Aquaman [Resenha do Filme]

Aquaman, personagem de Paul Norris e Mort Weisinger, não é provavelmente o herói mais popular da DC e nem da Liga da Justiça, mas a DC acerta em trazer Jason Momoa e toda sua popularidade para o personagem que tem finalmente sua história contada no cinema.
O filme se passa depois dos acontecimentos de Liga da Justiça e por ser de introdução temos um pouco a origem do herói, como seus pais se conheceram, mas o foco mesmo é a luta de Arthur (Jason Momoa) pelo trono. Para isso, ele vai brigar com seu próprio irmão, o grande vilão da história. Orm (Patrick Wilson) quer acabar com a humanidade que está poluindo os mares, mas temos toda a ganância e poder do Rei também. Arthur não quer o reino, mas se vê obrigado a lutar pelo o que é seu de direito quando a humanidade se encontra ameaçada. O protagonista é filho da rainha Atlanna (Nicole Kidman) com o humano Tom (Temuera Morrison), mas os dois não conseguem ficar juntos, já que a rainha foi obrigada a voltar para seu reino.
Arthur não é um personagem muito simples e por várias vezes percebemos sua complexidade ao tomar atitudes que outros heróis, como o Superman, não tomariam e com isso ele precisa arcar com as consequências. O vilão também não chega a ser raso, com um propósito decente para entrar em guerra. 
O longa é bastante ágil e explora bem o Reino de Atlântida e diferentes povos e civilizações. O aspecto político é bem forte em alguns momentos, dando uma carga dramática maior para a trama e uma explicação para todo o Universo que envolve Aquaman. O ritmo é bem acelerado e como o protagonista precisa passar por muitas provações a ação é constante, mas temos espaço para momentos mais cômico e para o romance, o que quebra um pouco o ritmo na segunda parte do filme.
A ação é muito bem coreografada e intensa em diversas cenas e o Reino de Atlântida é o grande destaque com um cenário que remete ao espaço, com armamentos que lembram armas espaciais, bem colorido. Uma ótimas ambientação, bons efeitos especiais e ao contrário do que imaginava, o figurino não incomoda. Jason Momoa está perfeito no papel, Amber Heard como Mera também, lutadora, impulsiva e destemida e Nicole Kidman rouba a cena várias vezes. 
Aquaman não foge de alguns clássicos clichês de tramas familiares de heróis, mas mostra que a DC nos cinemas não esquece dos fãs de quadrinhos e apresenta um filme muito bem produzido com um roteiro bem consistente. A agilidade das cenas é um dos pontos fortes bem como a abordagem do protagonista, mais humano e ao mesmo tempo um herói épico. O longa também mostra flashbacks do passado de Arthur e nos mostra de maneira dinâmica um pouco do seu passado e como aprendeu a lidar com suas habilidade com a ajuda de Vulko (Willem Dafoe). 
Um dos melhores longas da DC nos cinemas e introduz bem o protagonista, sem pontas soltas na história, mistura fantasia e ficção, bem dirigido por James Wan e ainda deixando um bom gancho para continuação.
Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: Aquaman
Diretor: James Wan
Data de lançamento: 13 de dezembro de 2018
Nota: 4/5

*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima

12 thoughts on “Aquaman [Resenha do Filme]

  • 11 de dezembro de 2018 em 23:58
    Permalink

    Oi Mi!Eu nunca vi o personagem como uma grande herói, então nem sei bem o que esperar do filme. Eu tenho visto ser bem elogiado e espero que me surpreenda. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2018 em 03:21
    Permalink

    Oi, Mi

    Eu vou assistir por motivos de Momoa, nada mais. Confio na sua opinião, mas acho difícil superar Mulher-Maravilha como melhor filme. Visualmente nem preciso assistir pra achar foda, se o trailer no meu celular já está, imagina numa telona?
    O mal da DC é que ela é perdida. Fez tudo errado e agora tá tudo cagado. Hahahah

    Beijos
    – Tami
    https://www.meuepilogo.com

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2018 em 10:39
    Permalink

    Oi Mi!!!
    Andei meio sumida por causa da correria, mas enfim voltei!!!
    Menina, tô simplesmente doida pra ver esse lindo fazendo Aquaman… tenho uma queda por ele desde Game of thrones kkk
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2018 em 11:07
    Permalink

    Oi Mi, tudo bem? Eu ando bem desatualizada em filmes, mas quem sabe em 2019 eu dedique um tempo para colocar em dias os filmes que quero ler… "Aquaman" não chamava muito a minha atenção, mas acho que o filme será um estouro e pelo jeito não deixa a desejar, por isso vou colocar na lista para o próximo ano.
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2018 em 11:52
    Permalink

    Oi Mi, tudo bem?
    Estou megaaa ansioso por esse filme, quero ver logo, mas ao mesmo tempo não quero criar grandes expectativas para nao me decepcionar, caso não gostar!
    Blog Entrelinhas

    Resposta
  • 14 de dezembro de 2018 em 01:23
    Permalink

    Oi, Mi!
    Só pelo Jason eu já iria no cinema assistir esse filme, mas saber que a DC não decepcionou (como ela fez várias vezes) só me deixa mais animada! Gostei de saber que tem bastante ação e é ágil, acho que vou gostar.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    Resposta
  • 14 de dezembro de 2018 em 12:11
    Permalink

    Oi Mi!!!

    Como você sabe minhas expectativas estão bem altas né!! Te confesso que sou maluca pela Marvel, mas filmes como a Liga da Justiça e Mulher Maravilha me despertaram pra DC. Aquaman é tudo de bom né (me entende), quero conferir o filme, e sua resenha me deixou muito feliz!!!!

    Beijos
    Naty

    Resposta
  • 20 de dezembro de 2018 em 23:43
    Permalink

    Oii Mi!
    Eu amei Aquamen, fui com um preconceitozinho no inicio, gosto muito mais dos filmes da Marvel, sempre achei os da DC mais lentos. A DC mudou totalmente isso em mim, filme com muita ação e adorei o personagem! Realmente ele é complexo e não tem aquele estereótipo de herói, acho que ele se construiu herói no filme.

    Beijos
    Raquel

    Queria Estar Lendo

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Uma Família Inusitada Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino
Dorama: Uma Família Inusitada Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino