Do Fundo Da Estante: Loved Up

Um ano antes de Trainspotting (1996) se tornar a obra cinematográfica que melhor sintetizava os anos 90, o canal britânico BBC 2 lançou este Loved Up, drama sobre Sarah (Lena Headey, ótima), uma jovem garçonete que conhece Tom (Ian Hart, muito bem também) um “raver” que a apresenta ao ecstasy e aos clubes noturnos britânicos.

Fascinada por seu jeito descolado, Sarah se apaixona por Tom que a envolve em seu estilo de vida marginal, onde ela encontra uma fuga das pressões que sofre da mãe alcoólatra (Linda Basset, roubando a cena) e envereda pelo submundo do tráfico de drogas. O seu único elo com o antigo lar é a irmã caçula Karen (a talentosa Milly Gregory) que tenta convencê-la a voltar para casa e cuidar da mãe. 

Loved Up é parte do projeto Love Bites, produzido em parceria com o departamento de Drama da BBC e Scene, o braço educacional da BBC, sendo exibido várias vezes no formato de dois episódios de 30 minutos nas escolas. Mostrando a cena clubber dos anos 90 sem moralismos, Loved Up descreve os anos 90 de forma real, divertida, sexy, um pouco melancólica e até informativa – não por acaso foi exibido para alunos britânicos, mas infelizmente nunca saiu em VHS ou DVD. Apenas a trilha sonora (com Leftfield, Prodigy e Orbital, a nata da música eletrônica da época) foi lançada.

O diretor Peter Cattaneo (do divertido Ou Tudo ou Nada, de 1997) já demonstrava talento para lidar com dramas humanos, retratando com notável equilíbrio as angústias de jovens em meio a crises existenciais, drogas, amizades e sexo sem compromisso. Cattaneo usa planos de câmera fechados, explorando mais o corpo dos atores e os diálogos do que o cenário em volta, reforçando ainda mais o jeitão de telefilme sem que isso prejudique o resultado final.

Na melhor cena, a mãe de Sarah tem um surto enquanto cozinha. A atuação de Linda Basset é impressionante e enriquece dramaticamente a história, que no final das contas, é sobre mulheres também.

* disponível no YouTube, sem legendas

Italo Morelli Jr. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.