Perdido em Marte [Resenha Literária]

Livro: Perdido Em Marte
Autor: Andy Weir
Editora Arqueiro

Pode parecer difícil, mas é possível gostar de um livro que narra, na maior parte do tempo, a história de apenas um personagem perdido em um planeta onde não há nenhuma forma de vida. Absolutamente nenhuma.
Sim, é possível ficar preso durante a leitura de todos os eventos ocorridos com Mark Watney, astronauta tripulante da nave espacial americana Hermes que faz pesquisa em Marte.
Durante uma missão no planeta vermelho uma tempestade provoca um acidente e Mark é deixado para trás. Até que a Comandante Lewis tenta achar Watney no meio da poeira, mas o tempo é curto e a ordem da Nasa é abortar a missão, não há tempo suficiente para verificar se o tripulante pode ter sido salvo por um milagre e é assim que ele fica sozinho em Marte.
Mark pode ou não ser salvo, mas uma das características pessoais que podem salvá-lo é o bom humor. Mesmo diante de todas as adversidades que ele encontra no planeta, ele continua bem humorado. Ele consegue debochar dele e da Nasa, o que conta muitos pontos para sua sobrevivência, portanto, é um livro que tem bons momentos onde podemos gargalhar com as ideias de Mark.
É claro que durante toda sua estadia tudo que podia dar errado, dá errado, mas como ele é um gênio da botânica e engenheiro, consegue tirar do solo árido do planeta grandes chances de sobreviver, ou não.
Tem a parte chata. São vários cálculos matemáticos, fórmulas químicas e teorias de física. Eu li, mas não refiz nenhum dos cálculos para saber se ele disse a verdade, preferi acreditar nele, afinal, ele não é qualquer um, é um astronauta treinado pela Nasa, acho que podemos confiar nele. Sendo eu uma pessoa que precisa de calculadora para somar 2 + 2 sem errar, li a parte chata sem me ater aos resultados.
Sendo um livro de ficção científica onde temos um astronauta perdido e a Nasa envolvida, encontramos todo o cenário daqueles filmes cheios de efeitos especiais! Os diretores que mandam e desmandam na Nasa e estão desesperados com a opinião pública, tem o cara que não quer liberar o salvamento, a rede de TV que faz um programa para acompanhar a vida do astronauta em Marte, a moça que vigia o astronauta 24 horas por dia e até parece que se apaixona por ele, mas só parece. Tem a sala de comando da Nasa e toda uma torcida esperando que Mark não morra e consiga um dia voltar para Terra e para isso acontecer existe um tanto de gente que passa dias só pensando em como realizar esta tarefa. Está tudo lá, todos os clichês, mas mesmo assim continua sendo um livro divertido, com situações inéditas, um personagem solitário carismático e uma torcida enorme para ele volte para casa! Inclusive a minha torcida! Go Home Mark! ♥♥♥♥
             


Perdido em Marte ganhará adaptação para o cinema estrelada por Matt Damon e dirigida por Ridley Scott. Vem ai mais um filmão!
Nota:
Marise

17 thoughts on “Perdido em Marte [Resenha Literária]

  • 24 de setembro de 2015 em 12:41
    Permalink

    Aiiii como amei esse livro. Acho que ele entrou para a minha lista de favoritos do ano.. e não achei ele nada chato, porque amo ciência, tecnologia e nerdices, então achei o máximo as partes mais técnicas da obra, principalmente depois que descobri que são todas reais e que o autor se puxou para fazer todos os cálculos que aparecem na trama.. hehe Já vi o filme ontem, em sessão para a imprensa, e gostei, mas esperava mais. Beijos, Mi

    Blog Recanto da Mi

    Resposta
    • 24 de setembro de 2015 em 12:57
      Permalink

      Mirelle, se me lembro bem, ele menciona também ter conferido os cálculos de um filme e estavam todos certos, mas eu realmente não me dou bem nesta parte! Obrigada por comentar. bjs

      Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 12:50
    Permalink

    Que legal, acabei de visitar um site que foi à pre estreia do filme baseado nesse livro.
    Pena que não me interessei hahaha

