Do Fundo da Estante: Em minha Pele

É curiosa a onda de filmes de terror franceses feitos por diretoras no início do século 21 pra cá. Este, além de dirigido e protagonizado, é roteirizado por mais uma adepta do estilo body horror, disseminado pelo mestre David Cronenberg.

O horror, tanto para o tio Cronen, tanto para Marina de Van, vem do mais profundo limbo da psique humana. Nada de espíritos do mal, possessões demoníacas, fantasmas, vampiros e criaturas do gênero – o ser humano basta com toda sua paranoia.

Marina de Van fez um estudo impressionante sobre uma personagem obcecada em se mutilar e devorar a si mesma após se cortar acidentalmente em uma festa. São cenas desagradáveis de se ver, porém não mais do que ninguém a sua volta perceber que algo errado se passa com ela e oferecer ajuda. É a dura realidade de que sempre estamos sós neste mundo.

A França, que já teve o bacana Festival de Avoriaz onde só filmes de terror eram exibidos e premiados se esbaldaria com esse, mesmo muito mais cru e gore do que os outrora charmosos exemplares antigos. Marina não segue exatamente uma estética estabelecida, nem a do próprio Cronenberg. O visual se assemelha a um filme feito pra TV, onde a decupagem nem sempre é bem feita, mas que também não chega a comprometer o resultado.

Talvez se afundado num ambiente mais sufocante, Em Minha Pele não alcançasse o impacto que conseguiu. Sua conterrânea Julia Ducournau (dos ótimos Raw e Titane) já ergueu mais alto sua coroa de atual rainha do body horror, pois conquistou em seu segundo filme, uma Palma de Ouro no Festival de Cannes, o maior evento de cinema francês. Falta a Marina dar um passo maior que a perna, pois seus trabalhos seguintes ficaram aquém do que ela ofereceu aqui.

Enquanto isso, vale a pena conferir sua entrega visceral, na qual poderia até ter usado uma outra atriz ou até mesmo um ator em seu lugar, mas preferiu filmar a si própria, despindo-se psicologicamente de maneira incômoda e convincente. A maior qualidade de Em Minha Pele é sem dúvida sua total falta de filtro ao abordar o tema escolhido e assim chocar o espectador

FICHA TÉCNICA

Título: Em minha pele
Título Original: Dans ma peau
Direção:  Marina De Van
Direção: Dans ma peau
Data de lançamento: 4 de dezembro de 2002

Italo Morelli Jr.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!