Com Amor, Simon [Resenha do Filme]

Desde que li a premissa de Com Amor, Simon eu já esperava um longa ao estilo coming of age, mas não esperava que fosse me emocionar tanto em algumas cenas e ver um roteiro voltado para os adolescentes de uma forma tão sensível e ao mesmo tempo em que se aborda temas mais complexos.

Simon (Nick Robinson) é um jovem comum que faz coisas normais com seus amigos, mas guarda o fato de ser gay como um segredo enorme, difícil de ser confessado, até ver um post no blog da escola, em que um aluno, codinome Blue, fala sobre ser homossexual e sua montanha russa de emoções. Simon passa a trocar emails de maneira anônima com o autor do texto e vai contando sobre seus anseios, seus questionamentos e vai também se apaixonando por Blue, mesmo sem saber quem ele é. Infelizmente, um dia Simon deixa seu email aberto na biblioteca e um colega de escola descobre seu segredo e começa a chantageá-lo.
Martin (Logan Miller) despertou em mim vários sentimentos. No começo parecia bobo e infantil, mas depois passei a ter raiva pela chantagem, até que entendi que ele era apenas um garoto bem perdido que simplesmente não conseguiu lidar com seus próprios fracassos. E ainda assim não consegui odiá-lo por completo, embora ele tenha uma face clara de grande vilão.

Também conhecemos os amigos de Simon, sua amiga de infância Leah (Katherine Langford de 13 Reasons Why), Nick (Jorge Lendeborg Jr.) o jogador de futebol e a garota nova do grupo Abby (Alexandra Shipp). É evidente desde o início que Nick está interessado em Abby e Leah morre de ciúmes dela, mas Simon acaba interferindo nos problemas amorosos dos amigos para se livrar da chantagem de Martin que quer ficar com Abby a qualquer custo. Temos também o núcleo familiar de Simon. O pai, Jack (Josh Duhamel), foi jogador de futebol americano e vive fazendo piadas sobre meninas, o que deixa o protagonista bem constrangido. Sua mãe, Emily (Jennifer Garner) é psicologia e sua irmã ama cozinhar.

Ao longo do filme vamos vendo as tentativas de Simon em descobrir quem é Blue e sofrendo com as chantagens de Martin, já que não é fácil para o protagonista deixar o conforto do estado em que se encontra e encarar de fato seus sentimentos. O longa aborda com muita delicadeza o tema da homoafetividade e traz alguns questionamentos bem interessantes. Simon não quer se assumir porque ele não entende os motivos de ter que fazer isso enquanto os heterossexuais não precisam passar por momentos assim. Simon acha isso injusto e não quer também que as pessoas passem a olhá-lo de forma diferente, como se ao se assumir, ele fosse se transformar em outra pessoa, o que resulta em interessantes reflexões.

O filme tem uma ótima escolha de elenco, Leah poderia ter sido mais explorada, mas Katherine Langford ainda carrega o carisma de 13 reasons Why e Nick Robinson como Simon está perfeito. Destaque para a escola e o diretor que traz momentos bem engraçados e a trilha sonora bem nostálgica com músicas dos anos 80/90.
Claro que o longa apresenta alguns personagens estereotipados, mas também rompe com alguns conceitos, o que é bem positivo. Simon inclusive foge dos estereótipos de adolescente gay, sendo um personagem complexo e com várias camadas com seus conflitos internos.
Com amor, Simon é um filme sensível e trabalha com leveza e modo juvenil temas bem pertinentes como bullying, o questionamento dos rótulos que a nossa sociedade impõe, a descoberta da sexualidade e acima de tudo é uma história de amor. Os adolescentes com certeza vão se identificar e os adultos poderão relembrar que a adolescência dificilmente é uma fase fácil para alguém.
Vale lembrar que o longa é baseado no livro Simon vs. A Agenda Homo Sapiens, de Becky Albertalli, publicado pela Editora Intrínseca, mas que agora ganhou uma nova repaginada com o nome e capa do filme.
Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: Com amor, Simon
Título Original: Love, Simon
Direção: Greg Berlanti
Data de lançamento: 5 de abril de 2018
Pré- estreia dia 22 de março de 2018.
Nota: 4,5/5



*conferimos o filme na cabine de imprensa
Michele Lima

9 thoughts on “Com Amor, Simon [Resenha do Filme]

  • 22 de março de 2018 em 17:42
    Permalink

    Oiiii Michele!
    Quero muito ver esse filme sobre e ler o livro! Ameiiiiii o cartaz e o trailer. Como vc gostou. Provavelmente eu irei também. Temos gostos bem parecidos.
    Beijos
    Ari

    Resposta
  • 22 de março de 2018 em 23:08
    Permalink

    Oi, Mi!
    Eu estou muito bolada que esse filme só vai estrear no começo de abril aqui aaaaaaaaaaaaaa que raiva!
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
  • 23 de março de 2018 em 00:33
    Permalink

    Oi Mi, tudo bom ? Já ouvi falar bastante do filme e lendo sua resenha, fiquei bem curiosa para assistir o enredo me cativou bastante. Além do filme também quero ler o livro.
    Beijos boa semana
    bellapagina.blogspot.com.br

    Resposta
  • 23 de março de 2018 em 15:16
    Permalink

    Oi, Mi!
    Eu quero muito ver esse filme. Li o livro e adorei!
    Pelo que vi do trailer, algumas coisas serão diferentes, mas estou super positiva com ele.
    Espero que eu goste também!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    Resposta
  • 23 de março de 2018 em 20:54
    Permalink

    Vi o cartaz do filme no cinema e fiquei na dúvida se o filme era baseado no livro. Agora sei que é.
    Gostei da premissa do filme, deve ser um ótimo roteiro com todos os questionamentos.
    Beijo, http://www.apenasleiteepimenta.com.br

    Resposta
  • 24 de março de 2018 em 17:22
    Permalink

    Oi!
    Depois de ter lido o livro (e me apaixonado perdidamente por ele), mal posso me aguentar de tanta ansiedade para assistir à adaptação. Eu simplesmente amei o elenco e os trailers e trilha sonora e ah, quero logo! Hahahaha
    ótimo post!
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

    Resposta
  • 24 de março de 2018 em 22:56
    Permalink

    Olá Mi!
    Ahh comecei a ler o livro esse final de semana e estou adorando. Não vejo a hora de conferir o filme, principalmente pela escolha do elenco e a temática.
    Beijos!

    Books & Impressions

    Resposta
  • 28 de março de 2018 em 18:55
    Permalink

    Oi Mi!
    Pelo trailer já deu pra ver que é um filme que promete emocionar.
    Talvez acabe vendo antes mesmo de ler o livro,mas ainda vou pensar.
    A escolha do elenco foi muito bem feita,amo a Katherine e principalmente a Jennifer Garner!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!