A Saga do Assassino: O Aprendiz de Assassino

Fazia alguns anos que eu estava querendo ler O Aprendiz de Assassino da autora Robin Hobb, mas sempre deixava para ler depois e com isso, acabei não lendo. Quando saiu a edição da Suma, fiquei encantada com a capa e resolvi que leria, porém, mais uma vez acabei deixando de lado, até que recentemente, com o lançamento do segundo livro, encarei a leitura. E sendo bem sincera, se o arrependimento matasse, estaria morta agora e não escrevendo essa resenha. Digo isso, pois logo de início adorei a escrita da autora e a forma que ela escolheu para narrar a história.

O Aprendiz de Assassino é o primeiro volume da série de sucesso chamada A Saga do Assassino. Esse primeiro livro foi publicado aqui no Brasil primeiramente pela Editora Leya e em 2019 a editora Suma relançou uma nova edição de tirar o fôlego.

Neste primeiro livro, temos a introdução do universo criado pela autora. Acompanhamos Fitz que é apenas uma criança quando é levado pelo pai de sua mãe, para o Castelo. Ele dá instruções para que o menino seja entregue ao pai, que é o príncipe Chivalry Farseer. O príncipe Chivalry não está no castelo, ele abandona tudo com a esposa. E por isso, acaba o protagonista sendo cuidado pelo Burrich, que é o homem de confiança do príncipe Chivalry.

Pelo pai ausente e por ser bastardo, Fitz é criado na corte, à margem da nobreza. E quando é visto pelo Rei dos Seis Ducados, ele acaba se tornando um dos homens do rei. E com isso, ao longo dos anos, ele vai sendo educado e se torna um aprendiz de assassino. Além disso, o jovem por ter o sangue da realeza em suas veias, ele acaba possuindo o talento que é uma habilidade de entrar na mente de outras pessoas. Se não bastasse ter essa aptidão, Fitz possui uma rara habilidade que o permite se comunicar com os animais, no entanto, essa magia, chamada de Manha, é considerada selvagem e maligna e acaba sendo mantida em segredo.


Numa narrativa em primeira pessoa (a história é contada pelo Fitz, porém mais velho), a autora traz personagens cativantes e ela vai aos poucos construindo o seu universo. Com isso, temos uma fantasia bem autêntica e com uma narrativa mais lenta, além dos capítulos longos. Por amar uma fantasia assim, não me incomodei com esses fatores. Muito pelo contrário! Fui degustando a leitura e a escrita da Robin é tão boa, que toda vez que eu pegava o livro para ler, ficava presa dentro das terras dos Seis Ducados.

De modo geral, eu adorei esse primeiro volume, principalmente na reta final do livro, quando a autora traz algumas reviravoltas e com isso faz com que alguns personagens secundários ganham destaques.

Para quem leu a versão antiga, aproveitam para reler essa da Edição Suma, pois a editora fez uma edição muito linda e manteve os nomes em inglês, já que no enredo os nomes representam uma característica do personagem. Achei bem legal fazerem isso, mostra o respeito da editora com a história.

Enfim, O Aprendiz de Assassino é aquela fantasia bem raiz e não tem romance. Se você, assim como eu, adora uma fantasia assim, super indico essa saga, que está conquistando o meu coração. Vocês vão adorar a escrita da Robin Hobb e seu universo

FICHA TÉCNICA

Título: O aprendiz de Assassino – Saga do Assassino #1
Autora: Robin Hobb 
Editora Suma / Companhia das Letras
Onde Comprar: Amazon

Ariane de Freitas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+