Justiceiras [Crítica]

Quando vi a sinopse de Justiceiras não me empolguei, ando muito cansada de histórias adolescentes! No entanto, dei uma oportunidade e me deparei com um filme nada original, mas bastante divertido!

Drea (Camila Mendes) é uma garota pobre, mas que se saiu muito bem na escola onde tem bolsa. Namora o cara mais popular e consequentemente é a mais popular também. Entretanto, tudo muda quando um vídeo íntimo é vazado. Com raiva, Drea sabe que foi o namorado Max  (Austin Abrams),  dá um tapa nele e com isso é excluída do grupo de amigos. Na verdade, Max, amado por todos, sai como vítima! Pior, começa a namorar a melhor amiga de Drea. 

Trabalhando no acampamento de tênis, Drea conhece Eleanor (Maya Hawke de Stranger Things), uma garota nova na cidade e na escola. Eleanor também foi vítima no passado de um boato infundado de que ela teria tentado beijar uma garota à força quando se declarou para ela. Assim, as duas protagonistas, com bastante coisa em comum, se tornam amigas e bolam um ardiloso plano de vingança!

É perceptível que tem mais coisas escondidas no enredo quando o plano começa, uma sensação de que algo está faltando na história das protagonistas e isso me fez ficar curiosa o filme inteiro! As suspeitas, o carisma das personagens e o bom ritmo não me deixaram entediada mesmo com tantos clichês envolvidos! Além disso, em certos momentos fica claro que as personagens estão passando do limite e eu queria saber como tudo terminaria!

A química de Camila Mendes e Maya Hawke é muito boa, a amizade das personagens delas também, inclusive quando fica muito mais complexa! São protagonistas nada santas, vingativas ao extremo e isso faz com o longa saia um pouco dos padrões, o que é muito bom.

O filme evoca muita nostalgia dos anos 90, vagamente lembra um Segundas Intenções bem menos intenso, inclusive com participação de Sarah Michelle Gellar, me lembrei também de Patricinhas de Beverly Hills e filmes do início dos anos 2000, como Meninas Malvadas. Sem contar as várias referências ao cinema e ótima trilha sonora!

Em suma, Justiceiras foi uma ótima surpresa, cheio de reviravoltas e protagonistas um pouco mais complexas do que o habitual. É um filme que recicla alguns temas e traz outros mais modernos. Foi uma ótima experiência. 

FICHA TÉCNICA

Título: Justiceiras
Título Original: Do Revenge
Direção:  Jennifer Kaytin Robinson
Data de lançamento: 16 de setembro de 2022
Netflix

Michele Lima

One thought on “Justiceiras [Crítica]

  • 21 de setembro de 2022 em 13:24
    Permalink

    Parece que vale a pena a assistida. Gostei bastante da resenha.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts interessantes. Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!