Ed & Lorraine Warren: Demonologistas [Resenha Literária]

Que a franquia Invocação do Mal, nas telonas desde 2013, é um grande sucesso não resta dúvidas. Dentro de um gênero que precisava de histórias convincentes e personagens com grande carisma, Ed e Lorraine Warren apareceram na hora certa. Dois talentosos atores, Vera Farmiga e Patrick Wilson, encarnaram da melhor maneira possível os protagonistas deste livro que aqui temos (tanto no primeiro Invocação do Mal, quanto no segundo). Em ambos os filmes temos um casal absolutamente apaixonados um pelo outro, e também pelo que se propuseram fazer com o dom que lhes foi dado: ajudar pessoas a se livrarem de forças demoníacas e trazê-las de volta ao mundo, com sorrisos nos rostos. 
O livro de Gerald Brittle, originalmente publicado em 1980, nos deixa ainda mais próximos desse casal que aprendemos, pelo menos, a respeitar. Cada um de nós traz crenças e valores religiosos que vão nos guiar, fazendo-nos tomar decisões e escolhas que irão moldar grande parte das atitudes que tomaremos em nossas vidas. Mesmo os ateus acreditam em algo: no nada. E agregam, quer queiram quer não, valores a essa descrença que moldarão suas escolhas. Eu iria um pouco mais longe ao dizer que este livro, registrando as crenças, as vivências e as resoluções dos maiores e principais casos enfrentados pelo casal Warren, serviria também para ateus questionadores e que não se limitam simplesmente a discordar. E não existe aqui nenhuma intenção de reverter ou fazê-los repensarem suas crenças, mas pelo simples fato de que Ed e Lorraine apontam todos os possíveis desacordos e explicam veementemente e com muita paixão por que cada uma das lições que aprenderam ao longo dos anos foi válida.


Fica claro, assim como nos filmes, que se você enfrenta forças demoníacas ou, ao olhar dos céticos, uma forte depressão, o amor sincero e puro é possivelmente o único ‘remédio’ para o seu tormento. Os Warren falam muito em lei da atração, e de sermos positivos, e não atrairmos pensamentos negativos ou ruins ou depressivos. Mas não falam em prozacs, zolofts ou cepramils. Falam em sorrisos sinceros e felicidades verdadeiras. Isso o trará de volta ao nosso mundo e deixará a escuridão para trás. E será preciso então aprender a viver acima dela, controlando-a e não deixando que volte à superfície.

A narrativa apresentada por Brittle é muito semelhante a de um documentário, parece que estamos numa das palestras administradas pelo casal e fazemos perguntas que são respondidas em forma de experiência. Vez ou outra, Ed e Lorraine nos contam então alguns de seus casos famosos (a boneca Annabelle; a família Beckford, com todo um registro fotográfico em mais de 12 fotos; a jovem Kendra e seu véu negro, e o caso de Denise Goldstrom), e aí nos sentimos como espectadores dos dois filmes já citados aqui. 
Há muitos termos e dissecação dos mesmos. Há muitas comparações e definições também. Leigos podem aproveitar muito, ou simplesmente achar um tanto enfadonho. Os mais ávidos pelo assunto e conhecedores do desconhecido irão aproveitar ao máximo.  E saberemos também o que Ed pensava sobre reincarnação e toda sua opinião no chocante caso da alemã de 22 anos Anneliese Michel, morta por uma legião de demônios em 1976.

Por último, precisamos falar (mais uma vez) da belíssima edição da Darkside, um verdadeiro tratamento VIP a um livro: a capa dura, a encadernação de primeira, as folhas pretas, as fotos, o clássico marcador em forma de fita vermelha. Realmente um primor!


FICHA TÉCNICA
Título: Ed & Lorraine Warren: Demonologistas
Autor: Gerald Brittle
Onde Comprar:

Amazon – Ed & Lorraine Warren – Demonologistas. Arquivos Sobrenaturais

3.5/5.0
Cristiano Santos

40 thoughts on “Ed & Lorraine Warren: Demonologistas [Resenha Literária]

  • 11 de novembro de 2016 em 11:35
    Permalink

    Ah, achei que fossem mais narrativas de outros casos macabros, aí sim seria um puta de um livro ein, mas mesmo que não seja assim vale a pena a leitura, adoro esse tema sobrenatural então se tiver oportunidade, com certeza lerei!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    Resposta
    • 12 de novembro de 2016 em 23:52
      Permalink

