Shazam! Fúria dos Deuse [Crítica]

A nova reformulação da DC nos cinemas deixou muitos fãs revoltados e confusos com o futuro dos heróis da casa das lendas, já que alguns artistas não irão retornar aos seus papéis e serão repaginados. Com antigos projetos em andamento no estúdio, deixaram uma incógnita ainda maior do que será válido nessa fase vigente. Como é o caso de Shazam! Fúria dos Deuses.   

Após, os eventos de Shazam! (2019) a família de Billy Batson (Asher Angel/ Zachary Levi) que também recebeu poderes similares, busca aprender e conciliar a vida de adolescentes com suas transformações em personificação de Deuses. Mas quando as irmãs: Hespera (Helen Mirren), Kalypso (Lucy Liu) e Anthea (Rachel Zegler) chegam à Terra para recuperar uma magia furtada, Shazam e seus aliados precisarão encarar uma nova batalha.

O contexto da cosmologia proposta desde o primeiro longa de ser um filme despretensioso se mantém firme novamente. Isso parte do tom mais infantilizado que pode soar “bobo” criado pelos protagonistas principais dentro dos mais absurdos contextos e situações caóticas, mas que acabam combinando com a narrativa criada ao seu redor.

Em comparação, na sequência a comédia é mais elaborada e pensada antes de ser executada em relação ao primogênito, além de ter mais cenas de ação intensas e mais polidas em computação gráfica que torna a experiência mais agradável. E a dualidade entre atuação de Angel e Levi são sincronizadas definitivamente, algo que foi destoante no anterior, sendo o grande destaque.  


Porém, o roteiro continua simplório sendo um dos pontos negativos e positivos do filme ao mesmo tempo, com isso dependendo da perspectiva que o espectador vai encarar a obra. Os diálogos são caricatos, cheios de frases de efeitos, desenvolvimentos de arcos que caem na mesmice, personagens secundários pouco explorados e as vilãs não causam grande impacto.

Contudo, o segundo longa diverte e não pode ser levado a sério, mas o ideal é consumi-lo como o típico filme “pipoca” despojado para ir acompanhado da criançada que certamente irá gostar, já que é de sua centelha. Além de abrir porta para participações especiais importantes e um possível futuro que ainda pode ser explorado.

FICHA TÉCNICA

Título: Shazam! Fúria dos Deuses
Título Original: Shazam! Fury of the Gods
Direção: David F. Sandberg
Data de lançamento: 16 de março de 2023
Warner Bros. Brasil

Lucas Venancio – @lucksre

One thought on “Shazam! Fúria dos Deuse [Crítica]

  • 23 de março de 2023 em 16:26
    Permalink

    Interessante. Ainda não assisti o primeiro filme.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!