Bethânia e a Fera [Resenha Literária]

Bethânia e a Fera é um livro infantojuvenil do autor Jack Meggitt-Phillips e nos conta uma história divertida, mas também um tanto perturbadora.

Ebenézer Pinça tem 511 anos e para manter sua juventude ele alimenta uma fera insaciável que guarda no último andar da sua mansão, ao lhe dar comida a criatura vomita algo que o protagonista pede em troca. No entanto, cada vez mais a fera pede coisas estranhas e não satisfeito em ter devorado uma pássaro muito raro, agora ele quer provar uma criança!


Há muito tempo Ebenézer esqueceu o que era se sentir mal, aprendeu a ser egoísta para conseguir a poção da juventude que a fera lhe dava, mas ele começa a ter problemas dessa vez. procurando um alimento para a fera, ele vai até um orfanato em busca de uma criança, a Srta. Esquentada apresenta as mais agradáveis possíveis, mas Ebenézer espera encontrar uma terrível para não ter muito remorso e assim, ele encontra Bethânia. Órfã, de difícil disciplina, a dona do orfanato não se importa que alguém leve a criança, mas acredita que não dará certo, afinal, Bethânia irrita qualquer um. E irrita mesmo, inclusive a própria fera quando a conhece. Entretanto, guloso como só a fera pede a Ebenézer que engorde a garota, para só depois comê-la.


Bethânia não sabe que vai ser devorada, mas percebe logo que a criatura é bastante má, mas só aos poucos vai entender o quanto, quando Ebenézer vai contando seu passado com a criatura e como com os passar dos anos foi perdendo o bom senso e até mesmo um animal de estimação para satisfazer a fera. No decorrer da história uma inusitada ligação entre Bethânia e Ebenézer surge, um se apega ao outro mesmo que eles não queriam, o que torna mais difícil a situação do protagonista.

Bethânia e a Fera foi uma leitura muito boa, fiquei me questionando como a autora resolveria o dilema de Ebenézer que a cada momento vai ficando mais velho e perto da morte. Achei a solução no final excelente e ainda tem um gancho ótimo para continuação.


A escrita de Jack Meggitt-Phillips é leve, a história é rápida e divertida e as ilustrações de Isabelle Follath colaboram bastante para a história. Uma das melhores leituras recentemente. 

FICHA TÉCNICA

Título: Bethânia e a Fera
Autor: Jack Meggitt-Phillips
Ilustradora:  Isabelle Follath
Companhia das Letras/ Editora Seguinte
Onde Comprar: Amazon

Michele Lima

2 thoughts on “Bethânia e a Fera [Resenha Literária]

  • 7 de janeiro de 2022 em 21:46
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu adorei esse livro. Primeiro a gente torce contra os personagens porque ou são maus ou insuportáveis, mas depois acaba se apegando a eles. Não vejo a hora de ler o segundo.

    Prefácio

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2022 em 20:21
    Permalink

    Oi Michele, tudo bem?
    A primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa. Logo que vi já quis encontrar mais informações sobre o livro e quando vi sua resenha vim ler. Adorei o enredo e fiquei com vontade de ler o livro. Adoro histórias assim.

    Um excelente 2022 para você!
    Mente Hipercriativa | Universo Invisível

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.