      Era a minha expectativa também, Lilian. Mas você se apega mais aos dois. Recomendo anyway 😉

      Resposta
    • 12 de novembro de 2016 em 23:53
      Permalink

      Bacana, Gabriela 🙂
      Bjo

      Resposta
    • 12 de novembro de 2016 em 23:53
      Permalink

      Valeu, Guilherme!
      Leia sim , assim que puder!
      Abraço

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 14:25
    Permalink

    Oi amore!! Análise maravilhosa da obra, adorei saber mais a respeito. Como disse num post aqui mesmo no blog, nunca sei o que é realmente terror ou documentário, e até mesmo fantasia na Dark (perceberam que não temos um selo terror??), gosto de acompanhar resenhas que me contam a fundo, pra eu ter certeza que não irei me decepcionar depois.
    Esse vai para a lista de desejos.
    Beeijos ♥
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:02
      Permalink

      Oi Bia! Respondi teu comentário pelo FB. Thanks!

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 15:24
    Permalink

    Olá, tudo bem? Nossa, eu adoro esse casal e todas as histórias deles que rolam por aí. Quero muito esse livro, mas ele está caro (sei que vale a pena, pois a edição é um luxo, mas sou pobre), então vou esperar a Black Friday para ver se consigo comprá-lo, rs.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:03
      Permalink

      Hehehehe, pô Larissa, não fala assim: uma leitora tem riquezas que dinheiro algum pode comprar 😉
      Hehehe, bjo

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 19:06
    Permalink

    Oi, Cris. Eu não sou muito fã de livros que falam sobre demonologistas, até porque acho um termo muito complicado e que precisa ser ainda mais aprofundado e estudado, sem contar que morro de medo de livros e filmes de terror, então é bem difícil de eu querer ler esse livro depois, mas falando sério, que edição maravilhosa da editora, como sempre. Nunca li nada da editora mas já tem uns cinco livros que estou louca para comprar deles!
    Beijo, Leitora Encantada

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:05
      Permalink

      Olá Miriã!
      Sim, a Darkside nos enlouquece com suas edições lindas e caprichadas.
      E eu diria que esse livro talvez seja um passo grande a esse 'aprofundar' que vc menciona – além dele mencionar outras obras falando do capiroto e de exorcismos.
      Bjo

      Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:06
      Permalink

      Hehehe, tá certo, Leticia.
      bjo

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 21:09
    Permalink

    Olá, tudo bem?

    Só de ler o seu post já me arrepiei inteira. Assisti os filmes, mas confesso que o livro seria um pouquinho demais para mim. A edição da Darkside está magnífica!!!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:07
      Permalink

      Oi Alice! Tranquilo por aqui, e por aí?
      Pois é, sempre digo que o mergulho em um livro é bem mais emplo do que na telona 😉
      bjo

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 21:30
    Permalink

    Oi, Cristiano!

    Não sou fã desse gênero literário, mas confesso que tenho uma certa curiosidade para ler algum livro assim, rs. Quem sabe em breve eu não me arrisque em algum! kkk
    Ainda não assisti aos filmes mencionados acredita? A DarkSide sempre arrasando nas edições!

    Beijos!
    Eli – Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:07
      Permalink

      Oi Eli!
      Pô, tem que se jogar mesmo. E acho que não se arrependeria 😉
      bjo

      Resposta
  • 11 de novembro de 2016 em 21:55
    Permalink

    Apesar de ter visto o filme (com muito medo) e ainda não consigo encarar a leitura de livros de genero de terror. Quem sabe um dia eu tente!
    Como sempre essas edições da Darkside faz toda a diferença.
    Beijinhos!
    A Universitária – http://www.auniversitaria.com

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:09
      Permalink

      Oi Rayana!
      Linda a edição, né?
      Então, como eu disse num comentário acima, o mergulho em um livro é bem mais emplo do que na telona.
      bjo

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 00:46
    Permalink

    Gostei da resenha Cristiano. Os livros da Darkside realmente são show de bola e tenho muita curiosidade em ler esta obra a respeito de Ed e Lorraine Warren. Abraço!

    http://www.newsnessa.com

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:10
      Permalink

      E não é, Vanessa? Uma edição linda!
      Té mais!

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 01:09
    Permalink

    Oi Cristiano,
    Muito linda essa edição, fiquei babando aqui.
    Adoro as produções envolvendo os Warren ou em base dos relatos deles. Esse livro já está na minha lista, com certeza.

