A Filha do Pântano [Resenha Literária]

A Filha do Pântano foi o meu primeiro contato com a escrita de Franny Billingsley, e definitivamente não será o último. Se você está procurando por uma história popular, exuberante, cheia de mágica e reviravoltas, recomendo que leia esse livro.
Após a morte da madrasta da jovem Briony, ela desenvolve um ódio contra si mesma, e uma forte necessidade de proteger sua irmã Rose que tem deficiência do resto do mundo. Ela mantém um segredo, que esconde à sete chaves, e vê a necessidade de mantê-lo enterrado pra sempre.
Briony é uma jovem bruxa, e em sua aldeia da era vitoriana, bruxas são culpadas por todos os erros, e elas são condenadas à morte. Sua vida fica difícil também quando a mesma precisa lidar com os avanços de um homem, que está convencido de que irá casar com ela. Quando um rapaz chamado Eldric aparece, Briony se vê atraída por ele e descobre que ela não é a única que guarda segredos. 
Billingsley criou um personagem principal incrível, que você se conecta e cria uma empatia pela maneira com que ela enfrenta a vida, e enquanto as páginas seguem você cresce junto com o personagem. Franny tece mundos fascinantes em uma prosa lírica, e tem uma incrível capacidade de transmitir as emoções dos personagens enquanto constrói um tom assombroso e inesquecível que paira por todo o livro e dá vida a ele próprio. 
Com cada palavra, eu senti como se tivesse uma visão clara da personalidade de Briony, seu mundo e os personagens que a habitam. E não mencionei que a autora é mestre em escrever diálogos, toda vez que algum diálogo era apresentado, eu ouvia as vozes distintas no meu ouvido e tinha uma noção perfeita do cenário e do período em que se encontrava.
O livro é complexo, e enquanto Billingsley lentamente descobre as camadas não apenas da história, mas também da psique da personagem principal, ela atormenta até o leitor mais impaciente. Há mistério: sobre a morte da madrasta, sobre Eldric, sobre Briony e sobre todos. E sua irmã gêmea, Rose, se encarrega de dar dicas durante o livro. E claro, há um romance. Não é ardente, cheio de faíscas, mas sim o meu tipo favorito, quando os personagens crescem juntos. O livro te tira do eixo e atrai o leitor para uma história alternativa que é fascinante e aterrorizante ao mesmo tempo. Billingsley escreve a história de uma maneira mágica, com um enredo bem interessante cria uma configuração que te leva pra lugares do passado e você se conecta com eles.
A Filha do Pântano é um livro emocionante com uma linguagem encantadora, você vai querer correr com a leitura pra descobrir o que acontece no fim, mas eu sugiro que você vá devagar e saboreie o domínio da autora com a escrita. 
A edição da Novo Conceito está linda, com a diagramação do livro sem problemas e com um tamanho bom de fonte para leitura. Foi uma ótima leitura em janeiro. 
FICHA TÉCNICA
Título: A Filha do Pântano 
Autora: Franny Billingsley 
Editora Novo Conceito
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon
 

Natália da Silva

8 thoughts on “A Filha do Pântano [Resenha Literária]

  • 24 de março de 2019 em 14:57
    Permalink

    Oi, Nat!
    Menina, todas as resenhas que vi desse livro falaram que ele é realmente mais que a capa mostra. Eu já anotei a dica e vou tentar encaixar na tbr.
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
  • 24 de março de 2019 em 17:11
    Permalink

    Oi Natalia! Eu parei na metade e resolvi dar uma pausa, pois não estava me deixando impressionada. Pretendo retomar em breve, acho que não estava no momento certo para ler. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
  • 24 de março de 2019 em 18:18
    Permalink

    Oie Natalia =)

    Confesso que a primeira vista esse livro não me chamou muito a atenção, mas lendo a sua resenha a premissa me pareceu ser interessante. Quem sabe uma hora eu acabe dando uma chance para ele.

    Beijos e uma ótima semana;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    Resposta
  • 24 de março de 2019 em 18:30
    Permalink

    Oi, Natália!

    Desde que vi a sinopse desse livro tinha ficado bem curiosa, e sua resenha só me deixou mais ainda na vontade de conhecer a história a fundo. Adoro mistério, e pelo visto a obra conta bastante com isso. Fora essa capa, que já anuncia fortes emoções hahha

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    Resposta
  • 24 de março de 2019 em 19:52
    Permalink

    Oi Natalia,

    Vi tantos comentários positivos sobre o livro quanto negativos. Mas mesmo assim achei a premissa bem interessante pelo mistério.
    Que bom que curtiu a leitura.
    Dica anotada.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    Resposta
  • 24 de março de 2019 em 22:21
    Permalink

    Olá, Natália.
    Eu me surpreendi com esse livro. Gostei muito da história e principalmente da forma como a autora contou ela. Gosto de livros assim onde a narradora também não sabe de toda a verdade.

    Prefácio

    Resposta
  • 25 de março de 2019 em 18:27
    Permalink

    Oi Naty! Como podem todas as tuas resenhas resultarem em mais um livro na minha lista de desejados?! Por mais que eu ache "ah, esse eu NÃO vou querer ler" tu acaba me convencendo que não posso ficar sem conferir a história. Acho que esse livro não se encaixa exatamente no perfil/gênero que me atrai normalmente, mas fiquei tão curiosa pra conferir essa escrita maravilhosa e desvendar o que está por trás dessa história que o livro ganhou o topo da lista de desejados.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!