Do Fundo da Estante: Superman

E quando tudo era mato, não é que fizeram um baita filme do Homem de Aço?

O ano é 1978, então considerem que a tecnologia estava engatinhando e não tínhamos nem a sombra da computação gráfica dos dias de hoje, essencial pra um filme de ação e fantasia. A escolha do saudoso Christopher Reeve pra ser o protagonista é um dos motivos pelos quais este Superman ainda é referência – estamos em 2022 e ainda não surgiu ninguém a sua altura. Reeve se sai bem tanto quanto o cara comum, Clark Kent, tanto quanto o herói, Super Homem. O restante do elenco (com destaque para o sempre genial Gene Hackman no papel de Lex Luthor) também mostra serviço e tudo aqui foi feito com muito esmero. Se a preocupação maior era focar numa impecável transição das HQs para os cinemas, acabou por tornar o longa um dos marcos zero do gênero. O Batman de Tim Burton lançado em 1989 foi além no quesito publicidade e deu um novo start nas produções baseadas em HQs, mas tudo começou aqui.

Antes da destruição do planeta Kripton, Jor-El (Marlon Brando) envia seu filho para um planeta distante para salvá-lo. O seu destino será a Terra, onde ele sobrevoará as cidades zelando pela humanidade com seus superpoderes.

O também saudoso diretor Richard Donner, pós a aclamação de A Profecia (1976), não tem pressa em desenvolver a narrativa e por isso Superman não se tornou um produto descartável. Foi levado a sério e muito bem recebido pela crítica e pelo público que pode pela primeira vez ver um personagem voando de maneira convincente. Também é fácil embarcar na fantasia proposta, pois o bom roteiro fornece estrutura para tanto e o melhor: sem o excesso de piadas supostamente engraçadas que tomou conta das produções recentes.

Cada vez mais os filmes de herói buscam arrebatar o espectador com sequências de ação exaustivas, muito barulho e e crossover de personagens, deixando em segundo plano a fidelidade ao material de origem, diluindo sua essência. O nível altíssimo que a tecnologia atingiu (aliado aos orçamentos milionários que não existiam antes) não é garantia de qualidade, vide os discutíveis Batman VS Superman, Liga da Justiça e Mulher Maravilha 1984. Quando a preocupação maior é com o conteúdo, surpresas como Logan e Joker aparecem, assim como este primeiro e incomparável Superman.

FICHA TÉCNICA

Título: Superman – O Filme
Direção: Richard Donner
Data de lançamento: 25 de dezembro de 1978

Italo Morelli Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+