Toda as suas (im)perfeições [Resenha Literária]

Primeiro livro que li da Colleen Hoover foi Talvez um dia (CLIQUE AQUI) e fiquei encantada com a autora, mas como boa parte dos livros dela tem certos gatilhos, acabei não lendo outros, até a chegada de Toda as suas (im)perfeições, que apesar do tema triste da infertilidade, trata principalmente sobre casamento, afinal, os problemas existem mesmo depois do final feliz. 
O casal protagonista tem um primeiro encontro inusitado. Quinn está visitando o noivo e encontra Graham no corredor de frente ao apartamento dele. Isso porque sua namorada está lá, traindo ele com Ethan, o noivo de Quinn. Uma situação bastante constrangedora e chocante para a protagonista. E apesar do momento Graham consegue amparar Quinn e até deixa seu telefone para ela. Meses depois a personagem está saindo com outra pessoa, mas encontra Graham e eles finalmente começam a ficar juntos. É engraçado a confiança do protagonista no relacionamento deles, ele acredita que Quinn é a mulher de sua vida e eles vão namorar e se casar rapidamente. E assim foi.
A narrativa alterna passado e presente e enquanto a gente conhece o início do relacionamento dos protagonistas, vamos conhecendo também o momento mais difícil da vida deles. Quinn tem problemas de infertilidade, não consegue engravidar, gastou todo o dinheiro que eles tinham em fertilização in vitro sem resultado. Para piorar não conseguem adotar, devido a um mancha no passado de Graham. Aos poucos o casal vai se afastando e deixando que os problemas afete a relação deles. Quinn se sente extremamente culpada porque se não fosse por ela Graham seria pai com outra pessoa e de propósito afasta o marido. Se por um lado a gente entende os sentimentos dela, por outro fica difícil concordar com suas atitudes. Quinn não conversa com o marido sobre o que pensa e criar um enorme abismo entre eles.
Já Graham é um personagem difícil de não gostar, carinhoso, dedicado, comete um grave erro no casamento (que se fosse comigo seria fatal para o meu relacionamento), mas tenta arrumar a situação de todas as formas possíveis. É compreensível até mesmo quando a esposa claramente o usa apenas para ter um filho porque sim, Quinn chega a esse ponto. 
Colleen Hoover trabalha muito bem o drama e seus personagens, Quinn sofre demais ao longo do livro e é fácil ter empatia por ela, mesmo quando não concordamos com suas atitudes. Não quero ser mãe, mas consegui entender perfeitamente o sofrimento da personagem, os traumas que os abortos causaram nela, a ansiedade, depressão e culpa. Os coadjuvantes também são bons na narrativa, a irmã da protagonista é ótima, mas todo o livro é focado no casamento do casal, com diálogos bem ricos.
O que Quinn e Graham passam qualquer casal pode passar, às vezes só o amor não basta, ainda mais num casamento que exige bastante dos dois lados e sem uma conversa sincera tudo pode ficar ainda pior.
Todas as suas (im)perfeições é um drama bastante sensível, com um enredo maduro, bem real e original. Quem gosta de personagens prontos e perfeitos pode ter algum problema com o livro. Quinn e Graham são bem reais, complexos e que precisam aprender a lidar com um grave problema no casamento, não são perfeitos, cometem erros e isso é o que deixa a trama menos fantasiosa e mais realista. E a narrativa de Colleen Hoover é fácil e acabei a leitura bem mais rápido do que esperado. 
FICHA TÉCNICA
Título: Todas as suas (im) perfeições
Autora: Colleen Hoover 
Nota: 5/5
Onde Comprar: Amazon
 

Michele Lima

5 thoughts on “Toda as suas (im)perfeições [Resenha Literária]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+