O Homem que Viu O Infinito [Resenha do Filme]

Conferimos a cabine de imprensa de O Homem que Viu O Infinito. Filme estreia dia 22/09

A história do jovem matemático indiano Srinivasa Ramanujan é contada de forma sincera e um tanto ríspida. Sincera porque somos apresentados ao mundo de ambas as personagens sem muita fantasia ou romantização, a narrativa vai direto ao ponto e nos guia diretamente ao que devemos saber. Ríspida pelo mesmo motivo, não somos dado a oportunidade de imaginar como poderia ter sido diferente tanto para Ramanujan (Dev Patel) quanto para Hardy (Jeremy Irons), aliás, brilhantemente interpretados.

À primeira vista pode haver uma certa confusão com O Jogo da Imitação (The Imitation Game 2014), mas a guerra aqui é apenas um artefato. A genialidade de ambos os matemáticos é basicamente a mesma, mas as consequências do que é feito com os números em cada filme são bem distintas. Se em um deles tivemos a pré-percussão do que um dia seria a internet, no outro somos levados a cálculos que nos colocariam próximos aos famosos buracos negros do universo. Começamos sendo apresentados a ambas personagens e logo somos envolvidos pelo carisma e sabedoria de Ramanujan. Aprendemos rápido o quão devoto à matemática ele consegue ser e ainda percebemos seu senso de luta e ambição, por mais que sua conduta seja sempre humilde e respeitosa na cidade de Madras.

G. H. Hardy, em Cambridge, se mostra bem diferente e por pouco não o julgamos erroneamente. Logo, após o encontro inicial, veremos que Hardy se sentirá bastante envolvido com a história de Ramanujan e que fará o que puder para que seus colegas em Cambridge reconheçam a importância do trabalho desenvolvido pelo mirrado indiano. Passaremos por momentos de bullying e sofreremos quando Ramanujan descobrir que nem tudo são glórias.

O homem que viu o infinito é um desses filmes que realmente não irão mudar a vida de ninguém, mas que ainda tem seu valor. Especialmente por contar bem uma história e poder trazer mensagens que, por mais surradas que estejam, é sempre bom volta-e-meia sermos atingidos por um sentimento de esperança na raça humana.

Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: O homem que viu o infinito
Título Original: The Man Who Knew Infinity
Diretor: Matt Brown
Ano: 2016

2.5/5.0

Cristiano Santos

31 thoughts on “O Homem que Viu O Infinito [Resenha do Filme]

  • 19 de setembro de 2016 em 22:09
    Permalink

    Não sei, fiquei meio confusa quanto à finalidade desse filme.
    No entanto, se você diz que tem semelhanças com O jogo da imitação, creio que eu assistiria, sim. Também não assisti esse uiehieheiuhe mas ele me interessou bastante!

    Beijos,
    Kemmy|Duas leitoras

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:27
      Permalink

      Oi Kemmy! Então, acho que a unica semelhança com O Jogo é falar de matemáticos, só. Hehehehe

      Resposta
  • 19 de setembro de 2016 em 22:27
    Permalink

    Infelizmente não é o gênero de filme que eu procuro para ver… ultimamente nem estou vendo filmes, estou focada em minhas séries que estão voltando de hiatos todas juntas.
    http://www.donadegato.com

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:27
      Permalink

      Hehehe, tá certo, Barbara. Acho que suas séries vão te empolgar bem mais mesmo 😉

      Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:28
      Permalink

      Ótima razão para assisti-lo, Luiza 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 01:38
    Permalink

    Oii!
    Eu adoro filmes assim. Ainda não vi esse, mas com certeza verei. <3
    Tudo o que eu conseguia pensar enquanto lia sua resenha foi: preciso achar esse filme. haha
    Beijo

    Canastra Literária | Facebook | Twitter

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:30
      Permalink

      Oi Daniella, adorei teu comentário! Tomara que curta muito o filme 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 01:50
    Permalink

    Eu não fiquei interessada no filme, já vi tanto o trailer principalmente no telecine que passei a sentir raiva do filme.

