Depois [Resenha Literária]

Depois é mais um livro do King com uma criança protagonista! Bem mais curto do que obras como IT, mais leve do que O iluminado, cativante e com momentos assustadores!

O livro é narrado por James Conklin já adulto, contando como foi a sua infância quando descobriu que conseguia ver os mortos e falar com eles por um período antes de sumirem. Os mortos aparecem exatamente como morreram, o que pode ser horrível para uma criança encontrar um homem com a cabeça deformada por um acidente, por exemplo. Curiosamente eles não podem mentir, mas sempre tem uma exceção e James conhece um morto tomado por força maléfica capaz de fazer muita coisa.

A mãe do protagonista implora para que ele mantenha essa habilidade em segredo, o que não é problema na maior parte do tempo, se não fosse Liz Dutton, detetive do Departamento de Polícia de Nova York, companheira da mãe de James. Quando ela descobre a habilidade do menino o usa duas vezes em benefício próprio, e na segunda vez o risco que James corre é muito maior.

James é uma criança de fácil empatia, de modo geral tem uma boa relação com os mortos, até encontrar um força realmente ruim que o atormenta por muito tempo, tudo graças a Liz que o obriga a pegar informações de um terrorista morto. No entanto, com a ajuda do professor Burkett, ex-vizinho, com quem ele tem uma ótima amizade, o protagonista tenta enfrentar o seu pior medo, uma tarefa nada fácil para uma criança. E quando tudo parecia voltar a normalidade, Liz volta com mais um pedido, na verdade, um sequestro, o que deixa a reta final do livro bem eletrizante.

Em menos de 200 páginas, algo não muito comum para King, acompanhamos a relação familiar de James com uma mãe que o ama, mas é negligente e seus sentimentos ambíguos com Liz, uma personagem que entra em derrocada por conta tráfico e drogas. Aliás, a queda financeira da família do protagonista também ocupa bastante espaço na obra.

É genial como o King consegue misturar o suspense, sobrenatural e o drama, o livro alterna momentos mais leves com momentos bem tensos e no final ainda tem um plot twist sobre a família do protagonista que eu não esperava, fiquei completamente surpreendida.

Depois, que é um título que combina bem com a história, é uma trama simples, mas fascinante e por isso mesmo se tornou uma das minhas preferidas do King. Nostálgico e assombroso!

FICHA TÉCNICA
Título: Depois
Autor: Stephen King
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima

5 thoughts on “Depois [Resenha Literária]

  • 14 de junho de 2021 em 17:32
    Permalink

    Eu adorei esse livro mais do que pensei que iria gostar. Eu morri de rir com a narração do Jamie. Só aquele lance no final sobre o pai dele que achei bem ???? mas tudo bem. É o King que estamos falando.
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
  • 14 de junho de 2021 em 20:19
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu sou dessas que não gosta dos livros do King mas não pode ver um livro dele que já quer ler hehe. Esse eu peguei no NetGalley e vou ler assim que der. Estou surpresa com o tanto de páginas, nem aprece ele hehe.

    Prefácio

    Resposta
  • 14 de junho de 2021 em 21:35
    Permalink

    Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu me surpreendi demais com esse livro. Não esperava nada e quase favoritei, de tão fluida e boa que foi a história. Assim como O Instituto, foi um dos meus mais queridos do King.

    Beijos, Nizz.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

    Resposta
  • 25 de junho de 2021 em 06:59
    Permalink

    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.