    Beijinhos

    Meu Meio Devaneio

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 12:58
    Permalink

    Soraya, é um tema que não alcança todo mundo, mas é bom e divertido, vai que um dia você quer ler algo diferente… Obrigada por comentar. bjs

    Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 14:44
    Permalink

    Perdido em Marte parece ser um livro acertado para mim. Primeiro porque adoro ficção científica, segundo porque adoro quando autores conseguem criar uma trama envolvente mesmo com apenas um personagem. Por fim, adoro tramas que envolvam a Nasa e a exploração espacial.
    Com certeza vou conferir a obra.
    Excelente resenha.

    Desbrava(dores) de livros – Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    Resposta
    • 25 de setembro de 2015 em 00:32
      Permalink

      Desbravadores, espero que você volte pra me contar se gostou tanto quanto eu. Obrigada por comentar.

      Resposta
    • 25 de setembro de 2015 em 00:33
      Permalink

      Pois pode acreditar! rsrsrsrs. Vai gostar sim, mas acho que o filme tem algumas coisinhas diferentes, tá? Obrigada por comentar.

      Resposta
  • 24 de setembro de 2015 em 18:36
    Permalink

    Olá, Marise.
    Eu não me interessei por esse livro, por ter um personagem só. Gosto de livros com diálogos e com quem ele ia conversar? hehe. Mas recentemente li 172 horas na lua e gostei tanto do tema, que acho que darei uma chance, mesmo com as partes chatas do números.

    Blog Prefácio

    Resposta
    • 25 de setembro de 2015 em 00:34
      Permalink

      Ei Sil, preciso saber mais sobre este livro 172 Horas na Lua, me interessei, rsrsrs, mesmo!!!!!! Obrigada por comentar.

      Resposta
  • 25 de setembro de 2015 em 00:04
    Permalink

    Oi! Eu ainda não li o livro, mas desde seu lançamento só vejo elogios. Acredito que verei o filme antes, mas ainda assim vou ler, embora seja diferente do que estou acostumada.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    Resposta
    • 25 de setembro de 2015 em 00:35
      Permalink

      Cida, como eu disse, parece que o filme tem alguns detalhes diferentes, mas o livro é divertido, vale a pena. Obrigada por comentar.

      Resposta
  • 25 de setembro de 2015 em 01:37
    Permalink

    Oi! Tudo bem, guria?

    Hm, que resenha boa de ler. Já ouvi falar muito desse livro pela blogosfera, porém foram os seus comentários que me deixaram um pouquinho instigada a conhecer a história. É uma pena que os cálculos matemáticos e seus afiliados tenham deixado a leitura um pouco chata em determinada parte; pelo visto, no entanto, esse pedaço não influencia tanto assim no andamento da história, né? Pra tu ter curtido tanto. Valeu a dica!

    Um beijo,
    Doce Sabor dos Livros – docesabordoslivros.blogspot.com

    Resposta
    • 25 de setembro de 2015 em 15:13
      Permalink

      Jen, não influencia mesmo! É uma parte pequena, não faz muita diferença não, pode se aventurar. Obrigada por comentar.

      Resposta
  • 28 de setembro de 2015 em 19:36
    Permalink

    Oi, Michele.
    Puxa, que livro sensacional!
    Eu quero muito ver esse filme.
    O livro parece ainda melhor pelas sacadas de humor e algumas explicações que só podem ser feitas de forma escrita, pois o filme ficaria longo e chato.
    É um livro de superação, de drama e de ficção. Já gostei.
    Sobreviver em Marte, que tema incrível.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    Resposta
  • 4 de outubro de 2015 em 01:39
    Permalink

    Fico feliz que vc tenha gostado desse livro. Se não me engano foi meu presente pra vc no amigo oculto né?kkkk eu não dava nada por ele, achei que ia ser mais uma obra sem graça de ficção científica, mas pelo visto me enganei. Abraço piratinha!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!
Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+ Saiba tudo sobre A Noite das Bruxas!