A Médium [Crítica do Filme]

Depois de Holocausto Canibal (1980) e A Bruxa de Blair (1999), será que alguém ainda compra a ideia do falso documentário? Se for bem feito sim e A Médium tem muitos pontos a favor. 

Uma equipe de filmagem chega à Tailândia para rodar um doc sobre médiuns de uma pequena cidade do interior. É lá que mora Nim (Sawanee Utoomma) a médium do lugar. Nim costuma incorporar a divindade Bayan, cultuado pelos moradores da região. Esse dom acaba sendo uma maldição em sua família, já que a divindade é quem determina quem será incorporado e sempre as mulheres da família de Nim são as escolhidas. 

Quando sua irmã mais velha Noi (Sirani Yankittikan) recusa o chamado, Nim é quem aceita e sua filha, Mink (Narilya Gulmongkolpech), passa a apresentar os mesmos sintomas de quando a divindade a escolheu, e tudo isso é registrado pela equipe de documentaristas. Coincidência ou não, quem se manifesta agora que a equipe está lá, não parece ser a divindade Bayan e sim uma entidade do mal, disposta a começar um massacre.


Com mais de duas horas de duração, A Médium poderia ter enxutos 90 minutos se não fossem os excessos da primeira parte, numa tentativa de parecer mais sério e menos tosco do que outros longas do mesmo gênero. Podiam ter ido direto ao ponto mais rápido, já que usam o cansativo recurso da câmera na mão – todo mundo sabe que é um filme de ficção e não um episódio do National Geographic. Se fosse no estilo cinema-verdade da diretora Cholé Zhao, que usa pessoas reais interpretando a si mesmas num longa que retrata suas vidas, talvez A Médium atingisse um patamar acima das atuais produções de terror. O empecilho seria o fator sobrenatural, que não cabe na proposta. 

O diretor Banjong Pisanthanakun é especialista em filmes de terror (Os Espíritos 1 e 2 e Phobia 1 e 2, entre outros) e perdeu a oportunidade de inovar um pouco. Com uma ambientação caprichada, vale mais como um registro religioso-cultural para quem gosta do assunto – é só parar de assistir quando o terror tiver início.

Trailer

 

FICHA TÉCNICA

Título: A Médium
Título Original: The Medium
Direção: Banjong Pisanthanakun
Data de lançamento: 19 de maio de 2022
Paris Filmes

Italo Morelli Jr.

One thought on “A Médium [Crítica do Filme]

  • 25 de maio de 2022 em 11:45
    Permalink

    Esse filme eu passo, mas adorei sua resenha, muito bem escrita.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.