Roma [Resenha do Filme]

O novo filme do diretor mexicano Alfonso Cuarón já nasceu clássico. É daquelas obras-primas que há muito tempo o cinema não produzia. Belo, com a fotografia em P&B mais linda que já vi na vida, lento e contemplativo sem ser chato e arrastado. Roma nos arrebata pela simplicidade ao contar a saga da empregada doméstica Cleo (a excelente estreante Yalizta Aparício, séria candidata ao Oscar de melhor atriz) no bairro de Roma, México em 1970.

Cuarón, vencedor do Oscar de melhor direção por Gravidade, realiza aqui o seu melhor trabalho e deve (e merece) ganhar outro Oscar na mesma categoria. A maneira nostálgica com que conduz a trama nos transporta a Era de Ouro de Hollywood e ao Neo Realismo italiano, período de onde vieram as obras mais importantes e clássicas da história do cinema.

A produção caprichosa pode ser vista desde os mínimos detalhes dos cenários até a captação impecável do som e a linda trilha sonora. Produção máxima da Netflix até o momento, não fica devendo nada a outros clássicos como Amarcord de Frederico Fellini e Fanny e Alexander de Ingmar Bergman.

Daqueles filmes grandiosos pra se guardar na memória e no coração, Roma tem uma antológica cena da praia que já entrou pra história da Sétima Arte e o final é no mínimo inesquecível.

Num ano de tantos grandes personagens e interpretações femininas, torço para que a jovem mexicana Yalizta Aparício, de apenas 26 anos, consiga uma das cinco vagas na categoria de melhor atriz no Oscar 2019. Sua atuação tocante e verdadeira, é cheia de nuances e talvez o fato de ser estrangeira não atrapalhe, uma vez que as atrizes mexicanas Katy Jurado, Salma Hayek e Adriana Barraza já concorreram.

FICHA TÉCNICA
Título: Roma
Diretor: Alfonso Cuarón
Data de Lançamento: 14 de dezembro de 2018
Nota 5/5
Netflix

Italo Morelli

5 thoughts on “Roma [Resenha do Filme]

  • 16 de dezembro de 2018 em 20:34
    Permalink

    Oi Italo,

    Não sabia deste filme, nem sempre acompanho quando estreia algo na Netflix, porque quando entro, é para continuar assistindo séries, então quase não paro para olhar, mas já gostei muito da premissa e essas imagens que colocou, preencheram o meu coração, então assim que eu puder vou assistir. Um xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com/

    Resposta
  • 17 de dezembro de 2018 em 01:14
    Permalink

    Oi, Ítalo! Tudo bom?
    Tinha ouvido falar do filme, mas não sabia que já tinha chegado na Netflix! Vou tentar conferir durante a semana, parece uma produção maravilhosa mesmo.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

    Resposta
  • 17 de dezembro de 2018 em 21:55
    Permalink

    Oi Ítalo!!!
    Que bom ler uma resenha tão positiva por aqui.. pois vi esse filme no catálogo da Netflix esse final de semana, mas achei que fosse monótono! Vou assistir com certeza
    Abraço!
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.