Frankenstein; O médico e o monstro; Drácula

Em 2011 a Editora Martin Claret publicou medo clássico 3 em 1, uma edição linda que contava com Frankenstein, ou o Prometeu Moderno de Mary Shelley, O Médico e o Monstro de Robert Louis Stevenson e Drácula o Vampiro da Noite de Bram Stoker. Neste ano esses clássicos voltaram em uma edição impecável, capa dura com textura, laterais do livro envelhecidas, ilustrações e fita marca página, para ter orgulho de ver na estante e indispensável para os fãs de terror, suspense e aqueles que desejam conhecer esse mundo, já que essas histórias foram inspiração para todo o cenário desses gêneros.
O livro é iniciado por uma introdução de Mary Shelley, contado como chegou à criação de todo o terror psicológico que é Frankenstein com apenas 19 anos de idade. A autora, seu companheiro Percy Shelley, Lorde Byron e John Polidori estavam reunidos durante o verão de 1816 em Genebra e, em uma das noites discutindo e lendo contos de terror, Lorde Byron lançou o desafio de que cada um iria criar um conto, após uma noite de pesadelos, Mary Shelley, a única a terminar o desafio, criou a história que viria a ser uma das primeiras ficções científicas e clássico do terror.
A narrativa é composta pelas cartas de Robert Wanton, um capitão rumo ao Polo Norte, que escreve para sua irmã, Margareth Saville, pois não possui grande expectativa que sobreviva a aventura, no início acompanhamos nas cartas todo o sofrimento da expedição, até que relata ter visto um vulto grande em meio ao gelo, pouco depois encontra um jovem de aparência sofrida. Robert dá abrigo e alimento ao jovem, criando um laço afetivo com este, que após certo tempo se apresenta com Victor Frankenstein, que relata sua história a Robert, que escreve nas cartas para Margareth.
Victor nasceu na Suíça e aos 17 anos foi para a Alemanha estudar ciência moderna, na época vista como Alquimia, a busca do homem de dominar a matéria, vida e morte. Victor fica obcecado por criar um homem imortal, faz diversos estudos com cadáveres até que finalmente consegue reviver um homem, criado a partir de restos mortais. Porém, fica horrorizado com sua criação profana e o abandona, retornando a Genebra, dois anos depois é localizado por seu ser, que por sua aparência foi humilhado e maltratado e agora busca encontrar bondade em uma companheira que seja criada da mesma forma. Cabe a Victor decidir se deve ir contra a natureza, criando outra criatura desalmada ou recusar o pedido e sofrer as consequências de todo o mal que criou.
Dois corpos não ocupam o mesmo espaço, não é uma dúvida ou uma teoria, mas um fato científico. Em O Médico e o Monstro essa afirmação da física é posta em dúvida, poderiam Jekill e Hyde habitarem o mesmo corpo e estarem relacionados aos mesmos horríveis eventos? 
O advogado Utterson conversando com um parente toma conhecimento de uma situação de crueldade contra uma criança, vinda de um homem que se parece com uma criatura, não é conhecido por ninguém em Londres, além de ser único herdeiro do médico Dr. Henry Jekyll. O advogado vai até o médico e amigo insistindo para que retire de seu testamento o agressor, no entanto, o médico não pretende realizar nenhuma modificação e após um assassinato, Utterson começa a desvendar a morte de seu amigo e os experimentos de Henry Jekyll na busca de separar-se de sua personalidade animalesca e não domesticada.
Se você assistiu a filmes e mais filmes que adaptaram a história do Conde Drácula, prepare-se, pois a leitura do conto é completamente diferente, extremamente detalhada, sem pontas soltas e muito bem desenvolvida, o vampiro de Bram Stoker não é referência para todas as histórias de terror e ponto de partida para toda a cultura vampiresca à toa.
É narrada por quase todos os personagens participantes, através de cartas, diários e anotações, aprofundando os personagens e apresentando diferentes pontos de vista de uma mesma história. O advogado Jonathan Harker viaja para a Transilvânia para encontrar com o Conde Drácula, um homem que busca mudar-se para Londres, um anfitrião simpático e hospitaleiro. Aos poucos Jonathan passa a notar coisas estranhas e descobre que além de ser um prisioneiro, seu anfitrião é um vampiro. 
Sem noticias de seu noivo Jonathan, Mina em visita a sua amiga, Lucy, passa a acordar todas as noites com o sonambulismo da amiga, além de estar mais pálida a cada dia, buscando por ajuda encontram o Dr. Van Helsing, Lucy está cada vez mais pálida por uma perda excessiva de sangue, porém não apresenta qualquer ferimento de hemorragia, quando descobrem a causa decidem ir atrás do causador de todo o sofrimento.
Frankenstein, O médico e o Monstro e Drácula são livros de terror clássico, que abordam a natureza humana e a natureza do mal, em cenários sombrios e até mesmo góticos. Os três livros possuem um ritmo muito diferente, às vezes mais introspectivos, são extremamente detalhistas e exigem um tempo maior de reflexão e geram vários questionamentos de moral. Por mais que todos conheçam as três obras através de filmes, séries e referências, é completamente diferente ler e entrar nos mundos criados pelos autores, nos tormentos e agonias dos personagens, principalmente nessa edição da Martin Claret que completa toda a sensação de estar com histórias tão antigas e profanas nas mãos.
FICHA TÉCNICA
Título: Frankenstein; O médico e o monstro; Drácula
Autores: Mary Shelley, Robert Louis Stevenson,  Bram Stoker,
Onde Comprar: Amazon
Rafaela Alves