    Refúgio da Ju

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:32
      Permalink

      HAHAHAAHAH! Pô, Ju, raiva não! O filme é bacana até, só não é assim nada demais. Hehehe.
      Mas adorei o comentário ultra sincero <3

      Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:35
      Permalink

      Bacana! Adorei o que disse, Thami 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 02:24
    Permalink

    Ainda bem que você comentou sobre o Jogo Da Imitação, tava achando que seria quase uma cópia kkk me interesso muito por filmes que tratam épocas de guerra sem tê-la como foco principal e mostrar como a sociedade e as pessoas viviam em tal situação. Espero poder ver em breve 😀

    avidalida.blogspot.com

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:35
      Permalink

      Isso! Taí um ponto positivo do filme. Gostei 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 03:12
    Permalink

    Oi Cristiano!
    Não tinha ouvido falar no filme ainda e confesso que não fiquei morrendo de vontade de ver, mas quem sabe? Só por ter o Jeremy Irons no elenco já é sinal que vale a chance, não é mesmo?
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:53
      Permalink

      Hehe, sim Mariana, Irons é um grande ator. E o Patel está muito bem tbm, mais uma vez 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 03:19
    Permalink

    Oi, Cristiano!
    Gosto de filmes que nos passam boas mensagens, ainda não sabia nada sobre esse filme. Mas se tiver chance vou conferir pra ver se gosto!
    Parabéns pela crítica sincera! 🙂

    Beijos,
    Eli – Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br

    Resposta
    • 20 de setembro de 2016 em 03:54
      Permalink

      Opa! Obrigado pelo elogio, Eli! E assista sim, creio que vá gostar 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 03:58
    Permalink

    Olá
    Quero muito assistir esse filme, porque números sempre me encantaram tanto quanto letras e porque esses são dois dos meus atores favoritos, Dev Patel e Jeremy Irons.
    Realmente meu primeiro pensamento no começo da resenha foi de O jogo da Imitação.
    Fico feliz pela oportunidade da apresentação por um outro foco.
    Parabéns pela resenha e pela sinceridade.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:53
      Permalink

      Olá Luli! Que você assista e goste bastante! Seus dois favoritos estão ótimos!
      Obrigado pelo comentário!
      Valeu 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 11:16
    Permalink

    Olá, Cristiano.

    Confesso que não é meu gênero favorito, mas aceito toda dica e tendo a oportunidade com certeza iria assistir.
    O enredo é meio confuso, então precisaria assistir mesmo rsrs.

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura.com.br

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:54
      Permalink

      Hehehe, espero que consiga assistir um dia para desfazer essa confusão aí 😉
      Valeu!

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 12:28
    Permalink

    Oi Cristiano, tudo bom?
    Cara, só por esses dois eu já compro o filme. Amo o Dev e o Irons, acho ambos brilhantes! Gosto de filmes com temáticas que te fazem parar pra pensar; ainda não vi O Jogo da Imitação, mas a premissa me atraiu bastante desde o lançamento, então esse com certeza também vai entrar pra lista.
    Adorei a resenha e a indicação.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:55
      Permalink

      Oi Denise! Obrigado pelo comentário 🙂
      E se você é fã dos dois, vai gostar do que irá ver.
      😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 13:25
    Permalink

    Olá, Cristiano.
    A premissa do filme é realmente não muito original, mas nesse caso não me incomoda. O motivo: eu gosto da premissa. Ademais, curto esses filmes mais ríspidos, então acho que iria me envolver com a obra.
    Não deve ser um filme completamente marcante, mas um bom trabalho.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos – Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:57
      Permalink

      Olá Desbravador!
      Valeu por mais um comentário. E é exatamente isso, não é marcante, mas vale a pena.
      Obrigado!

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 14:44
    Permalink

    Olá, Cristiano.
    Eu, particularmente, gosto de filmes com atores indianos, uma vez que não temos tanto acesso a filmes com esses atores.
    Acho que mesmo com o enrendo não sendo muito inovador, eu assistiria mesmo assim para apreciaçao do filme.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:58
      Permalink

      Tá certo.
      Sempre bom tirarmos nossas próprias conclusões 😉

      Resposta
  • 20 de setembro de 2016 em 19:05
    Permalink

    Oi, Cristiano!
    Eu não sei se assistiria esse filme. Talvez só veria por curiosidade sobre a história real relatada, mas não seria um grande entretenimento, sabe?
    Gostei de saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento…"
    http://www.leandro-de-lira.blogspot.com

    Resposta
    • 21 de setembro de 2016 em 15:59
      Permalink

      Olá Leandro! Entendo perfeitamente 😉
      Valeu pelo comentário! Abraço!

      Resposta
  • 5 de março de 2017 em 08:14
    Permalink

    Nota 8,5. Trata-se aqui contudo de manifestar presença sobre o intelecto indiscutível de pessoas como o matemático indiano retratado que, a despeito dos preconceitos, origens que não toleram emigrações, falta da esposa, frieza inglesa sobre dogmas da matemática a estrangeiros e doença junto à guerra, ferrenhamente queria publicar suas descobertas!! Há um viés fechado moralmente aqui – na cosmovisão da direção -, mas no final venceu a história, magnífica – um legado até hoje.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+