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana – Obsession Valley

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:10
      Permalink

      Aê! Que bacana, Nana, que vai ler esse também 😉
      bjo

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 11:47
    Permalink

    Esse não é um tipo de livro que eu leria, só de ler a resenha já me deixa em pânico. Eu sou mais o tipo sem mortes, sem demônios, sem sangue e sem coisas muito malvadas kkkkkk 😛

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:12
      Permalink

      Hehehehe, entendo, Monique.
      E apesar de ser fã de terror, sou muito do bem e adoro no dia a dia as coisas sem demonios, morte, sangue e coisas malvadas 😀
      Thanks!

      Resposta
    • 13 de novembro de 2016 em 14:12
      Permalink

      Sim, Nessa: lindos e perfeitos!
      Brigado pelo comentário!

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 12:09
    Permalink

    Olá, Cristiano.
    A edição da editora está maravilhosa como sempre e merece atenção. Mas infelizmente o conteúdo não me interessa. Eu sou evangélica e prefiro não ler livros assim. Sei que tem gente que não tem esse tipo de restrição, mas eu tenho hehe.

    Blog Prefácio

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 17:21
      Permalink

      Entendo, Sil.
      Mas é assim, cada um na sua crença e sempre muito respeito a todos 🙂
      Valeu!

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 15:56
    Permalink

    Olá,
    A editora arrasa nos livros ♥
    Infelizmente não faz o meu gênero literário, mas a gente fica curiosa só pela edição feita pela Dark.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 17:22
      Permalink

      Tá certo, Jessica. Brigado e bom domingo pra vc!

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 16:51
    Permalink

    Oi Cristiano!
    Eu adorei Invocação do Mal (ainda não vi os outros filmes), mas não tenho muito interesse em ler esse livro… Só fiquei curiosa para ver mais dessa edição, pois a gente sabe que a Darkside capricha!

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 17:23
      Permalink

      Oi Sora!
      Vale a pena pelo menos dar aquela passada de alguns minutos admirando a edição da Darkside 😉
      bjo

      Resposta
  • 12 de novembro de 2016 em 17:27
    Permalink

    Oi!
    Eu não sei lidar com os livros da DarkSide. Que coisa mais linda essa edição, minha gente! <3
    Eu ainda não li esse livro, mas pretendo. É bem meu tipo de leitura. 🙂
    Beijo

    Canastra Literária | Facebook | Twitter

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 17:24
      Permalink

      Pois leia sim, Daniella. Parece um daqueles aprofundamentos no assunto, sabe?
      Boa leitura!

      Resposta
  • 16 de novembro de 2016 em 12:57
    Permalink

    Nota-se uma certa ignorância do autor da resenha com relação aos ateus. Qual era a lógica desta resenha? Deixa ateus com medindo do livro? Explicar veementemente alguma coisa a torna válida de uma hora pra outra? Então os discurso veemente de notórios xenófobos se faz verdadeiro dessa forma?

    Não sei que tipo de ateu caricato é esse que vc colocou na tua resenha, mas bem se vê que vc conhece poucos deles. Ateus não acreditam em deuses e outras manifestações espirituais ou sobrenaturais, mas vc colocou como se fôssemos crentes no nada. Sua resenha reforca o estereótipo de que ateus possuem uma crença, mesmo que ela seja no ""nada"" e que livros como esse podem nos fazer duvidar de algo. E se vc não sabe existem ateus agnósticos, só ateus, só agnósticos… Tentar colocar todo mundo na mesma caixinha é estereotipar. E isso é um passo pro preconceito.

    Resposta
    • 20 de novembro de 2016 em 17:31
      Permalink

      Opa! Vamos lá.
      O nada a que me referi foi no sentido de manifestações espirituais ou vida pós morte e por aí vai. Poderia nos dizer então no que vocês ateus acreditam. Eu mesmo não acredito em muitas das coisas que o livro traz, e só citei ateus no sentido de que o livro pode ser uma boa leitura até mesmo para pessoas que, como eu, não acreditam nas coisas todas que o casal coloca em exposição no livro.
      Quando falo em 'ateus questionadores' quis me referir àqueles que vão questionar o que o casal apresenta.
      Enfim, seria legal que você se mostrasse e tentasse conversar, antes de me chamar de ignorante e falar em preconceito. Ninguém é dono de verdade nenhuma, meu amigo. Abraço e bom domingo.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+