Elementos [Crítica do Filme]

Elementos é um filme muito injustiçado! Deveria ter tido uma bilheteria muito maior! Sim, tem todos os clichês da Pixar, mas é uma história tão aconchegante que vale a pena ser conferida!

Na Cidade Elemento os quatro elementos da natureza – ar, terra, fogo e água – vivem em harmonia ou ao menos tentam. Faísca é uma jovem que cresceu com seus pais no bairro do elemento fogo e se esforça bastante para no futuro comandar a loja do seu pai quando ele se aposentar. No entanto, a protagonista não tem muita paciência e ironicamente é de cabeça quente. Em um desses dias dias que ela perde um pouco a calma, acaba estourando um cano de água no porão da loja, o que é só a ponta do iceberg para vários outros problemas! Mas, é assim que ela conhece Gota, um jovem que trabalha no governo que a multa.

Gota é um personagem bem doce, chorão como toda sua família e vai ajudar Faísca a manter a loja do seu pai, mas os dois encontram um grande obstáculo: um vazamento que pode acabar com a vila inteira! E contra tudo que é ensinado a eles, os dois também se apaixonam! O que seria impossível, uma vez que um pode acabar com o outro, já que são fogo e água.

Como toda a animação Pixar, aqui também temos boas metáforas! A história tem uma parte de inspiração na infância do diretor Peter Sohn, filho de imigrantes coreanos que viveram nos Estados Unidos. É fácil perceber as referências à imigração, bem como o preconceito em relação ao diferente! Além de nos mostrar um amor supostamente proibido!

O longa acerta muito na questão visual, nas características dos diferentes elementos, embora pudesse ter explorado melhor a terra e o ar, principalmente por nos trazer personagens como a Névoa, chefe do Gota e o engraçado Turrão, do elemento terra

E ainda que o longa falhe em detalhar o interessante universo criado, nos entrega uma boa comédia romântica! Gota é um personagem masculino construído para desconstruir qualquer toxidade, sensível e amigo. Bom, sendo sincera, talvez ele seja sensível até demais, mas é Gota quem enxerga e apoia os talentos de Faísca. Já a protagonista é uma heroína cheia de energia (sem trocadilhos), carismática e um tanto cética, diria que extremamente realista. O casal funciona muito bem!

Elementos pode até ser um filme comum para os padrões Pixar, sem muitas surpresas, mas certamente agrada os pequenos e adultos! Terminei com a sensação boa de ter visto um bom filme. 

FICHA TÉCNICA

Título: Elementos
Título Original: Elemental
Direção: Peter Sohn
Data de Lançamento no Brasil: 22 de junho de 2023
Disponível até o momento no Disney+
Pixar/Disney

Michele Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+