A Ilha [Crítica do dorama]

A ilha, baseada no webtoon Island, é um k-drama que estreou recentemente no Prime Vídeo, tendo no elenco principal os atores coreanos: Kim Nam-gil, Lee Da-hee, Cha Eun- woo (idol do grupo Astro) e Sung Joon. Confesso que comecei assistir só por causa do Cha Eun-woo

Na trama, temos a herdeira da empresa conglomerada Daehan, Won Mi-ho (Lee Da-hee) que após se envolver em um pequeno incidente, é mandada para a ilha de Jeju. Lá ela vai dar aulas em uma escola para ajudar a limpar sua imagem que ficou manchada. Assim que chega no lugar, Won é atacada por uma pessoa possuída por um demônio.

No meio do ataque, ela é salva por um homem misterioso que tem poderes especiais e após ver toda essa situação, ela desmaia. Ao acordar, ela começa a descrever todo ocorrido para o seu motorista e secretário e depois tenta levar sua vida na nova cidade, de uma forma mais tranquila.

No entanto, no decorrer dos episódios mais demônios aparecem para matá-la e Won vai aos poucos descobrindo o motivo disso. A protagonista descobre que o homem misterioso que a salvou se chama Van (Kim Nam-gil) e o contrata para ser o seu guarda-costas.

A trama ainda apresenta o personagem do Padre Johan (Cha Eun-woo) que é mandado para a ilha de Jeju para proteger a única pessoa que consegue exterminar de vez os demônios da luxúria. Quando chega no local, ele vai parar na casa da Won e é apresentado como sobrinho do secretário dela. Para completar a sua missão, ele terá que proteger a protagonista. Juntos, eles combatem os demônios e Won começa a descobrir o seu verdadeiro passado.


A trama é narrada entre o passado e o presente, com isso aos poucos vamos descobrindo também o passado de Van, que é metade humano e metade demônio! Ele era apenas uma criança quando foi transformado e não foi o único. A outra criança é Goong Tan (Sung Joon) que acaba se tornando o “vilão” dessa história. 

Como sou fã de fantasia, gostei bastante da série que também tem um toque de terror e um leve indício de romance entre Van e Won. Por envolver demônios na história, alguns episódios foram bem pesados e alguns temas como abusos psicológicos e físicos aparecem. Além, claro, de muitas mortes.

De modo geral gostei bastante da série, principalmente das cenas de ações que foram muito bem feitas. As atuações também me agradaram, Cha Eun-woo ficou maravilhoso no papel de Padre Johan, perfeito!

Se você, assim como eu, adora um dorama de fantasia com bastante ação, vai gostar bastante de A ilha. Aproveita que os doze episódios estão disponíveis na Amazon.

Ariane de Freitas

One thought on “A Ilha [Crítica do dorama]

  • 1 de maio de 2023 em 17:51
    Permalink

    Esse dorama está na minha lista do Prime, mas tô relutando um pouquinho por conta da trama envolvendo demônios (não curto). Aí tô dividida aqui, uma parte de mim curiosa para conferir e outra parte com receio, kkkk. Melhor assistir o primeiro episódio pra sentir o clima e decidir se continuo ou não!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!