradou bastante. 

A edição de SOMOS Livros é maravilhosa, delicada e com uma capa lindíssima. Recomendo bastante a leitura, foi extremamente enriquecedora. 


FICHA TÉCNICA

Título: TAB: Transtorno Afetivo Bipolar
Autora: Kay Redfield Jamison
Editora Somos Livros / DarkSide® Books
Onde Comprar: Amazon e Somos Livros

Michele Lima

2 thoughts on “TAB: Transtorno Afetivo Bipolar [Resenha Literária]

  • 2 de janeiro de 2022 em 18:47
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu confesso que nunca li anda sobre esse assunto, mas já me interessei porque conhecimento é sempre bom e necessário. E a edição parece estar muito linda.

    Prefácio

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.