Quase Rivais [Resenha Literária]

Um moderno e leve Romeu e Julieta com a escrita da ótima J. Sterling, mesma autora de Dear heart, eu odeio você!
As famílias de Julia e James se odeiam, eles são vizinhos, as casas são próximas,os dois fabricam vinhos, mas o ódio vem de décadas, quando os bisavós brigaram! Julia sempre foi proibida de se aproximar de James e ele sempre foi apaixonado pela rival. Todo ano eles concorrem numa competição sobre o melhor vinho e James aproveita para provocar sua amada. No entanto, ele está bem cansado da rivalidade imposta pela família e começa a ser bem sincero com Julia, coisa que ele já fez, inclusive, no passado, mas a protagonista não questiona o pai, ela só aceita que precisa ficar longe de James, apesar do que sente por ele.
Uma adolescência inteira afastados e Julia teve seus motivos para detestar as atitudes de James quando jovem. Já James questiona o tempo inteiro os motivos das famílias se odiarem e vai persistir em lutar por Julia a todo custo.

A história é curtíssima, tem apenas 160 páginas, fica difícil falar sem dar spoiler, mas o lado positivo é que a autora não enrola, uma vez que James resolve colocar um basta na briga estúpida ele tenta de maneira muito madura fazer isso. E Sterling ainda conseguiu mostrar os melhores amigos dos protagonistas que já não aguentavam mais ver os dois afastados quando claramente se gostavam. Jeanine e Dane são amigos bem legais e acho que podem até ganhar um livros só deles. Também temos uma explicação interessante sobre o ódio entre as famílias e um pouco do clima das cidades pequenas.

Os capítulos começam com citações de Shakespeare e são narrados pela perspectiva de James e Julia. Uma narrativa fácil, rápida, com bons personagens e um bom romance. Gostaria que tivesse mais páginas, mas Quase Rivais foi uma gostosa leitura. 

FICHA TÉCNICA
Título: Quase Rivais
Autora: J. Sterling
Nota: 4/5
Onde Comprar: Amazon
 

Michele Lima

5 thoughts on “Quase Rivais [Resenha Literária]

  • 11 de agosto de 2020 em 14:48
    Permalink

    Olá, Michele.
    A gente combinou porque acabei de publicar a resenha dele lá no blog hehe. Eu gostei bastante da leitura apesar de achar que faltou mais profundidade na história. Mas para quem gosta de filmes de romance da sessão da tarde é uma ótima pedida.

    Prefácio

    Resposta
  • 11 de agosto de 2020 em 15:44
    Permalink

    Oi, Mi! Tudo bom?
    Não conhecia o livro mas adooooooro releituras, e Romeu e Julieta sem o dramalhão do original deve ser bem engraçado. Curtinho assim me anima porque livro muito grande tá me dando preguiça demais D:

    Beijos, Nizz
    http://www.queriaestarlendo.com.br

    Resposta
  • 11 de agosto de 2020 em 21:50
    Permalink

    Nem sabia que era tão curtinho, mas amei a vibe de rivais que se amam. Gosto muito de releituras e não li muito sobre Shakespeare.

    Abraço

    Imersão Literária

    Resposta
  • 14 de agosto de 2020 em 15:33
    Permalink

    Oi, amo livros assim: com personagens que são diretos (mesmo que, no caso desses que você falou, tenha demorado..) e fiquei com vontade de ler!
    um abraço
    https://luibee.blogspot.com/

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+