Mimadinhos [Crítica do Filme]

Eu sempre me surpreendo positivamente com filmes franceses e embora a comédia Mimadinhos disponível na Netflix seja bastante clichê e previsível, o longa agrada pela simplicidade e por ser despretensioso.

O milionário Francis (Gérard Jugnot) mora em Mônaco e tem três filhos bastante mimados, o protagonista até tenta dar um desconto a eles, se esforça para ajudá-los, mas um é pior do que o outro. Stella (Camille Lou) é uma mulher superficial, arrogante que vai se casar com um cara visivelmente interesseiro. Philippe (Artus) gosta de uma farra e gasta o dinheiro do pai com ideias mirabolantes e o mais novo, Alexandre (Louka Meliava), é o mais preguiçoso de todos e consegue ser expulso de todas as faculdades que frequenta.

No dia da festa de Stella, Francis tem um ataque cardíaco por conta dos filhos e resolve dar uma boa lição neles: finge que estão pobres e os obriga a passar um tempo na antiga casa em Marselha. Para comerem precisam trabalhar e a necessidade faz com que eles inclusive se aproximem mais.

Stella passa a trabalhar de garçonete e sofre com clientes chatos que são exatamente como ela era. Philippe trabalha em uma bicicleta que funciona como táxi e finalmente tem um ideia boa e Alexandre descobre que tem talento para obras assim como seu pai. Mas nada acontece muito fácil, todos eles acabam se encontrando na necessidade. Tudo de certa forma bem óbvio e não surpreende também quando o noivo de Stella descobre os planos do futuro sogro.

Apesar de não ser um filme extremamente engraçado, tem situações inusitadas e divertidas, mas o interessante mesmo é ver a relação de Francis com os filhos, já que ele percebe que por conta do trabalho ficou sem saber muita coisa sobre eles. Os filhos eram mimados e o pai negligente, a situação da falsa pobreza de certa forma os ajuda a se conhecerem melhor.

O roteiro de Laurent Turner se mostra até mais interessante e com toques dramáticos na reta final, surpreende quem imaginava um filme tonto com piadas do início ao fim.

Mimadinhos, que lembra o filme mexicano Los Nobles: Quando os Ricos Quebram a Cara, não é um longa nada inovador, não sai da zona de conforto de comédias do gênero, mas tem uma boa sátira sobre os ricos, uma boa química entre o elenco e é divertido.

FICHA TÉCNICA
Título: Mimadinhos
Título original:
Direção: Nicolas Cuche
Data de lançamento no Brasil: 26 de novembro de 2021
Netflix
Michele Lima

2 thoughts on “Mimadinhos [Crítica do Filme]

  • 9 de dezembro de 2021 em 12:56
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu vou anotar aqui para assistir quando voltar a assinar a Netflix porque me interessei bastante pelo tema apresentado no filme. E gosto muito de filmes que abordam relacionamento pais e filhos.

    Prefácio

    Resposta
  • 22 de maio de 2023 em 22:40
    Permalink

    Mimadinhos não lembra o roteiro do filme mexicano LOS NOBRES,é uma cópia descarada.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+