Pinóquio [Crítica do Filme]

Pinóquio é mais um da onda de live action da Disney que estreou no Disney+ com Tom Hanks como Geppetto.

O clássico da Disney é um conto de fadas e a versão atual segue na mesma linha, embora um pouco mais suave que o anterior. Geppetto é um artesão que ama criar relógios e um dia constrói um boneco de madeira, uma marionete. Na passagem de uma estrela cadente ele deseja que o boneco tenha vida e é o que Fada Azul (Cynthia Erivo) faz. Só que o Pinóquio quer ser um menino de verdade e pra isso ele precisa provar que é corajoso, verdadeiro e generoso, tendo como sua consciência o Grilo Falante (Joseph Gordon-Levitt).

Tudo vai bem para o protagonista até que Geppetto diz que ele precisa ir pra escola. A partir de então começa as aventuras de Pinóquio que é expulso do colégio por ser um boneco e não ser um menino de verdade, é vendido como marionete porque cai na armadilha de ter fama, mente, vai para Ilha dos Prazeres juntos com outros meninos que não querem obedecer os pais e na busca por Geppetto vai parar no interior de uma baleia. 

Pinóquio baseado na obra de Carlo Collodi e é cheio de metáforas! Sem dúvida a mais clara é do garoto que o nariz cresce ao mentir e emburrece quando não vai pra escola e não faz as coisas certas. No entanto, Pinóquio sempre foi mais do que isso, afinal, é um boneco de madeira que apesar de fazer tudo que qualquer pessoa faz (e um pouco mais) não é considerado um menino de verdade. Bom, não até mostrar altruísmo (assim como no caso bíblico de Jonas e a baleia), honestidade e obediência. O valor moral inserido em Pinóquio é bem forte e tudo é desenvolvido em uma enorme aventura!


A mensagem de Pinóquio segue a mesma no live action que tem a figura de Tom Hanks como um amoroso e gentil Geppetto. Temos o Grilo Falante como consciência e voz interior do protagonista e gosto bastante do peixe no aquário, inclusive em alto mar. Pinóquio tem toda a inocência de um menino e é bastante punido por não seguir as regras. É um protagonista humano e carismático.

O live action peca demais nos efeitos especiais e tira as partes mais polêmicas. Entretanto, apesar de entregar mais do mesmo, consegue manter a fantasia! O final pode se diferenciar em partes do original, mas se prestarem atenção nas pernas do boneco na última cena, perceberão que não é tão diferente assim. 

Enfim, apesar de ter lido muitas críticas negativas, me pareceu um bom live action infantil, mas que vai além da inocência da infância em vários momentos. 

FICHA TÉCNICA

Título: Pinóquio
Título Original: Pinocchio
Direção: Robert Zemeckis
Data de lançamento: 8 de setembro de 2022
Disney/ Disney+

 

Michele Lima

One thought on “Pinóquio [Crítica do Filme]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+