D.U.F.F. – Você Conhece, Tem ou É [Resenha do Filme]

Você sabe quando um filme vai te prender quando na cena de introdução a protagonista mostra que o mundo mudou e que os nerds comandam o país e os jogadores de futebol jogam vídeo-game. No entanto, apesar disso, os rótulos continuam existindo e mesmo tendo duas amigas descoladas, Bianca (Mae Whitman) é só mais uma nerd, viciada em filmes cults, que não está a fim de ir para a formatura porque quer fazer maratona de séries em casa. Porém, obrigada por um professor, ela terá que escrever sobre o baile e a partir de então as coisas mudam.
Bianca é a DUFF (sigla de “Designated Ugly Fat Friend”) e isso passa a incomodá-la, tanto que corta a amizade com as amigas mais populares, já que não quer mais servir de escada para as pessoas chegarem em suas amigas, sendo ela mais acessível por ser considerada gordinha e feia. Porém, apesar de ser um filme que sai um pouco da mesmice do gênero, a protagonista excluída encontra um jogador bonito do time de futebol para ajudá-la a ser popular. Isso porque é Wes (Robbie Amell) quem mostra a Bianca que ela é a Duff e em um acordo, ela ajuda o rapaz nos estudos e ele a ajuda a ser popular. Clichê? Com certeza, porém, um pouco mais modernizado, na linha de filmes como Meninas Malvadas.
Bianca não é apaixonada pelo cara mais popular do time de futebol, mas sim por Toby Tucker (Nick Eversman), um rapaz que toca guitarra e que parece combinar com o estilo dela, bem mais do que Wes. No entanto, Bianca e Wes acabam se relacionando bem mais do que a própria Bianca gostaria e Toby não é exatamente como ela imaginava. Falando dos outros personagens, é interessante ver que as amigas da protagonista, Casey (Bianca Santos)  e Jess (Skyler Samuels) não são megeras, são garotas legais que não têm culpa da Bianca ser considerada uma Duff.

Além de personagens interessantes, outra coisa que me chama atenção no filme é a forma com que é narrado. Bianca vai nos contando a situação de modo bem extrovertido e dinâmico e como narradora da própria vida ela é mais engraçada ainda.

Em uma época que já estamos cansados de filmes escolares, D.U.F.F é um bote salva-vidas para o gênero, já que o roteiro de Josh A. Cagan consegue trabalhar com os clichês, transformando os mesmos temas em algo muito mais atual, moderno e bem inteligente. 
Vale lembrar que o filme está, até o momento, na Netflix e é baseado no romance de mesmo nome da autora Kody Keplinger, que eu adoraria ler!
Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: D.U.F.F. – Você Conhece, Tem ou É
Título Original: The DUFF
Diretor: Ari Sandel

Michele Lima

15 thoughts on “D.U.F.F. – Você Conhece, Tem ou É [Resenha do Filme]

  • 28 de dezembro de 2017 em 17:17
    Permalink

    Olá Mi! Tudo bem?
    Eu já assisti a esse filme, e achei realmente muito divertido! Gostei dos personagens, que não são caricatos com em meninas malvadas. como você disse, é mais modernizado!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 17:44
    Permalink

    Olá Mi, tudo bem?
    Eu gosto muito desse filme, nem sei dizer quantas vezes já assisti,rs. O filme é muito divertido e não tem como não gostar da Bianca. Também achei o romance muito fofinho e para quem gosta de filmes assim, não deve perder mais tempo e assistir.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 18:56
    Permalink

    Oi, Mi. Eu amo esse filme! Ele me representa muito e é daqueles bem gostoso de assistir, que não tem tantas cenas que me deixam chateada, como em Meninas Malvadas, sempre fico puta quando a Lindsay lá faz aquelas babaquices com as amigas dela. Eu li o livro também e gostei muito, na moral, os dois são maravilhosos para ver neste verão.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 20:14
    Permalink

    Olá!

    Já comecei a assistir esse filme, e infelizmente não terminei. E acabei me desinteressando, porém, com sua resenha me deu vontade de assistir novamente.
    Não gosto de filmes, porém, gosto de clichês kkk
    Beijão e Feliz Ano Novo!
    https://teattimee.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 30 de dezembro de 2017 em 00:06
      Permalink

      Ahhh puxa, tomara que vc consiga terminar, eu gosto tanto <3

      Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 20:52
    Permalink

    Oii Mii, tudo bem?

    Tenho que falar… odeio esse filme, não suporto!

    Amo e amo o livro, mas esse filme não 'me desce'!
    Já tentei assistir várias vezes para mudar de opinião… mas não adianta. Minha amigas amam esse filme e eu sou a única que só joga bombas de críticas negativas, mas não suporto nem ver a 'cara' dos atores… às vezes (por incrível que pareça) queria gostar do filme também… 🙁

    Beijos,
    Keth ♥

    Blog: http://www.parbataibooks.blogspot.com.br

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 21:12
    Permalink

    Oi Mi, tudo bom?
    Eu aaaaaaaaamo Duff. Assisti faz um tempinho, mas foi tão bom que ficou guardado na memória. É o tipo de comédia adolescente com ótimos pontos, personagens bem desenvolvidos e uma história que dá pra se relacionar. Tá na minha listinha de 'sempre vou querer assistir de novo' junto com 10 coisas que odeio em você.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2017 em 22:27
    Permalink

    Já eu não gostei nada do filme, achei-o vazio e fútil e não tem nada a ver com o livro, o livro é bem melhor, mais sério, mais profundo, mais envolvente…

    MRS. MARGOT

    Resposta
  • 29 de dezembro de 2017 em 01:37
    Permalink

    Assisti esse filme ontem e adorei!
    Gostei dos clichês, dos personagens, das amizades, do romance e shippei certo (o que é raridade rs). Adorei por mostrar as novas tecnologias, as mídias sociais e como elas se tornaram essenciais na vida dos adolescentes hoje.
    Não sabia que tinha livro, mas agora que sei to morrendo de vontade de ler!!

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2017 em 02:01
    Permalink

    Que resenha maravilhosa ♡ assisti The Duff e concordo ser um bote salva vidas nesse meio. O enredo é bem modernizado e com uma vibe muito boa, então acredito que vale mesmo muito a pena assistir! O mundo precisa ver hahah! Beijão ^^

    Resposta
  • 30 de dezembro de 2017 em 10:19
    Permalink

    Mi!! Eu adoro esse filme (viu só? também amo clichês adolescentes hahaha), qdo vi nas redes sociais que tinha resenha vim correndo ver.
    Achei muito engraçado e envolvente, quero ler o livro!
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+