Truth Be Told [Crítica da Série]

Confesso que estou fascinada com as séries da Apple TV e por 9,90 (até o momento) está valendo muito a pena. Não tem um catálogo muito grande ainda, mas a qualidade é inegável. Uma das séries que assisti recentemente foi a primeira temporada de Truth be Told, protagonizada por Octavia Spencer.

Poppy (Octavia Spencer) é uma jornalista famosa pelos seus podcasts True Crime. Há quase duas décadas ela fez uma série de reportagens sobre um crime brutal em que  Warren Cave, com apenas 17 anos, foi condenado por matar o vizinho, Chuck Buhrman (Nic Bishop), que era um escritor muito conhecido. O homem foi encontrado morto na cozinha pela mulher e as duas filhas gêmeas. Por conta da repercussão dos textos de Poppy, Warren foi julgado e preso como adulto.

Anos depois, a mãe de Warren (Elizabeth Perkins) ainda tenta inocentar seu filho, mostrando a um juiz um vídeo em que uma das irmãs gêmeas, Lanie (Lizzy Caplan) parece ser induzida a dizer que viu Warren saindo da casa. É o suficiente para Poppy começar a desconfiar do caso e rever suas próprias atitudes na época. Impulsionada a corrigir qualquer erro e contar a verdade, a protagonista volta a investigar o caso, que se mostra cheio de reviravoltas.

Para começar, na cadeira Warrern (Aaron Paul) se une a um grupo nazista, o que faz Poppy repensar se o ajudaria ou não, depois descobrimos a relação da mãe dele com o vizinho, as suspeitas recaem ao pai de Warren, Owen (Brett Cullen) que era policial e investigou o caso e quando tudo parece solucionado, mais elementos diferentes aparecem na história! E tudo abala a vida pessoal de Poppy, seu casamento com Ingram (Michael Beach) começa a ter muitos problemas, ela se une ao ex-marido, Markus (Mekhi Phifer) para investigar o caso e tem sérios problemas com o pai. E ainda temos a estranha família do morto, a mãe é alcoólatra e as irmãs gêmeas claramente escondem algo. Josie se afasta de Lanie e só depois entendemos o motivo.


O roteiro é bem inteligente, por mais que algumas coisas fiquem em evidência desde o início, a história vai criando subtramas interessantes e esconde algumas reviravoltas com momentos inesperados. E a cada final de episódio tem um gancho que te faz querer ir imediatamente para o próximo.

O elenco é afiado. Lizzy Caplan como gêmeas é sensacional, é bem evidente a diferença entre elas e a interação entre Octavia Spencer e Aaron Paul é muito boa.

Truth Be Told é uma ótima série investigativa e com um bom drama. Tem poucos episódios e não é cansativa, já quero ver a segunda temporada que já está disponível também.

Michele Lima

One thought on “Truth Be Told [Crítica da Série]

  • 24 de agosto de 2022 em 15:11
    Permalink

    A atuação dessa atriz deve ser impecável. Gostei muito da resenha.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está está em HIATUS DE INVERNO de 03/08/22 à 01/09/22, mas você sempre é bem vindo (a) para visitar e comentar os posts! Tem post novo! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!