A noite do jogo [Resenha do Filme]

Geralmente gosto de filmes de comédias, mas Quero matar meu chefe ou Se beber não case nunca fizeram meu estilo e sempre me preocupo com filmes do gênero por conta disso. A noite do jogo, no entanto, foi uma grata surpresa, com um enredo cheio de reviravoltas, sem abusar de piadas sexuais ou de duplo sentido, com uma boa dose de suspense e ação!

Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams) foram feitos um para o outro. Os dois são mega competitivos e adoram jogar! Annie quer engravidar, mas a médica acha que existe algum problema com Max, talvez por puro estresse e nervosismo, até porque seu irmão está de passagem pela cidade e Max sempre se sente inferior a Brooks.

O casal gosta de participar bastante de noites de jogos em casa e Brooks (Kyle Chandler) convida o irmão, a cunhada e um grupo de amigos para participarem de uma festa de assassinato e mistério, mas o personagem aparentemente acaba sequestrado e não se sabe se isso faz parte da brincadeira.

 

O grupo é bastante competitivo e aos poucos vamos conhecendo melhor os casais. Kevin (Lamorne Morris) e Michelle (Kylie Bunbury) estão juntos há anos, mas a relação fica abalada quando Kevin descobre que a esposa já transou com um famoso. Ryan (Billy Magnussen) é um bobão que arruma namoradas mais tontas do que ele, mas dessa vez chamou uma colega de trabalho bem inteligente, Sarah (Sharon Horgan), para enfim ganhar o jogo. Ainda temos Gary (Jesse Plemons), policial vizinho dos protagonistas, bem estranho que se sente de escanteio depois do seu divórcio. O fato é que como ele é esquisito ninguém o quer por perto, mas é com certeza o melhor personagem de todos.

Durante boa parte da trama não sabemos se a situação de sequestro faz parte do jogo ou não e essa ambiguidade, que não dura o filme todo, é muito boa. E mesmo quando a gente já entende o que é real ou não, o roteiro guarda uma boa reviravolta na trama, nos surpreendendo bastante. E é bom ressaltar que os personagens são bem construídos, mesmo que em alguns momentos estereotipados. Rachel McAdams está muito bem na comédia e Jason Bateman se sai muito bem no gênero.

 

A mescla de situações reais com momentos bizarros é ótima, dá um bom equilíbrio no filme, sem precisar usar de situações apelativas. O longa acaba sendo um thriller de comédia, com muito suspense e uma aventura bem maluca que se passa praticamente em uma única noite. Com várias referências à cultura pop, o filme acerta nas piadas mais inteligentes, ao mesmo tempo em que também trabalha com a quebra de expectativa e com os clichês.

A noite de jogo é um filme bem montado, bastante imprevisível e com boas piadas. O longa acaba sendo muito mais engraçado do que o esperado, com boas atuações e cenas de ação. Vale informar que ao final tem uma cena pós-crédito, além da cena em que nos mostra com detalhes parte da trama.

Trailer:
FICHA TÉCNICA
Título: A noite do jogo
Título Original: Game Night
Diretor: John Francis Daley, Jonathan Goldstein
Data de lançamento: 10 de maio de 2018.
Nota: 4,5/5

Michele Lima

8 thoughts on “A noite do jogo [Resenha do Filme]

  • 10 de maio de 2018 em 14:55
    Permalink

    Oi, Mi!
    Eu adoro uma comédia e estou faz tempo querendo ver essa.
    O cachorrinho da foto, mostrado em bastante mkt do filme, é da raça do meu. Aí fiquei com mais vontade ainda de ver, hahaha.
    <3
    Adorei saber que o filme é bom, imprevisível e divertido.
    A Rachel McAdams sempre é ótima. E o Bateman gosto muito do trabalho dele. Já viu Ozark com ele? É estranho ver ele num papel sério como lá.

    Beijoooos

    http://www.casosacasoselivros.com

    Resposta
    • 8 de julho de 2018 em 02:14
      Permalink

      Qual a raça do seu cachorro???

      Resposta
  • 10 de maio de 2018 em 17:37
    Permalink

    Olá…
    Ainda não conhecia o filme, mas, adorei conferir suas impressões! Também amo comédias, mas, assim como você, tenho minhas restrições… Gostei de saber que o filme é engraçado, bem construído e imprevisível. Acho que quero assistir 😉
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    Resposta
  • 10 de maio de 2018 em 19:36
    Permalink

    Olá, Michele.
    Eu não sabia sobre esse filme e me interessei em assistir. Eu gosto do gênero e por tudo o que você falou acho que vai me agradar.

    Prefácio

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.