Scrooge: Um Conto de Natal [Crítica]

Um Conto de Natal de Charles Dickens é uma história bem conhecida que já recebeu adaptações e serviu de inspiração muitas vezes nessa época natalina! Agora, a Netflix tem sua própria versão disponível no seu catálogo! E a animação é excelente!

Ebenezer Scrooge (no original dublado por Luke Evans) é um homem rabugento, extremamente avarento e que odeia o Natal, aliás, motivos para odiar essa época não faltam para o protagonista. Na véspera de Natal vemos Scrooge cobrando dívidas, sendo pão duro com um funcionário, negando doações e não suportando a felicidade alheia. No entanto, o espírito do seu ex-sócio, (que também era avarento como Scrooge) aparece que avisá-lo de que se ele não melhorar, o pós-morte dele não será nada bom. Para ajudá-lo, o parceiro falecido diz que três espíritos visitarão o protagonista.

O primeiro que aparece é o passado (dublado no original por Olivia Colman) que transporta Scrooge para alguns momentos de sua vida, quando sua irmã era viva e ele era noivo. Aqui entendemos um pouco o caminho que levou o personagem a ser o que ele é. O espírito do presente mostra o quanto a vida das pessoas ao seu redor é difícil e o futuro o destino terrível de Scrooge.

A obra é bastante popular e sendo assim, o enredo inevitavelmente é previsível, mas agrega positivamente algumas particularidades. Os efeitos visuais são incríveis e me fizeram ter vontade de assistir ao filme nos cinemas, as cores e iluminação dos momentos com os espíritos em contraste com cores frias da vida de Scrooge me chamaram bastante atenção. As músicas são do compositor Leslie Bricusse, ganhador de dois Oscars e combinam muito bem com cada cena.

Os espíritos são figuras bem interessantes, o falante espírito do passado, o engraçado espírito do presente e o espírito sombrio do futuro também apresentam personalidades que agradam na obra.

Apesar da previsibilidade e todos os clichês do gênero, Scrooge: um conto de natal é meu filme preferido na Netflix depois de Klaus que é uma ótima animação também!

FICHA TÉCNICA

Título: Scrooge: um conto de natal
Título Original: Scrooge: A Christmas Carol
Direção: Stephen Donnelly
Data de Lançamento: 2 de dezembro de 2022
Netflix

Michele Lima

2 thoughts on “Scrooge: Um Conto de Natal [Crítica]

  • 3 de dezembro de 2022 em 12:50
    Permalink

    Oi Mi! Eu lembro da adaptação com o Tio Patinhas que sempre amei, adorei saber que a história tem agora uma nova adaptação. É claro que vou ver.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+