14 thoughts on “Frankenstein; O médico e o monstro; Drácula

  • 17 de julho de 2017 em 13:24
    Permalink

    Menina que arraso esse livro! Digo isso não só pela edição linda, mas pela reunião dos contos. O primeiro eu conheço, Frankstein, e Drácula também. Mas O médico e o monstro não.

    Já quero!

    Bju.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 16:03
    Permalink

    Oi Rafaela!

    Já li Drácula de Bram Stoker, ele é meu personagem favorito de todos os tempos, ele quase perdeu a posição para alguns mas continua forte, o que me incomodou no livro foi a morte dele, como foi escrita achei tão sem graça, o livro é um pouco lento mas a gente entende que como foi primeiro vampiro criado precisa explicar o processo com detalhes, eu quero muito ler Frankenstein, essa edição e perfeita e provável que eu compre ela. Amei sua resenha.

    beijinhos

    Resenha Atual

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 17:29
    Permalink

    Sempre babei por essa edição e a vontade de ler esses clássicos, mas a primeira vez que abri esse livro na Saraiva já desanimei. Achei a diagramação bem ruinzinha pelo fato de a letra ser minuscula.. pelo menos o que eu vi lá..

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 19:42
    Permalink

    Oi Rafaela, tudo bem?
    Achei essa edição incrível, a capa é muito linda!
    Nunca li nenhum desses clássicos, mas fiquei louca de vontade. =)
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 19:46
    Permalink

    Oi
    parece ser um bom livro, já conheço as histórias meio por cima, mas nunca cheguei ler elas em si, na primeira vez que olhei a foto achei que fosse um livro velho, depois que falou da edição e olhei de novo que reparei que era a capa, muito bem feita.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 20:35
    Permalink

    Olá, tudo bem? Que susto, achei que o livro estava todo estragado, hahaha, a editora arrasou mesmo, ficou demais! Adorei sua resenha e com certeza vou comprar o livro!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    Resposta
  • 18 de julho de 2017 em 00:09
    Permalink

    Olá Rafaela!
    Estou adorando essa onda de livros lindos com bom acabamento em capa dura. São três histórias que gostaria muito de ler. É o que você disse, conhecemos a partir de filmes, e acho que seria incrivel saber realmente da onde surgiram.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    Resposta
  • 18 de julho de 2017 em 19:06
    Permalink

    Oi Rafaela, como vai?
    Que capa linda! Eu não sou chegada a ler sobre terror, mas já assisti a várias adaptações desses livros e confesso que sua maravilhosa resenha me deixou com muita vontade de ler. Dica mais que anotada. Bjus
    http://www.docesletras.com.br

    Resposta
  • 21 de julho de 2017 em 00:06
    Permalink

    Como ficou a diagramação desse livro, as letras não ficaram pequenas demais para ler? Porque eu comparei o número de páginas com outras edições e notei que essa tem um número menor de páginas.
    Mas mesmo assim o trabalho gráfico dessa edição é perfeito, lindo livro.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!