Amor Rural [Crítica]

Amor Rural é um k-drama (ou dorama como preferir) adaptado da Web Novel de Park Ha-min (Accidental Country Diary), disponível na Netflix.

Han Ji-yul (Choo Young-woo) é de certa forma obrigado pelo avô a substituí-lo como veterinário em um povoado. Totalmente contrariado, o protagonista sofre para se adaptar ao campo, não só pelo costume de lidar com animais pequenos, mas também pelo modo como os moradores locais se comportam, de maneira um intrometida. A policial Ahn Ja-young (Park Soo-young) se esforça para ajudar Ji-Yul e a gente descobre que os dois se conheceram na infância, mas o veterinário não lembra. 

Ji-Yul no começo parece bem ranzinza, mas aos poucos vai lidando melhor com as situações do campo, inclusive com Ahn Ja-young, que tem uma enorme paciência! A policial tem um amigo de infância, Lee Sang-hyeon (Baek Seong-cheol) que dá claros sinais de que gosta dela mais do que como amigo. Assim, temos quase um triângulo amoroso! Destaque também para as senhoras do vilarejo um tanto fofoqueiras e intrometidas e que tem uma rivalidade com outro povoado, o que gera cenas bem cômicas. 

A ambientação do campo é bastante limitada e por vezes bem caricata, mas é um dorama que explora bem os dois protagonistas. Aos poucos vamos entendendo melhor a personalidade  de Han Ji-yul  e Ahn Ja-young e devo dizer que a policial é uma protagonista de fácil empatia. Generosa, ela quase não tem tempo pra ela, como se vivesse apenas para cuidar dos outros.

Amor Rural começa bem, mas perde o gás no decorrer na trama, tanto que achei que o enredo não tinha mais muita coisa a apresentar. No entanto, na reta final aparece uma personagem para balançar um pouco as coisas, algo que deu super certo e a história voltou a ficar interessante.

Ainda que com altos e baixos, Amor Rural me agradou, como tem uma média de 40 minutos (por vezes menos), é fácil de assistir. Recomendação para os amantes de romance.

Michele Lima

3 thoughts on “Amor Rural [Crítica]

  • 3 de janeiro de 2023 em 23:22
    Permalink

    Sendo bem sincera eu achei bem sem graça, é mais um Dorama pra quem gosta de romance, ele é bem levinho mesmo, sobre o “triângulo amoroso” acho que nem sentido fez já que ela sempre deixou claro que via o Lee Sang-hyeon como irmão, não achei que os protagonistas tinham química, só lá pro finalzinho que eles até que começaram a ter, Não achei grande coisa mas pra passar o tempo é legalzinho, principalmente por ser curtinho

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!