Resident Alien – 2ª temporada [Crítica]

Resident Alien do SyFy disponível do Star+ é uma das minhas séries preferidas da atualidade. A primeira temporada foi ótima, acompanhamos Alan Tudyk como o extraterrestre que assumiu o lugar do Dr. Harry Vanderspeigle. Sua missão era destruir a Terra, mas seu envolvimento com Asta (Sara Tomko) o fez desistir da ideia. Sua relação com Max (Judah Prehn) que é o único que o enxerga em sua forma natural era o ponto mais cômico da série.

Já nesta temporada senti Max de escanteio, por outro lado, Sahar (Gracelyn Awad Rinke) ganhou merecidamente mais destaque com sua inteligência. Outros destaques foram as personagens mulheres, com direito a uma reunião engraçadíssima entre elas. Liv Baker (Elizabeth Bowen) começa a investigar os extraterrestres, Kate (Meredith Garretson) quer ter a vida profissional de volta, Judy (Jenna Lamia) segue como a tonta Judy e D’arcy Bloom (Alice Wetterlund) ganha sem dúvida um maior protagonismo, não só por ajudar sempre Asta, mas também por perceber que sua vida anda sem rumo. Já a Asta segue ao lado de Harry na tentativa de salvar a Terra.

Tantas coisas acontecem nessa segunda temporada com direito a um polvo que se comunica com Harry e Asta, um bebê alienígena e os protagonistas em Nova York que parece que a temporada foi dividida em duas! Ainda temos o plot da general McCallister (maravilhosa Linda Hamilton) que não desistiu de investigar os alienígenas, além de uma questão de viagem no tempo que foi uma surpresa para mim! Aliás, o final da temporada tem um ótimo plot twist. 


Resident Alien segue como uma comédia maravilhosa, impossível não rir das caras e bocas que o ator Alan Tudyk faz! Uma interpretação muito boa! Mas é uma série que se destaca também pelo lado ficcional e tem um toque de drama com a resistência de Harry em lidar com seus sentimentos sobre os humanos. Digamos que o E.T cada vez mais se torna humano e isso gera ótimos monólogos. 

Resident Alien teve lá seus defeitos, como a questão do vício em opioides ter sido tratado de maneira muito superficial, mas é uma série “confort”, engraçada, com ficção científica e ótimos personagens.

Michele Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!