Quase Casados [Resenha Literária]

As 414 páginas de Quase Casados são tão fáceis de ler que ele acaba rápido e a gente fica com saudades da vida de Zoe Moore, uma jovem que foi abandonada pelo noivo no altar depois de sete anos de namoro. Ela larga a sua vida e sua família na Inglaterra e parte para Boston na tentativa de superar a decepção amorosa, mas sua vida nos Estados Unidos não é tão fácil quanto ela esperava, principalmente na parte de lidar com seu chefe, o mal humorado, mulherengo e bagunceiro, Ryan Miller, o típico “Homem que só existe em Livro”.
Zoe é babá, cuida de Ruby e Samuel e faz amizade com outras babás inglesas, como Trudie, que já está a mais tempo nos States e já tem um amor para chamar de seu, mas não contou pra ele um grande segredo que pode afetar suas vidas em comum.
A protagonista tenta se adaptar a nova vida enquanto sua mãe quer que ela volte para a Inglaterra, onde é o seu lugar, mas Zoe sabe que naquele momento as crianças precisam muito dela e ela é competente o suficiente como babá para cuidar e dar a elas o que precisam. 
Zoe é divertidíssima! Tem tiradas muito criativas, de dar inveja! Ela pode ser uma pessoa cativante, mas vive passando por situações embaraçosas, mas isso não a impede de ser uma pessoa muito legal e apesar da dor do abandono que sente, e estar sempre olhando no celular pra ver se Jason, o noivo fugitivo ligou, a personagem se esforça para ser uma pessoa melhor, cuidar com muito carinho das crianças e superar seu passado, apesar de seu passado não a ter superado.
Zoe é bem dedicada ao que faz, tanto que dedica um pouco do seu tempo a ler as cartas de amor que uma Julieta escreve para Ryan, e é claro que é sem querer.
Jane Costello é brilhante neste romance super fácil de encantar o leitor porque não tem como não rir das comparações da personagem, que são delirantes e muito inteligentes.
Dica do Dia:
Não vale a pena ficar nervosa quando alguém interrompe a sua leitura, é preciso ter paciência com as outras pessoas que não entendem que você não quer conversar, você quer apenas ler o final do livro. Pena que minha família não pense assim…É, nem tudo é perfeito!
Dados do livro:
Quase Casados
Autora: Jane Costello
Editora Record

Nota:

Marise


Onde comprar:


Quase casados – Amazon

22 thoughts on “Quase Casados [Resenha Literária]

    • 3 de fevereiro de 2016 em 19:33
      Permalink

      Ruan, tem muito humor, Zoe é engraçadíssima,!

      Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 10:39
    Permalink

    Ai meu Deus, adorei hahaha
    Quero ler, fiquei beeem curiosa com a leitura!!1
    Beijos
    Katrine Bernardo

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 10:45
    Permalink

    Oiii Michele,
    Ahhh que livro mais "descontraído", quero ler! Claro que ninguém quer ser abandonada no altar, mas acredito que na história deve ter muitos momentos de riso… Preciso ler um livro assim, leve, pq ultimamente tenho sofrido demais com leituras pesadas.

    Beijinhos!
    Leisi
    Amanhecer Literário

    Resposta
    • 3 de fevereiro de 2016 em 19:37
      Permalink

      É um livro bem leve, você vai se divertir, mesmo com o abandono de Zoe.

      Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 11:25
    Permalink

    oi, oi.

    que livrinho mais amor. ele me conquistou só pelo fato de intercalar na história um pouco da vida dos ingleses e dos americanos. amo isso… lembra super a Marian Keyes, outra querida que adora escrever livros assim.

    indo agora anotar o nome do livro. esse eu quero ler pra ontem!

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    Resposta
    • 3 de fevereiro de 2016 em 19:40
      Permalink

      É bem Marian Keyes com Sophie Kinsella, vale a pena pelo humor.

      Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 15:53
    Permalink

    Oi, Michelle!
    Jane Costello é uma autora que quero muito conhecer as obras. Já vi algumas resenhas sobre alguns livros e todos parecem ser bem engraçados.
    Zoe, na minha opinião, é doida. Eu tinha ficado lá na Inglaterra com aqueles ingleses lindos.
    Beijos
    Balaio de Babados

    Resposta
    • 3 de fevereiro de 2016 em 19:38
      Permalink

      É porque você ainda não viu o Ryan, rsrsrsrs

      Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 22:32
    Permalink

    Gostei bastante da resenha, parece ser um livro muito bom de ler. Quanto a família ficar interrompendo a leitura, a minha faz isso direto, por isso que geralmente só consigo ler de noite ou no ônibus hehe.
    Beijos
    Bluebell Bee

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2016 em 23:52
    Permalink

    Oi! Desta autora li Corra, Abby e simplesmente amei sua escritam desde então quero os demais livros dela. Fico feliz em saber que mais uma vez ela criou uma história encantadora.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 00:51
    Permalink

    Nunca tinha ouvido falar desse livro e nunca tinha lido resenha sobre ele. Adorei conhecer a obra e já entrou ara a minha lista de próximas leituras!
    Beijos,
    Luana Agra – Blog Sector 12 – http://sector-12.blogspot.com.br/

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 01:12
    Permalink

    Ai que delicinha, parece ser adorável pela sua resenha, fiquei bastante curiosa pois adoro esses romances que levam algo do cômico, me dá um leveza na alma hahaha
    Adorei a dica.
    Beijos

    EuVocê&oslivros

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 01:57
    Permalink

    Sua resenha saiu divertida. Efeito do livro? kkkk
    Pelo jeito que você disse, é uma história leve e simples. Daria para lê-la agora em fevereiro, mas eu precisaria do livro antes. kkkkk

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 02:33
    Permalink

    Olá!
    Gosto desses livros para relaxar… gostei da dica para aproveitar o carnaval.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 02:53
    Permalink

    Meu Deus, esse livro deve ser o máximo! Amo histórias assim. Dica anotadíssima!!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2016 em 17:03
    Permalink

    Cida, já li muito em ônibus, pra falar a verdade li todos os Harry Potter no ônibus bem baixinho pro meu filho ouvir também.
    Luana, você vai adorar.
    EuVocêeOsLivros você achou a palavra certa, o livro é adorável.
    Natália, a diversão é garantida em cada linha!
    Suelen, é mesmo o máximo, pode conferir.

    Obrigada a todos que comentaram.

    Resposta
  • 5 de fevereiro de 2016 em 18:48
    Permalink

    Olá, Marise.
    Eu nunca li nada da autora e assim que der eu vou ler. Adoro livros do gênero e que capa linda é essa? Infelizmente as pessoas não entendem que a leitura é algo importante e mesmo a gente falando que está lendo e não dá para conversar elas fingem que não entendem hehe.

    Blog Prefácio

    Resposta
  • 7 de fevereiro de 2016 em 19:18
    Permalink

    Oi Marise!
    Eu nunca li nenhum livro da autora, mas pelo que você gostou parece ser uma história descontraída e divertida! Fiquei com vontade de ler.
    Adorei sua dica no final. Só que aqui quem me atrapalha a leitura são os meus gatos, que resolvem ficar super carentes justo quando eu sento pra ler… Não tem jeito 🙂

    Beijos,
    Sora – Meu Jardim de Livros

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+