O Jogo de Amor – “Ódio” [Crítica]

Eu amo um “enemies to lovers” e O Jogo do Amor/ódio da Sally Thorne é um dos meus livros preferidos com esse tema e por isso, fiquei bastante feliz em saber da adaptação. Acho que boas comédia românticas funcionam melhor quando existe uma tensão entre os protagonista, como por exemplo em Como perder um homem em 10 dias

Lucy Hutton (Lucy Hale) e Joshua Templeman (Austin Stowell) trabalham juntos e se odeiam, brigam o dia todo! Os dois trabalham numa empresa que passou por uma fusão e cada um veio de um lado, os chefes são opostos e eles também. Para piorar tudo, agora eles vão competir por uma proteção! 

Lucy é sempre gentil, se dá bem com todos, sendo mais flexível, às vezes até demais. Já Joshua é muito mais rigoroso, sistemático e implacável. Os dois têm personagens diferente e aos poucos a  tensão e o tesão entre eles vai aumentando. Até que  Lucy passa mal e Joshua vai ajudá-la, assim a protagonista começa a descobrir um lado do colega que ela não sabia, No entanto, a rivalidade segue como um problema para eles.  


Lucy Hale e Austin Stowell possuem uma ótima química! Austin tem um jeito sério, frio e um tanto debochado que traz com Joshua muito bom para a adaptação e Lucy é o carisma em pessoa. O longa tem cenas levemente hot, muitos joguinhos entre os protagonistas, um pouco de comédia e um ótimo romance, tudo na medida certa! 

De modo geral, a adaptação segue bem o livro e funciona sem necessidade da leitura. É um longa previsível, cheio de clichês, mas com personagens que sabem manter a tensão no ar o tempo todo. Nada original, mas uma comédia romântica boa que consegue se sobressair entre as últimas lançadas no mercado. 

Trailer

FICHA TÉCNICA

Título: O Jogo de amor – “ódio”
Título Original: The Hating Game
Direção: Peter Hutchings
Data de lançamento no Brasil: 10 de junho de 2022
Prime Video

Michele Lima

4 thoughts on “O Jogo de Amor – “Ódio” [Crítica]

  • 12 de julho de 2022 em 16:36
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu assisti nesse final de semana e gostei muito. Achei até melhor que o livro porque o final funcionou melhor no filme do que no livro, que ficou muito corrido. E olha que nem gosto da Lucy hehe.

    Prefácio

    Resposta
  • 13 de julho de 2022 em 18:20
    Permalink

    Esse tipo de papel caiu como uma luva para a Lucy. Fiquei curioso em assistir.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta
  • 17 de julho de 2022 em 11:37
    Permalink

    OI Mi! O livro eu comecei a ler a acabei deixando de lado, mas o filme eu achei bom demais. Eu fui ver por causa da atriz e me surpreendi bastante, foi muito divertido. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.