As Golpistas [Resenha do Filme]

As Golpistas é um filme baseado no artigo de Jessica Pressler do New York Magazine e mostra a história de um grupo de stripper que ganhava muito dinheiro com homens de Wall Street até que veio a crise em 2008 que fez com essas mulheres começassem aplicar um golpe para poderem se manter.
O longa começa com Destiny (Constance Wu) começando a trabalhar num famoso clube de stripper e conhecendo sua mentora Ramona (Jennifer Lopez), que não só a ajuda a trabalhar de maneira eficaz, aprendendo a dançar melhor, se vestir melhor e se comportar melhor, como também lhe dá lições de vida e se torna uma grande amiga. A amizade das duas é o ponto mais forte da história, a influência de Ramona na vida de Destiny é impactante.
Destiny fica completamente deslumbrada com o mundo que Ramona apresenta e domina muito bem, até o momento da crise, o dinheiro que elas ganhavam era utilizado em investimento no próprio vestuário, corpo e na ajuda para a família. E o filme é bem lúcido ao mostrar as vozes de suas personagens, a inteligência e a forma como lidavam com o corpo ao fazer dele um objeto de trabalho. As garotas até tentam uma vida comum quando a crise financeira atinge os homens ricos que pagam absurdos na boate, mas o ganho não é o mesmo. E com isso elas começam a aplicar um golpe até que bem simples e nada original, utilizando do ego masculino e da vergonha do dia seguinte, principalmente no caso dos homens casados. 
A narração é feita pelas memórias de Destiny ao dar entrevista a jornalista Elizabeth (Julia Stiles) e com isso temos uma quebra de ritmo que atrapalha bastante o longa, criando momentos empolgantes e outros nem tanto. E apesar de muito bem ambientado, vi mais glamour do que de fato me parece ser a vida de strippers. 
Também é importante destacar que embora a protagonista Destiny de Constance Wu nos cause empatia, é a Ramona que tem o maior destaque e se sobressai durante toda a trama. Ramona é o centro de tudo que acontece no filme e Jennifer Lopez carrega boa parte das cenas. E não é apenas Constance Wu que se apaga diante de Lopez, todas as demais personagens também, com pouco tempo de tela e mal exploradas.
Por outro lado, apesar dos problemas narrativos, o roteiro ganha ao mostrar a amizade de Destiny e Ramona e também por nos mostrar personagens bem humanas. Não é difícil entender as ambições de cada uma e o desejo de sucesso e dinheiro. O espectador pode até julgar as personagens, mas somos conduzidos a ter empatia por elas. 
As Golpistas tem um enredo real, personagens interessantes e complexas e apesar das ressalvas é um bom filme, não só pela história apresentada, mas também pela ótima atuação da J. Lo
Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: As Golpistas
Título Original: Hustlers
Direção: Lorene Scafaria
Data de lançamento: 5 de dezembro de 2019
Nota: 3,5/5

Michele Lima

8 thoughts on “As Golpistas [Resenha do Filme]

  • 21 de maio de 2020 em 18:07
    Permalink

    Oi Mi! Vejo estas dicas de filmes e lembro da saudade que estou e ir ao cinema. Tempo bom que nem dá para saber quanto volta. Este aqui eu achei interessante, acho que dá para distrair bem. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
  • 21 de maio de 2020 em 19:10
    Permalink

    Oi
    eu quero assistir esse filme, tem um enredo interessante, e ainda tem a J.Lo, fora que deve ser interessante assistir Constance em um papel diferente da série que ela fazia, gostei de conferir sua opinião.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    Resposta
  • 21 de maio de 2020 em 23:46
    Permalink

    Quero muito assistir esse filme por causa da JLo. Faz tempo que ela não aparecia nas telonas, e eu amava as comédias românticas que ela participou
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
  • 22 de maio de 2020 em 00:02
    Permalink

    Oi, Mi
    Eu assisti esse filme mas gostei muito não. As personagens pouco me cativaram e sei lá, algo na narrativa não me encantou. Achei que fosse encontrar algo no estilo Sem dor, sem ganho, mas mais interessante, só que não rolou.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    Resposta
  • 22 de maio de 2020 em 01:03
    Permalink

    Oie Mi, tudo bem?

    Já li tantas críticas positivas desse filme, e amigos próximos que assistiram e gostaram que estou me sentindo mal de ainda não ter visto (rs…). Eu adoro a J-Lo como atriz, já assisti a todos os filmes dela, só falta esse.

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    Resposta
  • 22 de maio de 2020 em 04:42
    Permalink

    Oi, Mi

    Eu assisti quando entrou no Prime. A JLo arrasa e isso é inegável, merecia até uns prêmios, mas tirando ela achei bem bleh.

    Beijos
    – Tami
    https://www.meuepilogo.com

    Resposta
  • 22 de maio de 2020 em 05:31
    Permalink

    Olá,
    Eu ainda não consegui assistir esse filme, me sinto até envergonhada pq antigamente mal saía filme novo da JLo na locadora, eu corria pra alugar. E tô vem curiosa pra ver a Cardi e a Lizzo atuando.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+