Master [Crítica do Filme]

Master é um filme de terror do Prime Vídeo estrelado por Regina Hall, Zoe Renee, Amber Gray e dirigido  e roteirizado por Mariama Diallo. Pode, a princípio, pela questão do racismo, se assemelhar aos longas de Jordan Peele, mas sem o mesmo brilhantismo, embora ainda interessante. 

O filme acompanha três mulheres negras, em posições diferentes, em uma universidade de elite no estado de New Jersey, tendo um maior destaque para Gail Bishop (Regina Hall) nova tutora dos alunos, morando no campus em uma casa bem sombria e Jasmine Moore (Zoe Renee) uma caloura que sofre pra se enturmar com os colegas e acha que a professora de literatura Liv Beckman (Amber Gray) tem problemas com ela.

As mulheres negras passam por momentos de racismo e o tema é um dos pontos centrais da narrativa. Afinal, tudo que Jasmine passa é por conta da pressão dos estudos? Atos de racismo? Ou algo sobrenatural, já que a instituição foi construída perto do local de uma mulher acusada de bruxaria?

É interessante que mesmo Liv sendo uma professora negra, no começo é compreensível a indignação de Jasmine sobre suas notas, parece de fato que a personagem é perseguida, não só pela professora, mas até mesmo na biblioteca o racismo fica em evidência.. No quarto onde Jasmine mora com sua colega Amélia, uma pessoa se matou, aparece uma corda na porta delas, queimam uma cruz e a protagonista, que é sonâmbula, acorda sempre com marcas estranhas depois de pesadelos. Já na casa de Gail barulhos estranhos acontecem e até uma infestação nada comum de insetos. 


Durante todo o longa a tensão é crescente e a diretora trabalha muito bem em tomadas que até são mais clichê, com frases antes dos atos tentando nos direcionar para o que vai acontecer. O clima de suspense é ótimo e fiquei com a sensação de que algo ruim estava em iminência o tempo todo, mas poderia ter sido mais pesado se o roteiro não tivesse focado tanto no drama. Não é ruim, mas é uma evidente opção de Diallo

As personagens são bem cativantes, com suas diferentes histórias, mas na montagem do quebra-cabeça Liv e Gail ficam mais apagadas no começo, o que acaba tirando o fôlego do roteiro, diluindo os plots delas lentamente e beirando quase ao desinteressante em alguns momentos, No entanto, o suspense principal consegue carregar o filme. 

Entretanto, apesar de uma boa construção da história, o final pode frustrar alguns, além da previsibilidade eu realmente esperava uma conclusão melhor do que tudo que nos foi apresentado. É um filme em que a jornada vale mais a pena do que o final….

FICHA TÉCNICA

Título: Fantasmas do Passado
Título original: Master
Direção: Mariama Diallo
Data de lançamento no Brasil: 18 de março de 2022
Prime Vídeo

Michele Lima

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.